Eurico ataca chapa de Brant após polêmica na eleição: “Querem assumir o poder a todo custo”

Atual presidente falou sobre processo de impugnação, sobre o recurso aprovado além de destacar o objetivo do Vasco

Eurico ataca chapa de Brant após polêmica na eleição: “Querem assumir o poder a todo custo”
(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

O Vasco treinou nesta manhã de sexta-feira (24) em São Januário. Após as atividades rotineiras, a coletiva foi em dose dupla. Antes do técnico Zé Ricardo, Eurico Miranda, atual presidente, deu declarações à imprensa. 

O atual mandatário teve seu recurso aprovado pela juíza Márcia Ferreira Alvarenga na noite da última quinta-feira (23). Com isso, a polêmica urna 7 voltou a ser contabilizada, pelo menos até uma perícia técnica ser feita. 

Eurico começou citando a mídia, que segundo o presidente tentou em alguns momentos favorecer alguém: “Nem comentaria o assunto, mas o interesse da mídia é favorecer alguém, então estou aqui. A mídia não comenta hoje como comentou quando teve a liminar. Não vejo a repercussão”, afirmou o presidente. 

O cartola afirma que o Vasco segue no seu caminho normal, inclusive no futebol, e que essas coisas acabam apenas atrapalhando tudo que vem sendo feito: “Estou aqui para dizer que o Vasco segue o seu curso normalmente. Restabelecido. Tira a preocupação da maioria. Essas coisas só nos prejudicam em busca dos nossos objetivos. Seguiremos o ritmo. No futebol nossa meta seguir a mesma”, declarou. 

O presidente disse que agora é aguardar a perícia técnica. Afirmou também que essa indefinição acaba causando problemas internos mas que tem alguém que responde pelo clube.  “O pleito foi restabelecido. Vão analisar os documentos que entregamos. Está tudo certo. Essa indefinição que foi colocada e a mídia falando de candidato querendo A, B ou C acaba gerando problemas internos. Aqui eles sabem com quem estão lidando internamente. Tem alguém que responde pelo clube”, afirmou o mandatário. 

Sobre o pedido de impugnação de Fernando Horta, Eurico foi claro e sucinto. O presidente ainda afirmou que querem o poder de qualquer jeito, atacando Julio Brant

“Prefiro nem comentar isso. É bom senso. Isso tudo é contra o Vasco. O clube é suficientemente forte para passar por cima disso. Eles querem assumir o poder a todo custo, isso não é válido. Nem entrarei nesse mérito. O estatuto é claro. Se quer impugnar, tem um prazo. Se não foi no prazo, tenho certeza que o presidente da Assembleia já negou”, completou.