Caíque lamenta ausência da Seleção Sub-20: "Fiquei triste pois era um sonho"

Goleiro explicou o que aconteceu no aeroporto para não embarcar com a seleção para o México; perguntado sobre presença em jogo do Bahia, o camisa 23 foi categórico em afirmar torcida para o rubro negro

Caíque lamenta ausência da Seleção Sub-20: "Fiquei triste pois era um sonho"
Foto: Francisco Galvão/Vitória

Nesta sexta-feira (11), o Vitória seguiu sua preparação para o Campeonato Brasileiro. Na 35° rodada, a equipe vai até o interior paulista para pegar o Santos no próximo dia 17. O técnico Argel Fucks dividiu o treino desta tarde em duas partes, na primeira ataque e defesa fizeram duelos e em seguida foram feitos trabalhos de finalização. O Leão tem o oitavo melhor ataque do campeonato, com 34 gols.

Para o duelo contra o Peixe, o goleiro Fernando Miguel não estará a disposição porque irá cumprir suspensão automática de três cartões amarelos. Caíque, de 19 anos, entra em seu lugar. No início da semana, o novo arqueiro, que estava convocado para a Seleção Brasileiroa Sub-20, não pode viajar por problemas com o passaporte no aeroporto.

Caíque isentou o clube de não deixar o atleta viajar para o México com o restante da seleção. "Vou deixar claro. O Vitória não teve nada a ver com isso com minha ida. O clube quis que eu fosse ir, porque ganharia ritmo de jogo. O último foi contra o Flamengo. Voltaria dia 15 e jogaria dia 17. Aconteceu que o passaporte estava no bolso da calça, dentro do avião senti q ia cair e coloquei na mala. Me encontrei com o grupo em São Paulo. Desfiz a bolsa que não podia seguir viagem com ela e pus na mala. Na hora, mandei embarcar a mala e esqueci o pssaporte, lá e fiquei conversando com a turma. Na hora, me esqueci do passaporte e não pude viajar."

"Fiquei triste pois era um sonho. Comecei e conquistei meu espaço e jamais faria uma coisa que prejudicasse minha carreira. Peço desculpas a CBF e quero ser convocado para o Sul Americano no final do. Vou mostrar contra o Santos que mereço e vou tentar a vaga na seleção.", falou o goleiro sobre a chance desperdiçada.

Perguntado sobre a ida para o jogo do Bahia contra o Internacional na categoria sub-20, Caíque afirmou que foi para ver um colega e pôs a limpo sua paixão na cidade. "Todos tem amigos no futebol. Tenho amigos no Bahia e fui ver um amigo meu, Murilo, que jogou no Cruzeiro. Fiquei na porta da saída dos vestiários. Isso é chato pro torcedor do Vitória e Bahia. Eu não sou Bahia, desde pequeno fui Vitória. Comecei lá mas meu time aqui é o Vitória".

Caíque também lembrou que a equipe permanece unida em prol da busca pela Série A no ano que vem, sem cair para a B. "Jogo para darmos um passo e vamos entrar ligado para sair dessa situação. Estamos unidos e tenho certeza que a gente vai ntrar e dá o máximo pra a gente sair dessa situação.", finalizou.

O Vitória voltará sua preparação na manhã deste sábado (12). Os jogadores irão para o CT Manoel Pontes Tanajura para um trabalho físico e em seguida serão liberados, com reapresentação apenas na segunda-feira (14).