Lendas Olímpicas: Félix Savón, o ex-pugilista amador com três ouros olímpicos

Felix Sávon iniciou a carreira aos 13 anos e foi forçado a se aposentar aos 34, o pugilista nunca se profissionalizou, mas conquistou três ouros em Olimpíadas

Lendas Olímpicas: Félix Savón, o ex-pugilista amador com três ouros olímpicos
Lendas Olímpicas: Félix Savón, o ex-pugilista amador com três ouros olímpicos

O esporte traz a tona grandes histórias e grandes personagens, uma dessas histórias é do ex-pugilista cubano, Félix Savón. O boxeador dos pesos pesados nasceu numa província de Guantánamo em 1967, e iniciou sua carreira cedo com apenas 13 anos de idade. Entre as idas e vindas de ônibus aos treinos era difícil projetar que o gigante – de 1,96m de altura – seria um dos maiores nomes do esporte.

Savón lutou durante vinte anos e foi forçado a se aposentar aos 34, idade limite para disputa de Boxe amador. Durante seus anos em atividade, o cubano colecionou títulos, medalhas de ouro e um recorde impressionante na carreira, foram apenas 21 derrotas para 362 vitórias. Das suas 17 medalhas apenas uma não é de ouro, no mundial amador de Houston 1999 – quando ficou com a prata. O pugilista tem seis ouros em mundiais amadores, três ouros em Pan Americanos e mais quatro outros em competições Centro-Americanos e no Caribe.

O legado do ex-pugilista é com certeza, suas três medalhas de ouro nas Olímpiadas, em Barcelona-ESP 1992, Atlanta-EUA 1996 e Sydney-AUS 2000. Igualando-se ao Húngaro Lázló Papp e o conterrâneo Teófilo Steveson com três ouros olímpicos.

Enquanto lutou Félix Savón fora convidado inúmeras vezes a se profissionalizar nos Estados Unidos, mas o cubano nunca aceitou dizendo que lutava pelo amor ao esporte e não pelo dinheiro e sem esquecer-se de dedicar todas suas vitórias a Fidel Castro, ex-presidente de Cuba.

Nas Olimpíadas do Rio 2016, as disputas pelas medalhas no Boxe acontecerão no Centro Rio – Pavilhão 6, na Zona Oeste da cidade. Em entrevista para um canal de televisão brasileiro, Savón se mostrou confiante e apostou em quatro ouros cubanos nos Jogos. Cuba já soma 34 medalhas de ouro no Boxe.