Vitória fica atrás duas vezes, mas vence Corinthians no Barradão

Em jogo com muitos gols e polêmicas, Rubro-negro arranca vitória por 3 a 2 no segundo tempo mesmo com um jogador a menos

Vitória fica atrás duas vezes, mas vence Corinthians no Barradão
Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Vitória
3 2
Corinthians
Vitória: Fernando Miguel; José Welison (Norberto, min 54), Victor Ramos, Ramom, Diego Renan; Amaral, Marcelo, Leandro Domingues; Marinho, Kieza, Vander.
Corinthians: Walter; Fagner, Felipe, Balbuena, Uendel; Bruno Henrique, Marquinhos Gabriel (Marlone, min 25), Elias (Luciano, min.34), Guilherme, Giovanni Augusto (Romero, min.30), André.
Placar: 0-1, min. 25, Uendel. 1-1, min 29, Leandro Domingues. 1-2, min 38, Fagner. 2-2, min 55, Marinho.
ÁRBITRO: Héber Roberto Lopes. José Wlison (MIN.10), Balbuena (MIN.14), Diego Renan (MIN.27), Elias (MIN.42)
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA SEGUNDA RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2016. REALIZADA NO ESTÁDIO DO BARRADÃO, EM SALVADOR, NA BAHIA.

Nesta ensolarada tarde de domingo (22) em Salvador (BA), O Corinthians perdeu para o Vitória fora de casa, em rodada válida pela 02ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016 por 3 a 2. Uendel abriu o placar para o time paulista, Leandro Domingues igualou para a equipe anfitriã,  Fagner colocou o Corinthians a frente no placar novamente, ainda na primeira etapa, mas no segundo tempo, Marinho empatou o jogo novamente com gol polêmico e após lindo passe de Leandro Domingues Kieza vira o jogo para o time da casa.

A derrota amplia a insatisfação da torcida corinthiana que viu o time empatar com o Grêmio, em casa, na rodada anterior. Ainda balançada com a eliminação na libertadores; essa derrota deixa moral do time lá em baixo, assim como sua posição na tabela.

Primeiro Tempo de futebol bem jogado

O público que foi ao Barradão neste domingo (22) pôde assistir à um primeiro tempo muito movimentado e com gols. Apesar do Corinthians ter saido com a vitória parcial na primeira etapa, quem começou atacando e oferecendo perigo à meta adversaria foi o time da casa, logo aos 2 min, Marinho cruza para a área, Ramon tenta jogar para dentro da pequena área, mas a bola vai para o gol; Walter toca nela e a bola bate na trave.

Depois disso o Corinthians teve maior posse de bola e dominou a maioria dos ataques do jogo. Destaque para Guilherme que participou da quase todas as jogadas de ataque e trabalhou bem a bola com Giovanni Augusto e Elias; aos 25 minutos de jogo, Giovanni tocou para Guilherme, que viu Uendel partindo pela esquerda; o lateral recebeu, ajeitou e bateu no canto de Fernando Miguel para abrir o placar.

Após sair a frente no jogo, a defesa paulista vacilou e permitiu Leandro Domingues fazer a jogada individual e empatar a partida. Depois de ganhar de Bruno Henrique e avançar com a  bola, que rebateu em Felipe e voltou para ele; com espaço ele bateu no canto de Walter fazendo o primeiro do time bahiano. Ao que tudo indicava o jogo voltaria a ter um equilibrio maior, o que não aconteceu. O Corinthians voltou a ter a posse de bola, e mais uma vez com um gol de lateral, o time virou o jogo com Fagner. A jogada começou com a bela troca de passes entre Fagner e Guilherme, que viu Giovanni Augusto avançar pela esquerda e lançou a bola para ele. O meia cruza para para o meio, André fura e Fagner aparece para concluir. O que concretizou um primeiro tempo corinthiano nota 8, muito bem jogado.

Arbitragem polêmica marca o segundo tempo

O Vitória voltou para o segundo tempo "endiabrado", Marinho que pouco apareceu no primeiro tempo foi o motor dos ataques do time da casa, não foi a toa que ele igualou o placar para Vitória aos 11 minutos do segundo tempo após jogada polêmica. Felipe vacilou e deixou Vander, que mais tarde seria expulso após tomar o segundo cartão amarelo; passar. O atacante tocou para trás, Uendel tentou afastar, mas a bola bateu em Marinho. Ele aproveitou e deixou o dele. Os corintianos pediram toque de mão do jogador rubro-negro, no entanto a arbitragem valida o tento.

O Corinthians apesar de criar, pecava na frente, e o time visto no primeiro tempo não conseguia encaixar a marcação e pagou o preço disso com um belo gol de Kieza, que também gerou polêmica pelo seu posicionamento, que realmente era legal. Leandro Domingues da belo passe por cima da defesa do Corinthians que fica parada, em linha, mas deixa o atacante em posição legal para fazer mais um.

Apesar de tanta polêmica em cima da arbitragem de árbitro Heber Roberto Lopes da FIFA, ele acertou nos lances. 

O Vitória que começou seu campeonato sendo goleado pelo Santa Cruz, conquista três pontos muito suados para aliviar a pressão neste começo de campeonato e renovar as esperanças do time rubro negro.