GSP planeja retorno ao UFC: "Se eles quiserem, têm o meu número"

Estrela canadense vê com bons olhos um duelo com Michael Bisping, campeão do peso médio; "Rush" quer voltar ao octógono ainda em 2016

GSP planeja retorno ao UFC: "Se eles quiserem, têm o meu número"
Josh Hedges/Getty Imagens

Uma declaração do ex-campeão Georges Saint-Pierre para o podcast "The MMA Hour" mexeu com os fãs do mundo da luta. Na entrevista, a estrela canadense demonstrou interesse em retornar ao quadro de atletas do Ultimate, inclusive em categorias diferentes como os pesos leve ou médio. Em 16 de novembro de 2013, ele realizou seu útlimo combate e defendeu o cinturão meio-médio contra Johny Hendricks em uma apertada decisão dos juízes.

"Amo meu esporte, e ainda sinto que estou no meu melhor agora. O relógio está correndo. Não estou ficando mais novo. Estou no pico da minha carreira e se ainda existe uma cartada, existe uma nova meta, uma nova corrida e é melhor que eu faça isso logo, pois é hora de fazer isso", destacou GSP.

O lutador de 35 anos também comentou sobre o seu atual momento como atleta e revelou a possibilidade de voltar contra Michael Bisping. "Eu fiz um camp de treinamento para me esforçar e voltar nos níveis mais altos de competição. Não lutei, mas fiz sparrings e fui bem sucedido. Posso lutar se o UFC e minha equipe entrarem em acordo. Sempre disse que se eu voltar tem que ser algo grande e muitas coisas me empolgam. Agora eu tenho alguém me desafiando, que é o Michael Bisping. O mundo não gira ao meu redor, mas se o UFC quiser casar essa luta eles tem o meu número e o do meu empresário, podem ligar e a gente pode organizar para fazer um acordo(...) Ele é o homem a ser batido no momento, os holofotes estão nele".

GSP ainda afirmou que pretende pisar novamente no cage em 2016 e não ter arrependimentos no futuro. "Eu não quero chegar aos 80 e falar para mim mesmo que deveria ter voltado a lutar. A maioria das coisas que eu me arrependo não é do que eu fiz, mas do que eu deixei de fazer".