É campeã! Argentina supera todas as favoritas e conquista inédita medalha de ouro no hóquei

Argentinos nunca haviam subido ao pódio, na Rio 2016 exorcizaram fantasmas e levaram o ouro na sua primeira final

É campeã! Argentina supera todas as favoritas e conquista inédita medalha de ouro no hóquei
Foto: Divulgação / Twitter / ARG Field Hockey
Bélgica
2 4
Argentina
Bélgica: VINCENT VANASCH; ARTHUR VAN DOREN, LOICK LUYPAERT, ELLIOT VAN STRYDONCK; JOHN-JOHN DOHMEN, EMMANUEL STOCKBROEKX, FELIX DENAYER, SIMON GOUGNARD; FLORENT VAN AUBEL, THOMAS BRIELS, TANGUI COSYNS. TÉCNICO: SHANE MCLEOD.
Argentina: JUAN VIVALDI; GONZALO PEILLAT, JUAN GILARD, PEDRO IBARRA; IGNACIO ORTIZ, JUAN LOPEZ, MANUEL BRUNET, LUCAS ROSSI; FACUNDO CALLIONI, LUCAS VILA, AGUSTIN MAZZILLI. TÉCNICO: CARLOS RETEGUI.
Placar: 1-0, MIN. 2, TANGUY COSYNS. 1-1, MIN. 11, PEDRO IBARRA. 1-2, MIN. 14, IGNACIO ORTIZ. 1-3, MIN. 21, GONZALO PEILLAT. 2-3, MIN. 44, GAUTHIER BOCCARD. 2-4, MIN. 59, AGUSTIN MAZZILLI.
ÁRBITRO: JOHN WRIGHT. CARTÃO VERDE: CEDRIC CHARLIER (MIN. 28, 2TH), AGUSTIN MAZZILLI (MIN. 42, 3TH).
INCIDENCIAS: FINAL OLÍMPICA DE HÓQUEI, NA RIO 2016. PARTIDA REALIZADA NO CENTRO OLÍMPICO DE HÓQUEI, ÀS 17H.

A final olímpica do hóquei sobre grama masculino, foi realizada entre Bélgica e Argentina, nesta quinta-feira (18), no Centro Olímpico de Hóquei. E com quatro gols no placar, dois de vantagem sobre os belgas, Los Leones são os medalhistas olímpicos da Rio 2016. Os Red Lions ficaram com a inédita medalha de prata. O score final da partida foi de 4 a 2 para os campeões.

Esta foi a primeira vez em que as duas seleções chegaram à uma final olímpica. Os argentinos nunca haviam subido ao pódio antes, tendo sua melhor colocação um quinto lugar nos Jogos Olímpicos de Londres em 1948. O cume dos belgas foi uma medalha de bronze conquistada em casa, em 1920. 

As campanhas finalistas

A Argentina, grande campeã, não foi favorita nas partidas que disputou, mas superou-se em cada desafio, eliminando seleções de grandes nomes. Integrou o Grupo B, junto com a seleção que fora favorita, Alemanha. Os argentinos acabaram a fase preliminar com 13 pontos, e em terceiro lugar. Disputaram cinco partidas, ganharam duas, empataram duas e perderam apenas uma. Nas quartas de final a seleção eliminou a Espanha, vencendo de 2 a 1. Na semifinal enfrentou a Alemanha, fazendo um placar histórico de 5 a 2, e então passando para a grande final.

A medalhista de bronze, Bélgica, fez parte do Grupo A nos jogos preliminares, tornou-se favorita, e eliminou seleções com pouca tradição no hóquei sobre grama. Somou 12 pontos, fez a melhor campanha e acabou classificando-se em primeiro. Jogou cinco partidas, ganhou quatro, não empatou nenhuma, e perdeu apenas uma. Nas quartas de final, enfrentou a seleção indiana e venceu por 3 a 1. Passou pela semifinal eliminando a Holanda por 3 a 1, e chegando para a final sendo favorita.

Os seis gols e o ouro argentino

A partida começou agitada, e logo com 2 minutos de jogo, o placar foi aberto. Em um arremesso forte, a então favorita Bélgica, saiu na frente com um gol de Tanguy Cosyns.

Aos 11 minutos do primeiro período, os belgas ainda continuavam dominando a partida. Mas foi em uma cobrança de penalty córner, que Pedro Ibarra empatou tudo para os argentinos.

No final dos primeiros 15 minutos, ainda sobrou tempo para Ignacio Ortiz aos 14 minutos virar o jogo para Los Leones.

No segundo período, a Bélgica voltou controlando as melhores oportunidades da partida. Aos 17 minutos ganhou um penalty córner e por pouco não empatou a partida.

Depois de perder algumas ótimas chances, os belgas tomaram o terceiro gol aos 21 minutos. Gonzalo Peillat após uma cobrança de córner curto abriu dois de vantagem para os argentinos.

O terceiro tempo foi recheado de oportunidades para ambas as equipes, mas as duas também se defendiam com precisão. Foi no finalzinho, aos 44 minutos que Gauthier Boccard diminuiu a desvantagem e fez o segundo gol belga.

No quarto e último período o jogo pegou fogo, a Argentina ganhava a partida, mas nada parecia estar definido. A Bélgica não desistiu do jogo e tentou empatar os pontos para levar a decisão para as cobranças de pênalti.

Entretanto, aos 59 minutos, a Argentina marcou o quarto gol e colocou as duas mãos na medalha de ouro. Agustin Mazzilli arremessou e anotou o gol que deu para a Argentina a sua primeira vitória olímpica.

Os argentinos foram medalhistas de ouro pela primeira vez em sua história no hóquei sobre grama. A Bélgica também quebrou seu próprio recorde e conquistou a sua melhor colocação, conquistando a medalha de prata.

O bronze ficou com a Alemanha, que venceu a Nova Zelândia por 4 a 3 nas cobranças de pênalti, após terminar o tempo normal em 1 a 1.