Com São Januário lotado, Vasco recebe Ponte Preta por classificação para Libertadores

Vindo de vitória importantíssima fora de casa, o Gigante da Colina deseja garantir de vez sua classificação; já a Ponte vem ao Rio sem pretensões, visto que teve seu rebaixamento confirmado na última rodada

Com São Januário lotado, Vasco recebe Ponte Preta por classificação para Libertadores
foto: PontePress/FabioLeoni
Vasco Da Gama
Ponte Preta
Vasco Da Gama: MARTÍN SILVA; MADSON, PAULÃO, ANDERSON MARTINS e HENRIQUE; WELLINGTON, EVANDER, NENÊ, PIKACHU e PAULINHO; ANDRÉS RIOS. COMANDANTE: ZÉ RICARDO
Ponte Preta: ARANHA; NINO PARAÍBA, MARLLON, LUAN PERES e JEFERSON; ELTON, WENDEL, DANILO e LÉO ARTUR; LUCCA e LÉO GAMALHO. COMANDANTE: EDUARDO BAPTISTA
ÁRBITRO: RAFAEL TRACI - PR (CBF), ASSISTIDO POR: IVAN CARLOS BOHN - PR (CBF) E LUCIANO ROGGENBAUM - PR (CBF)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA TRIGÉSIMA OITAVA RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2017. SERÁ DISPUTADA EM SÃO JANUÁRIO (RJ), NESTE DOMINGO (03), ÀS 17H.

Vasco da Gama e Ponte Preta se enfrentarão neste domingo (03), às 17h, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. No primeiro turno as equipes travaram um duro duelo tático e ficaram no 0 a 0, em partida disputada no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Os Vascaínos embalados com vitória sobre o Cruzeiro fora de casa, sonham com vaga no G8 desde o início do ano e esse sonho pode se tornar realidade neste domingo. Com a conquista da Libertadores pelo Grêmio, o Brasileirão começou a ter oito vagas para a competição sul-americana do ano que vem e o Vasco só depende dele mesmo e de alguns resultados para garantir o ingresso na fase de grupos.

Já os Pontepretanos com o rebaixamento confirmado, vem ao Rio com o intuito apenas de encerrar dignamente o campeonato e quem sabe poder estragar a festa da equipe cruzmaltina. Mas a missão da Macaca não é fácil, a equipe não contará com a presença de sua torcida, devido a uma punição decorrente da confusão gerada na última partida, onde torcedores invadiram o gramado.

Sem sofrimento no caldeirão lotado

Zé Ricardo cobra postura lúcida da equipe para o confronto contra a Macaca, o cenário é preocupante, visto que 13 das 14 vitórias do Almirante na competição foram por diferença de um gol apenas.

''Esperamos que não seja sofrido. Queremos ver todos torcedores com a camisa do Vasco e que possamos ter domínio das ações, mas que entendam que não será fácil. Nenhum jogo do ano foi fácil, e não será esse agora. A preocupação é com performance, fazer nosso jogo bem feito para ficarmos mais próximos do resultado'', disse o Comandante.

Zé Ricardo comandou nesta sexta-feira o último treino da equipe antes do jogo diante da Ponte 
(foto: Divulgação / Vasco da Gama)

Por outro lado o Gigante da Colina terá o apoio em peso de sua torcida, mesmo com o alto valor dos ingressos, a mesma esgotou todos os que foram destinados a ela, cerca de 20 mil.

Ponte mantêm a mesma base de equipe

O treinador Eduardo Baptista pretende manter a mesma equipe que vem jogando, somente com a ausência de Rodrigo (suspenso) e Emerson Sheik, que está sem atuar desde 8 de novembro e se encontra de saída da Macaca.

Mesmo sendo um jogo sem muito ''objetivo'' para a Ponte o técnico pediu seriedade a seus atletas e comentou publicamente sobre a expulsão do zagueiro Rodrigo, o que foi determinante para concretizar o rebaixamento da equipe.

foto: PontePress/ FabioLeoni

''Traição é uma palavra muito forte. A gente fica decepcionado. Você trabalha e prepara o time, que já tinha sofrendo com expulsões. Eu me esquivava do assunto, mas a gente vinha trabalhando internamente para minimizar isso e equilibrar o emocional. Mas tem coisas que fogem do seu alcance.''

Para piorar mais ainda a atual situação Pontepretana, o clube não poderá contar com o apoio de sua torcida no Rio de Janeiro, devido a confusão ocorrida na última rodada, a intituição foi punida e será julgada pelo STJD.