Destaque contra o Cruzeiro, Anderson Martins elogia colegas: "O time está de parabéns"

Zagueiro teve atuação segura e foi um dos melhores em campo no duelo

Destaque contra o Cruzeiro, Anderson Martins elogia colegas: "O time está de parabéns"
Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br

Após quase dezessete anos sem vencer o Cruzeiro no Mineirão, o Vasco conseguiu uma importante vitória que o deixou em claras condições de conseguir uma vaga na Copa Libertadores da próxima temporada. O zagueiro Paulão foi o autor do gol que deu a vitória ao clube de São Januário, pelo placar mínimo de 1 a 0, em duelo com muita pressão dos cruzeirenses e atuações destacadas de Martín Silva e de Anderson Martins.

Anderson, aliás, voltou ao time nesta rodada, após ter perdido as últimas partidas por conta de uma lesão. Sua atuação, que beirou a perfeição, justifica a idolatria que a torcida tem pelo atleta. Campeão da Copa do Brasil de 2011 com a equipe vascaína, o jogador retornou ao clube durante a atual temporada e se tornou o pilar do sistema defensivo do Gigante da Colina, tendo atuações destacadas em inúmeros duelos. 

Sobre a atuação da equipe e a cobrança da torcida, o zagueiro disse: "Nos últimos jogos a torcida não pode reclamar da entrega. Às vezes falta um pouco de sustentação em algumas partes do campo. Mas o time está de parabéns pela entrega hoje. Vamos com uma chance melhor para o próximo jogo".

Pela última e derradeira rodada do Campeonato Brasileiro desta temporada, o Vasco enfrentará a já rebaixada Ponte Preta, que confirmou seu descenso na rodada deste domingo (26), após derrota para o Vitória. 

"Estou sabendo agora. Isso nos dá mais confiança. Vamos com o nosso torcedor para São Januário e lutaremos por essa vaga", finalizou Anderson Martins, sabendo da situação do próximo adversário e pontuando a importância da torcida no duelo da próxima semana.

Quem também falou sobre o resultado foi Wellington, titular e um dos destaques da equipe na reta final da competição. O volante, que está emprestado pelo São Paulo, enalteceu a grandeza do clube carioca e a luta por uma vaga na principal competição continental da América do Sul. "A maioria achava que o nosso time ia brigar lá embaixo, briga de rebaixamento. Estamos demonstrando com muito trabalho e humildade que o Vasco é uma camisa forte, um time de massa".