Após três anos, Nenê se despede do Vasco e deve acertar com São Paulo

Jogador já está em negociação avançada com o clube paulista e oficializou sua saída do Gigante da Colina na madrugada desta sexta-feira

Após três anos, Nenê se despede do Vasco e deve acertar com São Paulo
Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Na madrugada desta sexta-feira (26), o meia Nenê anunciou oficialmente a sua saída do. O jogador, de 36 anos, já apresentava sinais de insatisfação devido aos problemas políticos e financeiros vividos pelo clube. Vontade de atuar em um time competitivo no que diz respeito a títulos também pesou na decisão do atleta. 

Revelado no Paulista de Jundiaí, Nenê teve boa passagem pelo Santos após migrar rumo à Europa. Lá jogou por times pequenos da Espanha como Mallorca e Alavés, a passagem de mais destaque na Europa foi no Paris Saint-Germain. Nenê também passou pelo futebol árabe, defendendo as cores do Al-Gharafa. Seu último clube antes de se transferir ao Vasco foi o West Ham da Inglaterra. 

Nenê chegou em um momento muito delicado do Vasco, no meio de 2015, e fez sua estréia diante do Santos pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano. Naquele momento o time era o penúltimo colocado com apenas 13 pontos. 

No segundo turno daquele ano, o jogador e o novo técnico Jorginho lideraram uma reação que poderia ter terminado com final feliz. O melhor momento do segundo semestre foram as partidas contra o maior rival, Flamengo, pela Copa do Brasil daquele ano. Pelo Brasileiro o jogador participou de 61,9% dos gols do Vasco no segundo semestre de 2015, liderou todos os fundamentos ofensivos, foi eleito o Craque da Galera e ganhou o prêmio de drible do Brasileirão.
 

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br


No segundo ano de Vasco, Nenê continuou sendo o líder da equipe e peça fundamental na campanha do Campeonato Brasileiro na segunda divisão, o meia marcou 21 gols no ano, 13 deles na segundona e foi artilheiro por boa parte da competição antes de ser ultrapassado por Bill. No Carioca, marcou em sete oportunidades e deu duas assistências em cada jogo da final.

No mesmo ano Nenê ganhou os prêmios de melhor jogador do Campeonato Carioca, Seleção do Campeonato Brasileiro de 2016, Seleção das Estatísticas do Campeonato Carioca e outros. 
 

Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco.com.br


Novela em 2017

A saída do jogador do Vasco para jogar em São Paulo não é algo recente. No início de 2017 Nenê afirmou estar com saudades dos filhos - que moram com a mãe em Jundiaí. Uma semana após ventilar na mídia uma suposta saída do jogador e que seu empresário estaria negociando com outros clubes, Nenê soltou uma nota: 

"Meus filhos são do meu primeiro casamento e eles moram com a mãe, que detém a guarda, em Jundiaí, São Paulo, onde também estudam. Dessa forma, é impossível que eles simplesmente mudem de cidade – e de estado.

Em razão dessa situação, nosso contato é eventual, muito menor do que gostaria. E isso, aliás, foi o principal motivo para que eu optasse por retornar ao futebol brasileiro em 2015, mesmo possuindo propostas, financeiramente mais vantajosas, de clubes de diversos países europeus e asiáticos, naquela oportunidade."
completou

Quando começou a temporada, Nenê acabou perdendo espaço com o técnico Milton Mendes, que sacou o jogador do time. Mateus Vital - que não está mais no clube - herdou a camisa 10. O meia chegou a pedir rescisão de contrato e foi afastado. Milton saiu, Zé Ricardo chegou e colocou ele de volta no time titular, mas o jogador alternou bons e maus momentos e chegou a ser vaiado pela torcida. 
 

Foto: André Durão/GloboEsporte.com

Sua saída foi confirmada em seu instagram pessoal. Nenê publicou uma foto com os dizeres "Obrigado por tudo, Nação Vascaína", seguido do seguinte texto: 

Hoje me despeço deste gigante. 
O Vasco me abriu as portas em 2015 e, de lá pra cá, tem sido a minha casa. Um local no qual conquistei, trabalhei, triunfei e aprendi a respeitar com todo o meu coração. Vivi muita coisa boa com essa camisa, com momentos únicos, que ficarão pra sempre na minha memória. 
O amor e o respeito que obtive de vocês torcedores, companheiros e funcionários durante esse tempo, até em momentos difíceis jamais esquecerei. Essa história é nossa e nunca sairá do meu coração.
Eu agradeço a direção por entender a situação,e permitir viver um novo desafio na minha vida.
Obrigado aos torcedores cruz-maltinos. 
Estarei sempre na torcida!


Números

Títulos: Taça Guanabara (2016), Taça Rio (2017), Campeonato Carioca (2016)


Jogos: 129
Gols: 42
Assistências: 32


Em 2016 o jogador marcou 21 gols e deu 18 assistências, melhor ano em números. 

A competição que ele mais fez gols pelo Vasco foi o Brasileiro, são 14. Já em número de assistências, Nenê deu 12 passes para gols no Estadual. 

Ele tem um gol em 2018, diante da Cabofriense de pênalti.