Grã-Bretanha vence Austrália e demonstra força como candidata no hóquei feminino

Britânicas mostraram grande potencial em jogo marcado por muitos tiros penais e lances faltosos

Grã-Bretanha vence Austrália e demonstra força como candidata no hóquei feminino
Britânicas levaram a melhor em partida diante da Austrália (Foto:Divulgação/GettyImagens)
Grã-Bretanha
2 1
Austrália
Grã-Bretanha: Maddie Hinch; Laura Unsworth, Crista Cullen, Kate Richardson-Walsh, Ansley Giselle Ansley; Helen Richardson-Walsh, Susannah Townsend, Shona McCallin; Alex Danson, Sophie Bray. Técnico: Craig Keegan.
Austrália: Rachael Lynch; Casey Sablowski, Jodie Kenny, Georgina Morgan; Brooke Peris, Karri McMahon, Madonna Blyth, Jane Claxton; Georgie Parker, Kathryn Slattery, Emily Smith. Técnico: Adam Commens.
INCIDENCIAS: Partida válida pela primeira rodada do torneio de hóquei feminino, na Olimpíada Rio 2016

Em mais uma noite Olímpica da Rio 2016, Grã-Bretanha e Austrália foram a campo pela disputa do Hóquei sobre a grama feminino. E, em um confronto sem qualquer favorito no certame, as britânicas souberam aproveitar cada minuto para estudar e crescer no jogo.

Quando a árbitro da partida apitou o ínicio do jogo, o clima começou a esquentar e as chances começaram a surgir. Eram lances precisos e bem colocados por ambas as equipes. Porém, esses tentos não saíram do papel em vista de um jogo pouco criativo e efetivo.

Iniciou-se o segundo periodo com saída errada para a Grã-Bretanha e uma bela chance de contra ataque para as australianas, as quais não souberam aproveitar. Pênalti corner marcado para a Austrália para a defesa fácil da goleira britânica, Maddie Hinch.

Grã-Betanha ia chegando bem no contra ataque, mas Helen dominou a redonda com o uso do corporal e a jogada foi anulada por Laurine. Britânicas até então mostravam um melhor aproveitamento em campo, assim trazendo uma total insegurança para a seleção rival, que tentava a qualquer custo afastar a redonda de seu campo.

Mais um pênalti corner para a Austrália e, pela terceira vez no jogo, a seleção não foi efetiva o bastante para marcar aquele que mais tarde podia ser seu gol da vitória. Um minuto para acabar a segunda etapa e nada mais podia ser feito. Fim do primeiro tempo de Hóquei na Rio 2016 sem alteração no placar.

Na terceira etapa de partida, a situação tendia a melhorar. As seleções buscavam se instabilizar em campo e em consequência carimbar o resultado. Mas quem realmente aderiu este discurso foram as atletas britânicas que tentavam constantemente abrir o placar.

Pênalti corner marcado a favor da Austrália, o seu quarto na partida. Contudo, este foi batido com efetividade e surtiu um grande efeito, o gol foi marcado pela principal marcadona australiana, Morgan. Taco da goleira Maddie acaba impedindo a Austrália de prosseguir sua jogada e mais uma penalidade corner é assinalada, porém a bola saiu pelo lado direito do gol. 1 a 0 para a Austrália.

As faltas dentro da área adversária haviam virado rotina e com elas o famoso pênalti corner também. Neste caso, foram marcados dois em um só lance, quando, as britânicas erraram a primeira penalidade e as adversárias deixaram a emoção subir para a cabeça e marcaram uma falta grave ainda no círculo, mais uma penalidade a ser cobrada. Lance cobrado para o gol da Grã-Betanha, 1 a 1. 

Alex Danson marcou mais um para a Grã Bretanha, quando, em uma bela jogada construída no meio de campo, a bola chegou ao círculo do gramado e vai parar no fundo do gol. Fim do terceiro periodo, placar de 2 a 1 para a seleção britânica.

No quarto e último periodo, as equipes pareciam mais equilibradas e confiantes, afinal estavam ali duas das grandes seleções do Hóquei mundial. Entretanto, a vitória britânica prevaleceu em uma partida emocionante entre duas cantidatas ao Ouro Olímpico 2016.