Alemanha sofre, mas bate Coreia do Sul no fim e segue invicta no hóquei feminino

Gols foram marcados no último período e placar de 2 a 0 deixa alemãs na liderança do Grupo A dos Jogos Olímpicos

Alemanha sofre, mas bate Coreia do Sul no fim e segue invicta no hóquei feminino
Hannah Kruger, autora do primeiro gol na vitória alemã (Foto: Bryan Lennon / Getty Images)
Alemanha
2 0
Coreia do Sul
Alemanha: REYNOLDS, LORENZ, ORUZ, SCHRODER, STAPENHORST, WIELAND-MULLER, TESCHKE, ALTENBURG, HAUKE, MULLER, OLDHAFER, SCHUTZE E HANNAH KRUGER
Coreia do Sul: JANG, SEO, AN HYOJU, HAN HYE LYOUNG, KIM, CHEON, KIM HYUNJI, HONG, JANG HEESUN, LEE E PARK.
Placar: 1-0, Hannah Kruger. 2-0, Altenburg
INCIDENCIAS: Partida válida pela 3ª rodada do Grupo A do hóquei sobre a grama feminino nos Jogos Olímpicos Rio 2016

No início da tarde desta terça-feira (10), Alemanha e Coreia do Sul duelaram pelo hóquei de grama feminino nos Jogos Olímpicos Rio 2016. O páreo foi duro, mas as alemãs venceram com gols no último período, marcados por Hannah Kruger e Altenburg: 2 a 0.

Com a vitória, as alemãs seguem firmes na liderança da chave A, com dois triunfos e um empate. Já a Coreia do Sul somou seu terceiro revés e está em situação complicada na competição.

Na próxima rodada, a Alemanha enfrenta a Espanha na quinta-feira (11), às 17h. Já a Coreia do Sul tem clássico asiático contra a China na sexta-feira (12), às 10h.

O primeiro quarto de jogo reservou o placar inalterado. Já no segundo período, a Alemanha teve grande chance em penalty corner marcado. Stapenhorst cobrou e desperdiçou a oportunidade das europeias inaugurarem o marcador.

A Alemanha era mais incisiva, mas não transformou a posse de bola e as chegadas em gols. Lorenz sentiu lesão faltando 41 segundos para o fim da primeira metade e o jogo ficou paralisado para sua recuperação. As alterações feitas nas duas equipes renovaram o fôlego, mas também não surtiram efeito em criação de finalizações.

No início da segunda metade, Schutze teve a chance pelo meio ao receber de Stapenhorst, mas não conseguiu efetuar o drible e foi desarmada pela coreana. Aos 38 minutos agregados de disputa, Cheon ganhou passe na área, finalizou e a goleira Reynolds salvou. No rebote, a tentativa asiática foi para fora, por detalhes.

No final do terceiro período, com mais de 44 minutos acumulados em 0 a 0, Kim Jongeun tomou um cartão amarelo e precisou deixar o campo de jogo por cinco minutos.

Na arrancada do último período, Oldhafer buscou o tento e a bola foi bloqueada pelo pé da jogadora coreana. Assim, um penalty corner acendeu as possibilidades alemãs no jogo, porém, a goleira Jang fez grande defesa no chão para salvar. A Alemanha pediu o vídeo para ter um novo penalty corner no lance, mas a solicitação foi deferida na conferência.

Seo cometeu falta por trás e tomou o cartão amarelo da árbitra. Coreia do Sul novamente com uma jogadora a menos. Stapenhorst seguia a caçar seu gol, mas houve um toque no pé em sua investida pela direita, ao restar 9 minutos.

A Coreia respondeu com uma jogada no ataque e Wieland-Muller cortou para fora. Na saída em contra-golpe alemão, Oldhafer apareceu na cara do gol e a goleira Jang deu uma espécie de carrinho para interceptar. As alemãs pediram penalty corner, mas corretamente não foi marcado.

Enfim, Hannah Kruger cobrou penalty corner a 5 minutos do fim e tirou o cadeado do placar: 1 a 0 para Alemanha. Com a vantagem, Altenburg ainda aproveitou bola na área para colocar no ângulo e ampliar em 2 a 0. Sem tempo para reação, a Coreia conheceu sua terceira derrota.