Repórter faz história e será a primeira mulher a narrar partida de futebol em Minas Gerais

Jornalista da VAVEL Brasil, Isabelly Morais será a narradora do jogo entre América-MG e ABC, no Independência, pela Série B

Repórter faz história e será a primeira mulher a narrar partida de futebol em Minas Gerais
Isabelly tem apenas 20 anos (Foto: Charley Moreira/VAVEL Brasil)

No dia dedicado ao profissional radialista, a jornalista Isabelly Morais recebeu uma tarefa diferente em sua escala na Rádio Inconfidência. A jovem mineira, de 20 anos, foi incumbida de narrar o jogo entre América-MG e ABC, nesta terça-feira (7) à noite, na Arena Independência, em Belo Horizonte, pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Às 19h, ela dará início à jornada da partida, que entrará para a história do jornalismo mineiro. Isso porque nenhuma outra rádio do estado havia ousado colocar uma mulher para narrar um jogo de futebol.

Na manhã desta terça, os elogios começaram a pipocar nas redes sociais. Várias exaltações à menina que se diz apaixonada pelo jornalismo esportivo. “Eu estou sentindo uma expectativa muito boa para me descobrir dentro da profissão, dentre as várias possibilidades ela pode me apresentar. Eu sou apaixonada pelo jornalismo, pelo esporte. É uma oportunidade de eu ver por quais caminhos eu posso caminhar dentro da minha paixão, que é o jornalismo esportivo”, afirmou à VAVEL Brasil.

Isabelly Morais após cobrir a final da Copa do Brasil de 2017, no gramado do Mineirão (Foto: Marcelo Neves/VAVEL Brasil)
Isabelly Morais após cobrir a final da Copa do Brasil de 2017, no gramado do Mineirão (Foto: Marcelo Neves/VAVEL Brasil)

Graduando o 5º período do curso de Comunicação Social com ênfase em Jornalismo na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), a estagiária da Rádio Inconfidência ainda não se vê na condição de inspiração para outras meninas. “Mas eu sei que isso pode acontecer, porque quando alguém abre a porteira, todo mundo vai atrás. Então, eu espero muito que as meninas vejam é possível, muito possível, você ter a coragem de chegar num meio como o jornalismo esportivo e dar as caras, mostrar seu potencial, sem ligar para o que as pessoas vão falar”, destacou.

O coordenador de esportes da Rádio Inconfidência, José Augusto Toscano, revelou que, quando contratou Isabelly, deixou claro que iria testá-la como narradora. Segundo ele, era um sonho antigo ver uma mulher narrando um jogo de futebol.

Isabelly eu já tinha amadurecido bem a ideia, deixei claro, e ela desde o principio. Ela é uma pessoa muito firme naquilo que quer. Ela surgiu e eu disse: ‘você vai ser narradora’. Ela falou: ‘eu nunca fui narradora’. Mas eu disse: ‘que bom, porque eu nunca fui jornalista e me tornei jornalista ao longo da vida’. É assim que as coisas começam”, explicou Toscano à reportagem.

Além de estagiária na Rádio Inconfidência, Isabelly é coordenadora da editoria do Cruzeiro na VAVEL Brasil.

Mais oportunidade no rádio

Toscano pretende continuar fornecendo espaço às mulheres que visam ingressar no jornalismo esportivo. Pensando nisso, o coordenador de esportes da Rádio Inconfidência revelou quer achar outras estagiárias como Isabelly.

Eu estou para escolher uma vaga de estagiário, e, se tiver alguma menina que esteja interessada, ou um cara também, vá para frente. Hoje, a Isabelly estreia, isso não vai se limitar a hoje, e tenho certeza que o êxito vai ser muito grande. Uma coisa que eu falei com ela e falo todos os estagiários quando entram lá: errem, não tenham medo e preocupação em errar. É assim que a gente aprende. Pode parecer um clichê, mas eu acredito muito nisso”, encerrou Toscano.