Bélgica mantém 100% ao quebrar série invicta da Espanha no hóquei sobre grama masculino

As duas melhores seleções do Grupo B se enfrentaram em um jogo empolgante que deu a vitória para a Bélgica

Bélgica mantém 100% ao quebrar série invicta da Espanha no hóquei sobre grama masculino
Foto: Divulgação / Twitter / @LaLiga4Sports
Espanha
1 3
Bélgica
Espanha : QUICO CORTES; SERGI ENRIQUE, MIGUEL DELAS, ANDRES MIR, JOSEP ROMEU; DAVID ALEGRE, ROC OLIVA, SALVADOR PIERA, MANEL TERRAZA; PAU QUEMADA, XAVI LLEONART.
Bélgica : VINCENT VANASCH; ARTHUR VAN DOREN, LOICK LUYPAERT, ELLIOT VAN STRYDONCK; JOHN-JOHN DOHMEN, EMMANUEL STOCKBROEKX, FELIX DENAYER, SIMON GOUGNARD; THOMAS BRIELS, BOON TOM, FLORENT VAN AUBEL.
Placar: 0-1, MIN. 5, SEBASTIEN DOCKIER. 0-2, MIN. 17, EMMANUEL STOCKCROEKX. 0-3, MIN. 20, CEDRIC CHARLIER. 1-3, MIN. 40, PAU QUEMADA.
ÁRBITRO: CARTÃO VERDE: VICENT RUIZ (MIN. 20, 2TH). BOSCO PEREZ-PLA (MIN. 29, 2TH). PAU QUEMADA (2TH). FELIX DENAYER (MIN. 51, 4TH). CARTÃO AMARELO: PAU QUEMADA (MIN. 49, 4TH). JOHN-JOHN DOHMEN (MIN. 58, 4TH).
INCIDENCIAS: PARTIDA 12 DO GRUPO A DE HÓQUEI SOBRE GRAMA MASCULINO, NAS OLIMPÍADAS RIO 2016. JOGO REALIZADO ÀS 13H30 NO CENTRO OLÍMPICO DE HÓQUEI. NO RJ.

Nesta quinta-feira (11) Espanha enfrentou a Bélgica pelo Grupo B de Hóquei sobre Grama, nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Esta foi a décima segunda partida da fase preliminar, aonde só sairão quatro classificados de cada grupo. Até agora a Espanha ainda não havia perdido na competição. Os Red Lions, como se autodenominam, ganharam de 3 a 1 e segue sem perder, sendo agora a melhor seleção do segundo grupo. 

De um lado a muitas vezes campeã, Espanha, com quatro medalhas; três de prata e um bronze, Moscou em 1980, Atlanta em 1996, Pequim em 2008, e Roma em 1960, respectivamente. Do outro a Bélgica que só subiu ao pódio apenas uma vez, quando jogou em casa em 1920, e ficou com o bronze.

Logo no começo do jogo com 5 minutos, a Bélgica surpreendeu os espanhois com um belo arremesso e abriu o placar com Sebastien Dockier.

O primeiro período da partida não foi muito agitado, a bola esteve em jogo na maioria do tempo. Tivemos apenas três penalty córners para a Bélgica, e nenhum para a Espanha. A equipe belga obteve as melhores chances dos primeiros 15 minutos.

Na volta do segundo período, com apenas 17 segundos de jogo, os belgas aumentaram o placar com um arremesso de Emmanuel Stockbroekx. 2 a 0 Bélgica.

O terceiro gol da Bélgica veio aos 20 minutos com Cedric Charlier.

Logo depois com 21 minutos no segundo tempo, a Bélgica continuava gostando do jogo e levando mais perigo. O goleiro espanhol fez uma ótima defesa do arremesso de John-John Dohmen.

No terceiro período, os belgas ainda dominavam o jogo, mas a primeira chance de gol na faixa dos 32 minutos foi da Espanha, com Salvador Piera. Mas o jogador não conseguiu a conclusão.

No terceiro período, aos 40 minutos, a Espanha finalmente reagiu e diminuiu o placar no Centro Olímpico de Hóquei. Pau Quemada em uma cobrança de penalty córner fez o primeiro gol espanhol.

Nos quinze minutos finais, a Espanha dominou o jogo e esboçou uma reação, teve boas chances de diminuir e até empatar o placar, mas nada mudou. 3 a 1 para a Bélgica.

Esta foi a primeira derrota da Seleção Espanhola nas Olimpíadas Rio 2016.