Ouro Olímpico: relembre a conquista de Aurélio Miguel em Seul 1988

Relembre a trajetória do judoca paulistano que, em Seul, conquistou o primeiro ouro brasileiro no Judô

Ouro Olímpico: relembre a conquista de Aurélio Miguel em Seul 1988
Ouro Olímpico: relembre a conquista de Aurélio Miguel em Seul 1988

Entre os dias cinco e 21 de agosto de 2016 acontece a 31ª edição dos Jogos Olímpicos. Neste ano, a competição mais importante do esporte mundial ocorre na Cidade Maravilhosa: o Rio de Janeiro. Neste especial da VAVEL Brasil, relembre a história da conquista pioneira de Aurélio Miguel para o judô brasileiro. 

Nascido em 10 de março de 1964 na capital paulista, o judoca Aurélio Miguel começou a lutar com menos de quatro anos. Filho de pais catalãos, o paulistano escolheu o judô por conta de problemas respiratórios, que o impediam de praticar esportes de maior demanda aeróbica. Pouco depois, ele passou a treinar com seu maior senseiMassao Shinohara

Apesar de não gostar de competir, Aurélio ganhou seu primeiro título de repercussão internacional em 1982, quando conquistou a medalha de prata no Mundial Universitário por equipes. No ano seguinte, aos 18 anos, conquistou o ouro no Mundial Júnior realizado em Porto Rico. Também em 1983, foi finalista no Pan-Americano de Caracas, na Venezuela. Quatro anos mais tarde, foi campeão no Pan de Indianápolis, nos Estados Unidos. Já no final da temporada, foi bronze no Mundial de Essen, na Alemanha.

Trajetória até a final

Com bons resultados, o judoca chegava para a disputa dos Jogos Olímpicos em Seul confiante e como um dos favoritos. Disputando na categoria meio-pesado (95 kg), o brasileiro estreava na competição. 

“Eu estava indo para a Olimpíada e realizando o meu sonho. Quando chegamos a Seul, foi uma festa. Saímos para conhecer a Vila e era tudo novidade. Depois teve a abertura da Olimpíada e, como o judô era um dos últimos esportes a disputar as medalhas, nós pudemos participar. Então começamos os treinamentos e a preparação. Tínhamos que tomar muito cuidado para não ficarmos deslumbrados e com isso desviarmos do foco” declarou.

“Quando a disputa do judô começou, com a luta do Sérgio Pessoa, fui lá para assistir. Me lembro bem que fiquei ansioso quando vi aquele ginásio lotado. Eu falei: ‘Meu Deus do Céu!’, ao ver todas aquelas pessoas nas arquibancadas com todos aqueles tambores. Era um barulho enorme e uma energia que nunca tinha visto. E eu também nunca tinha visto tantos jornalistas e fotógrafos juntos. Ali eu entendi o que era uma Olimpíada” admitiu o judoca. 

No dia 30 de setembro, Aurélio voltava ao ginásio para, enfim, fazer sua estreia. Com atuações históricas, venceu Dennis Stewart da Grã Bretanha, Bjarni Fridriksson da Finlândia - bronze em Los Angeles 1984 - Juri Fazi da Itália e Jiri Sosna da República Tcheca para chegar à tão sonhada decisão. 

Grande Final

Na final, Aurélio Miguel enfrentaria o alemão Marc Meiling. No confronto direto até então, o brasileiro tinha cinco vitórias contra apenas duas do adversário.

"Começou a luta e o alemão veio em um ritmo forte. Eles estudavam muito bem a gente. E ele entrou em um ritmo alucinante. Foi uma luta acelerada. E no terceiro minuto ele começou a cansar. No quarto minuto ele cansou para valer e foi onde tive vantagem. Ele tomou uma punição. No finalzinho, quase encaixei um golpe. Mas ele perdeu por punição mesmo” narra Miguel e completa: “Na hora que acabou a luta, eu soube da vitória. Eu saí e já levantei o braço, porque sabia que tinha vencido. Naquela hora em que você ganhou a luta, imediatamente você começa a pensar: ‘Puxa, eu ganhei a Olimpíada!’ Parece que você está andando nas nuvens de tão leve que fica."

A conquista, além de ter realizado um sonho para Aurélio Miguel, foi uma grande vitória para o judô brasileiro, que na época não tinha a estrutura que possui hoje e tinha base nos talentos indiviuais. “O Aurélio foi o nosso grande líder nessa questão e tenho certeza que os frutos que os atletas colhem hoje, foram plantados naquela época” admite o judoca Rogério Sampaio, ouro em Barcelona 1992

Ficha Técnica

Nome: Aurélio Fernández Miguel

Nascimento: 10 de março de 1964 (52 anos)

Nacionalidade: São Paulo, Brasil

Medalhas nas Olimpíadas: Ouro em Seul 1988 e Bronze em Atlanta 1996


Share on Facebook