Pikachu vive expectativa para a sua estreia na Libertadores

Lateral cruzmaltino "conta as horas" para jogar o seu primeiro torneio continental, logo esse, o mais importante das Américas.

Pikachu vive expectativa para a sua estreia na Libertadores
(Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Assim como em toda estreia, o frio na barriga é quase inevitável. E não será diferente para alguns jogadores do Vasco da Gama no confronto desta quarta-feira (31) contra o Universidad Concepción, do Chile. Um deles é Yago Pikachu, lateral do Gigante da Colina que desde 2016, quando chegou ao clube, sonha com esse dia. Será o primeiro jogo do atleta longe do Brasil e, para conter a espera e manter o foco, o jogador conta que os jogadores mais experientes do elenco explicam o sentimento de se jogar uma Libertadores. Entretanto, o mais importante, de acordo com o jogador, é fazer uma boa partida e levar o resultado "pra casa".

"A expectativa é boa. Assim como eu, a maioria do grupo nunca disputou essa competição. Tentamos conversar com os mais experientes, para saber como é o clima. Eles têm nos passado. Estamos focados, ainda temos esses dois dias antes do jogo, para nos prepararmos. Queremos chegar na quarta-feira e realizar uma boa partida para levar um bom resultado para casa. É a primeira vez que jogo uma partida oficial fora do país, uma experiência única. Estou feliz por participar desse tipo de competição, tão importante no nosso continente. Vou dar o meu máximo para ajudar da melhor maneira possível", afirmou o lateral.

Antes da viagem, por conta do conturbado momento político vivido no clube semanas atrás, mal sabia se os jogadores teriam suas passagens áereas compradas para o Chile. Resolvida o imbróglio jurídico, tudo foi solucionado e o Vasco pode fazer seu planejamento para a partida. A comissão técnica decidiu ir dias antes para a cidade em que será realizada a partida para que os jogadores se ambientem com o clima. Para Pikachu, foi um acerto dos companheiros do técnico Zé Ricardo, que também passaram o modo como o Universidad Concepción atua.

"Muito positiva a nossa chegada ao Chile alguns dias antes do jogo. Estamos nos adaptando o máximo possível ao clima, a cidade. Foi um grande planejamento do departamento de futebol. O Zé Ricardo também nos falou sobre o time deles. Ele está nos passando desde o início da pré-temporada os pontos fortes e fracos do adversário, para a gente saber aproveitar da melhor forma no jogo", finalizou o atleta.

O Expresso da vitória fez seu primeiro treino, no Chile, na noite desta segunda-feira (29), às 19H (horário de Brasília). A atividade foi realizada no Centro de Treinamento da Universidad de Chile. Antes do duelo desta quarta, o Vasco realizará um outro treinamento amanhã, no Estádio Municipal de Concepción, local da partida.