Alemanha conquista virada sobre Nova Zelândia e segue invicta no hóquei feminino

Oldhafer e Schroeder fizeram os gols da vitória sobre neo-zelandesas na segunda rodada do Grupo A nos Jogos Olímpicos

Alemanha conquista virada sobre Nova Zelândia e segue invicta no hóquei feminino
Foto: Getty Images
Alemanha
2 1
Nova Zelândia

Pelo Grupo A do hóquei sobre a grama feminino, a Alemanha venceu a Nova Zelândia de virada na tarde desta segunda-feira (8). As alemãs saíram atrás em gol de Webster, mas reagiram, tomaram o controle no segundo e no terceiro períodos para virar com Oldhafer e Schroeder.

Com a vitória, a Alemanha segue invicta, pois havia empatado por 1 a 1 com a China. Já as neo-zelandesas conheceram a primeira derrota nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

A Nova Zelândia teve as primeiras boas chances, mas arrematou um pênalti corner e uma finalização da área para fora, a centímetros da trave. Cochs também tentou marcar, mas a jogada foi anulada pela arbitragem por um toque no pé antes da defesa da goleira alemã.

Na insistência, uma jogada ensaiada surgiu da esquerda e o cruzamento de Charlotte Harrison encontrou a boa colocação de Webster, que fez 1 a 0 às neo-zelandesas. A Alemanha, apesar de uma jogadora a menos por um cartão recebido, cavou um pênalti corner com a camisa 18. Entretanto, Oldhafer desperdiçou no rebote e jogou à esquerda da meta.

No início do segundo período, a redenção: Oldhafer trouxe para o meio e finalizou forte, numa tacada seca para igualar as coisas no Rio de Janeiro: 1 a 1. Em grande lançamento, Stapenhorst recebeu livre, finalizou na goleira e, no rebote, jogou à esquerda, desperdiçando a oportunidade da virada. Em seguida, outra chance de Stapenhorst e a zaga neo-zelandesa afastou a bola quase sobre a linha do gol.

Ao terceiro período de jogo, Mävers investiu em velocidade e a goleira da Nova Zelândia aplicou um milagre ao esticar-se e salvar a bola em defesa de puro reflexo. E a tarde não era mesmo de Stapenhorst, que ajeitou dentro da área, tentou erguer a bola para finalizar no alto e se atrapalhou, em novo desperdício. A Alemanha seguiu a pressionar, mas não conseguia o gol.

Até que a arbitragem marcou um pênalti corner e, na cobrança, Anne Schroeder foi efetiva para fazer 2 a 1 em favor das alemãs. O último período começou perigoso com a Nova Zelândia a todo vapor para retomar ao menos o empate. A Alemanha defendeu um pênalti corner restando 8 minutos para o final.

Em momento de pressão da Nova Zelândia, Neal cometeu falta de ataque e atrapalhou os planos da seleção da Oceania. A blitz neo-zelandesa foi impressionante, mas a Alemanha segurou a vitória de virada por 2 a 1.