Vasco empata com Espírito Santo e perde a chance de se classificar antecipadamente na Copa SP

Apesar do empate, o Vasco está na vice-liderança do grupo e só depende de si para se classificar para a próxima fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior

Vasco empata com Espírito Santo e perde a chance de se classificar antecipadamente na Copa SP
(Foto: Carlos Gregório/Vasco.com.br)
ESPÍRITO SANTO
1 1
VASCO
ESPÍRITO SANTO: PEDRO; THIAGO, LUCAS RAMALHO, RAPHAEL ROGER, YAGO; DUDU (FALCÃO), CHRISTOPHER (TABATA) E MARCINHO; ROZARIO (NATHAN), THALLYSON (DANIEL) E PAULO. TEC: LUCIANO DA ROCHA.
VASCO: Alexander; Rafael FRANÇA, ULISSES, RODRIGO E LUAN (RODRIGO COUTINHO); BRUNO RITTER, LINNICK (MORESCHE) E DUDU (CAYO TENÓRIO); MARRONY, ROBINHO E HUGO BORGES (LÉO REIS). TEC: MARCUS ALEXANDRE.
Placar: 1-0, LUCAS RAMALHO; 1-1, MORESCHE.
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA SEGUNDA RODADA DA COPA SÃO PAULO DE FUTEBOL JÚNIOR, REALIZADO EM DIADEMA.

O Vasco empatou com o Espírito Santo em 1 a 1 nesta sexta-feira (5) e deu adeus à chance de se classificar antecipadamente para a segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em campo, Lucas Ramalho abriu o placar para o Santão e Moresche descontou para o Gigante da Colina.

Apesar de não conseguir a classificação antecipada, o Vasco depende de si mesmo para passar à próxima fase da competição. O clube enfrentará o Água Santa na próxima segunda (8), em Diadema, às 16h, podendo até empatar - caso o Juventus vença o Espírito Santo no outro jogo da rodada.

Vasco começa pressionando mas cede ao toque de bola do Santão

(Foto: Carlos Gregório/Vasco.com.br)

Logo no início de jogo, parecia que tudo daria certo para o Vasco no confronto. Com 12 segundos de jogo a zaga do Espírito Santo saiu mal e a bola sobrou para o camisa 10, Dudu, que de frente para o goleiro chutou para fora. Após o susto, o time do Santão conseguiu dominar as ações e trocou passes por boa parte do tempo.

O Espírito Santo teve tanta posse de bola que logo aos quatro minutos chegou ao primeiro gol. Lucas Ramalho aproveitou o cruzamento de Marcinho e desviou para o gol de Alexander. Logo depois o Vasco tentou reagir com Hugo Borges, mas parou nas mãos de Pedro.

Depois do gol, o Vasco melhorou e conseguiu segurar mais a bola. O Santão, por sua vez, se postou na defesa e não conseguiu mais sair no contra ataque. O Gigante chegou por três vezes mas nenhuma com muito perigo. Já no fim do primeiro tempo, após uma confusão na área do Espírito Santo, Marrony finalizou na pequena área e Raphael Roger tirou em cima da linha.

Replay do primeiro tempo? Vasco domina as ações na segunda etapa

O segundo tempo para o Vasco se iniciou da mesma forma que o primeiro tempo: com uma grande chance logo nos segundos iniciais. Dessa vez aos 15 segundos, em mais uma bobeira da zaga do Espírito Santo, Marrony rolou para trás e Hugo Borges foi travado pelo zagueiro Lucas Ramalho antes de conseguir finalizar.

(Foto: Carlos Gregório/Vasco.com.br)

Porém, ao contrário do primeiro tempo, onde o Espírito Santo dominou as ações no começo, quem o fez na segunda etapa foi o próprio Vasco. O Gigante da Colina tentou por duas vezes com o atacante Hugo Borges mas só conseguiu o gol com o meia Moresche, de cabeça.

Após o empate o Vasco continuou com a posse de bola e tendo as principais chances mas não conseguiu criar muita coisa. O Espírito Santo tentou sair no contra ataque mas não conseguia ficar com a posse de bola. Nos acréscimos, o Vasco teve uma falta próxima a área, no levantamento, Cayo Tenório caiu e pediu pênalti - não marcado pelo juiz.

Água Santa vence Juventus e brigará com o Vasco pela primeira posição do grupo 26

(Foto: Michael Sanches/Água Santa)
(Foto: Michael Sanches/Água Santa)

Pelo outro jogo do grupo, Água Santa e Juventus se enfrentaram mais cedo, também em Diadema, e a equipe da casa venceu por 3 a 0 o Moleque TravessoRichard, Tavison e Ramon marcaram para o Água Santa, que enfrenta o Vasco na próxima rodada - jogo que definirá o primeiro colocado do grupo 26.