Após vencer Macdonald, Stephen Thompson afirma: "É hora de pegar esse cinturão"

Com vitória por decisão unânime, Wonderboy venceu o colega canadense e chega cada vez mais perto da disputa pelo cinturão dos meio-médio

Após vencer Macdonald, Stephen Thompson afirma: "É hora de pegar esse cinturão"
Uso de chutes foi uma das estratégias de Thompson (Foto: Getty Images)

O norte americano Stephen Thompson venceu o main event do UFC Fight Night 89, que aconteceu na madrugada desse domingo (19), na The Arena, em Ottawa, Canadá. A luta foi contra seu amigo e colega da Tristar Gym, Rory Macdonald e o Wanderboy venceu por decisão unânime dos juízes (50-45, 50-45 e 48-47). Com a vitória, Thompson declarou que agora pensa no cinturão dos meio-médios.

Usando de suas habilidades de caratê, Thompson dominou a luta de forma estratégica, pra decepção da maioria do publico, que chegou a vaiar o combate no quarto round, quando os dois competidores não entravam por completo no ataque.

O modo como a luta foi realizada foi comentada pelo vencedor da noite: “Eu me sinto bem. Achei que Rory viria para cima com tudo, mas a luta se desenvolveu de uma maneira mais estratégica. Gosto muito do Rory e foi um prazer lutar com ele.”

Com a vitória, Wanderboy aumentou suas chances de disputar o cinturão e falou sobre isso após o combate “Agora é hora de pensar no futuro. Quero o vencedor de Robbie Lawler e Tyron Woodley. É hora de conquistar esse cinturão”. Thompson é o segundo colocado no ranking dos meio-médios e chega ao marco de sete vitórias consecutivas no UFC.

O canadense Macdonald é o primeiro do ranking dos meio-médio e enfrentava altas expectativas para a luta dessa madrugada. Red King não lutava pelo UFC desde a luta contra o atual campeão dos meio-médio, Robbie Lawler, em julho do ano passado.  

No entanto, com a derrota, seu futuro parece meio incerto e o lutador falou sobre a decepção de perder após o combate: “Estou decepcionado. Vim no melhor da minha forma, mas não posso tirar o mérito de Stephen, que fez uma luta incrível e mereceu a vitória”, afirmou.