Grã-Bretanha vence Índia e ganha forças em busca do ouro pelo hóquei feminino

Em uma partida impecável, britânicas dominaram a Índia e seguem firmes na Rio 2016

Grã-Bretanha vence Índia e ganha forças em busca do ouro pelo hóquei feminino
Grã-Bretanha vence a Índia e ganha forças na Rio 2016 (Foto: GettyImages)
Grã-Bretanha
3 0
Índia
Grã-Bretanha: Maddie Hinch; Laura Unsworth, Crista Cullen, Kate Richardson-Walsh, Ansley Giselle Ansley; Helen Richardson-Walsh, Susannah Townsend, Shona McCallin; Alex Danson, Sophie Bray. Técnico: Craig Keegan.
Índia: Savita; Ekka Deep, Deepika, Sunita Lakra, Sushila Pukhrambam; Monika, Nikki Pradhan, Lilima Minz; Anuradha Thokchom, Vandana Katariya, Rani.
ÁRBITRO: Partida válida pelo Hóquei feminino pelas Olimpíadas Rio 2016

Em um jogo veloz e extremamente inteligente, Grã-Bretanha e Índia dispuram em 60 minutos o hóquei feminino na Olimpíada Rio 2016. E, com um desempenho impecável, as britânicas foram dominantes durante todo o embate e mais uma vez sagraram-se vencedoras.

No primeiro período, ambas as seleções não encontraram o caminho do gol e ficaram no 0 a 0. Já no segundo, as Britânicas mostraram sua grande habilidade ao marcar seu primeiro gol na partida e construir em seguimento o segundo, quando, em uma bola bem trabalhada no meio de campo, as mesmas foram inteceptadas pela defesa indiana. Entretanto, não desistiram da jogada e marcaram 2 a 0, agora com a atleta Nicola Write.

Grã-Bretanha voltou a brilhar no terceiro quarto com Alex Danson, a britânica marcou o placar elástico de 3 a 0 para as mesmas. Torcida indiana nesse momento mostrava-se inconformada com a atuação de suas representantes na Rio 2016, as quais eram visivelmente dominadas pelas adversárias.

Pênalti corner marcado para as britânicas, quando, a bola bateu no pé de atleta indiana que, impediu o prosseguimento da jogada. Jogadoras se posicionaram para a cobrança do corner, mas a redonda foi rapidamente interceptada pela defesa indiana.

Em um lance perigoso no grande círculo, bola bateu novamente no pé de atleta indiana e a árbitra da partida interrompeu o período. A bola voloua a rolar e pênalti corner não foi marcado, pois, segundo a árbitra, o lance não poderia resultar em gol. Na sequência, falta para a Índia, e sem efetividade alguma a redonda vai para fora. 

Pelo quarto e último tempo, a Índia não conseguia sair de seu campo de defesa, tampouco pressionar a área adversária para tentar cravar uma penalidade corner. Em uma cobrança de escanteio, uma grande chance foi desenhada no círculo, porém Meddie fez a defesa.

O clima começou a esquentar, foi marcado o primeiro pênalti corner a favor da Índia. Indiana efetuou a cobrança, mas a bola bateu no pé da atleta britânica e um novo corner foi marcado e, dessa vez, a bola saiu desviada. Fim de jogo: 3 a 0  para a Grã-Bretanha.

Indianas apertaram na marcação, contudo não conseguiram impedir a vitória britânica que, com muitos dribles, jogadas pelas laterais, muita garra e velocidade venceram mais uma vez na Rio 2016, tonando-se assim, fortes candidatas ao Ouro Olímpico.