Vitória e Sport fazem clássico nordestino no Barradão visando afastamento do Z-4

Rubro-negros estão na parte de baixo da tabela e buscam vitória para não correrem risco de voltarem à degola

Vitória e Sport fazem clássico nordestino no Barradão visando afastamento do Z-4
(Foto: Felipe Oliveira/EC Vitória)
Vitória
Sport
Vitória: Caíque; Diego Renan, Victor Ramos, Kanu e Euller; Amaral, Willian Farias, Tiago Real e Flávio; Dagoberto e Vander. Técnico: Vagner Mancini.
Sport: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Rodney Wallace; Rodrigo Mancha, Ronaldo, Gabriel Xavier, Diego Souza e Éverton Felipe; Edmílson. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
ÁRBITRO: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ), auxiliado por Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Luiz Cláudio Regazone (RJ)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2016. Jogo a ser realizado no Estádio Manoel Barradas, o Barradão, em Salvador/BA, às 19h30 desta quarta-feira (29).

Leões, tradicionais, rubro-negros, nordestinos e fundados no mesmo dia (13 de maio). Vitória e Sport voltam a disputar duelo válido pelo Campeonato Brasileiro da Série A 2016. As equipes medem forças às 19h30 desta quarta-feira (29), no Estádio Barradão, em Salvador/BA, pela 12ª rodada da competição nacional.

As equipes estão em uma boa sequência de resultados. O Leão da Barra conquistou quatro pontos nas duas últimas rodadas e evitou passar mais tempo na zona de rebaixamento. O Leão da Ilha somou sete pontos nos últimos três jogos e saiu da degola após golear a Chapecoense no último fim de semana por 5 a 1. Os clubes precisam da vitória para evitar entrar na zona eliminatória no meio desta semana.

Atualmente, os baianos estão no 15º lugar, com 13 pontos ganhos, enquanto os pernambucanos ocupam o 16º posto, com 12 pontos somados, fora da zona de rebaixamento por ter melhor saldo de gols que o Botafogo, primeiro clube no Z-4.

Cheio de desfalques, escalação do Vitória é mistério

Os últimos sete dias foram de resultados considerados positivos. A vitória contra o Grêmio em Porto Alegre e o empate com a Ponte Preta em casa cumpriram à risca a estratégia montada pela comissão técnica. Porém, vencer o Sport é um resultado considerado fundamental para não perder quatro ou cinco pontos dentro de casa, onde tem a obrigação de vencer.

Para o clássico nordestino, são quatro desfalques importantes. O atacante Kieza, artilheiro da equipe na Série A, vai cumprir suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo. Outro atacante, Marinho, vice-artilheiro rubro-negro, sofreu fratura no nariz no último fim de semana. O goleiro Fernando Miguel sentiu dores na panturrilha e o meia Leandro Domingues sofreu contusão no ombro. Além destes, Guilherme Mattis está na fase de transição, Maicon Silva e Norberto estão machucados e Alípio se recupera de fratura no nariz.

Diante de tantas ausências, o técnico Vagner Mancini não adiantou a escalação nem a estratégia que pretende usar em campo. O comandante do Leão da Barra afirmou que o time vai sentir ausência dos titulares, evidentemente, mas que vai definir o time momentos antes do jogo começar e acredita no potencial dos escalados.

"Não é mistério. Tenho dúvidas. Dúvidas relacionadas não só ao esquema tático, mas também às peças. Vou ter que mexer na equipe, não tenho o Marinho nem o Kieza, terei que remodelar o ataque do Vitória. Se eu adiantar algo, corre o risco de, no momento do jogo, vocês não encontrarem a equipe que foi dita. Acho melhor guardar e soltar a equipe somente momentos antes da partida. Futebol é feito de oportunidade. A necessidade do Vitória é confirmar um bom jogo em casa contra uma equipe difícil", afirmou Vágner Mancini.

Com importante ausência, Sport tenta manter boa fase

Não houve muito tempo para comemorar a goleada imposta sobre a Chapecoense na última rodada do Brasileirão. A vitória tirou a equipe da zona de rebaixamento, embora a ameaça esteja muito grande por conta da proximidade de seus principais concorrentes. Os rubro-negros pernambucanos finalizaram a preparação para o duelo nordestino na manhã desta terça-feira (28) e embarcaram para a capital baiana em seguida.

Para o confronto desta noite, o técnico Oswaldo de Oliveira não poderá contar com alguns desfalques. O mais importante destes é o volante Rithely. Ídolo leonino, o jogador teve um edema na coxa diagnosticado e foi vetado por precaução. Aumentam a lista de ausentes o volante Serginho e o zagueiro Oswaldo Henríquez, também com lesão na coxa. Com isso, Matheus Ferraz segue na defesa, enquanto Ronaldo e Rodrigo Mancha irão formar a dupla de volantes. Rodney Wallace vai ser mantido na lateral-esquerda por agradar à comissão técnica.

Ronaldo entrou nos minutos finais e ainda deixou sua marca na expressiva vitória conquistada na última rodada. Com a possibilidade de substituir Rithely, o jogador, revelado nas categorias de base do Sport, tenta ganhar sequência e titularidade. Para isso, espera ter um bom desempenho na partida contra o Vitória.

"É a função que gosto de jogar. Sinto à vontade. Vou dar o meu melhor, como sempre faço nos treinos e jogos. Estou habituado a jogar de volante e vou dar o máximo. A semana está sendo positiva para mim. Marquei meu primeiro gol com a camisa do Sport no domingo. O Sport é um clube muito importante para a minha vida e o gol veio para abrilhantar a data do meu aniversário na [última] segunda-feira", falou o volante.