Mancini retoma esquema de três zagueiros em treino, mas esconde definição da escalação

Kanu e Noberto treinam entre os titulares nos lugares de Euller e Nickson. Técnico comanda treino tático e cobranças de pênalti

Mancini retoma esquema de três zagueiros em treino, mas esconde definição da escalação
Kanu treinou entre os titulares, mas Mancini não confirma a escalação (Foto: Divulgação/EC Vitoria)

O Vitória finalizou nesta terça-feira (19) a preparação para o jogo decisivo nessa quarta contra o Cruzeiro no estádio do Mineirão, pela terceira fase da Copa do Brasil. A equipe treinou no CT do Galo, do Atlético-MG, Minas Gerais.

O técnico Macini promoveu algumas mudanças no time, a começar pela defesa que ganha mais um zagueiro. Kanu figurou ao lado de Victor Ramos e Ramon na retaguarda rubro-negra, que dão proteção ao goleiro Caíque. Com isso, o atacante Nickson foi sacado do time.

A outra modificação foi nas laterais. Com a volta de Noberto, Diego Renan foi deslocado para a esquerda, enquanto que Euller treinou entre os reservas. De resto, William Farias e Marcelo fazem o meio de campo, enquanto que o ataque foi formado por Marinho, Dagoberto e Kieza.

Por ser o ponto forte do Cruzeiro, Macini trabalhou as jogadas aéreas ofensivas e defensivas em cobranças de escanteios e cruzamentos. Sempre orientando o posicionamento dos jogadores. Na outra parte do treino, ele explorou as cobranças de faltas e pênaltis, já que a vaga poderá ser decidida nos pênaltis se o time baiano vencer por 2 a 1. O Leão precisa ganhar por, no mínimo, dois gols de diferença. Caso marque a partir de três gols, o time fica com a vaga se alcançar qualquer triunfo.

Apesar de treinar com a formação de três zagueiros, o comandante rubro-negro escondeu o jogo e disse que só iria decidir a escalação do time minutos antes da partida. "Ainda não está definido. Hoje fiz uma formação pensando que o Paulo Bento talvez escale o Cruzeiro de uma forma. Então, eu também tenho outra forma de jogar. Eu tive a volta do Kanu, que não atuou contra o Atlético-PR. Por isso, essa é a minha montagem. Isso vai ser decidido amanhã antes da partida”, disse Mancini durante a coletiva.

Ele também não confirmou a formação do ataque. "O ataque também. Dependendo do sistema de jogo, eu vou ter que abrir mão de um atacante. Em função da entrada de mais um zagueiro. Acho que independente do esquema, o mais importante é o Vitória sair, desde o início do jogo, tentando buscar a sua vaga na próxima fase”, completou.

Após o treino, Mancini até participou do rachão com os jogadores. "Nem sempre (participo dos recreativos). Às vezes, eu entro. Hoje, para que desse número, acabei entrando (risos). Isso vai muito de comando. A minha metodologia de trabalho é que na véspera do jogo a gente relaxe mesmo, faça um treino onde o atleta possa brincar, onde a gente tira o máximo da ansiedade", contou o treinador que quase fez um gol na brincadeira.

O Vitória tem 21 jogadores relacionados para a partida contra o Cruzeiro. São eles:

Goleiros: Caique e Wallace;

Laterais: Norberto, Euller e Diego Renan;

Zagueiros: Josué, Kanu, Victor Ramos e Ramon;

Volantes: Marcelo, Willian Farias, Amaral e José Welison;

Meias: Flávio e Tiago Real;

Atacantes: Dagoberto, Marinho, Kieza, Vander, Nickson e Rodrigo Ramallo.