Em busca de redenção, José Aldo enfrenta Frankie Edgar no UFC 200

Luta vai valer o cinturão interino da categoria dos penas

Em busca de redenção, José Aldo enfrenta Frankie Edgar no UFC 200
(FOTO: USA TODAY Sports)

Neste sábado (9), vai ser realizado o tão aguardado UFC 200. Repleto de lutadores com respeitável histórico no MMA e de grande popularidade, o evento conta com a presença de figuras como Brock Lesnar - que protagonizou o UFC 100 -, Anderson Silva, Daniel Cormier, Cain Velasquez e Miesha Tate.

Outros grandes lutadores presentes no card principal são José Aldo e Frankie Edgar. Antigos detentores de cinturões - o brasileiro já foi o campeão entre os penas e o americano nos leves - os dois atletas vão se enfrentar pela segunda vez. No primeiro encontro, vitória do manauara por decisão unânime, quando ainda era o dono do título de sua categoria.

Após a marcante derrota para Connor McCregor no UFC 194, José Aldo busca a recuperação e a luta deste sábado tem uma grande importância, já que vai valer o cinturão interino. Desta forma, a tendência é de que o vencedor enfrente o irlandês pela disputa do cinturão linear da categoria.

Há uma expectativa em ver a postura do lutador da Nova União dentro do octógono após uma derrota e consequente perda de cinturão após um duelo de apenas 13 segundos. Nos últimos tempos, alguns lutadores brasileiros sofreram derrotas que os fizeram perder grande parte do brilho que era comum em seus desempenhos nas lutas. Como exemplo, Anderson Silva, Junior Cigano e Renan Barão, que após perderem seus respectivos cinturões, nunca mais conseguiram uma performance de alta qualidade.

A favor de José Aldo, há o tempo de recuperação psicológica desde o revés, o lançamento de seu filme nos cinemas brasileiros, o que ajuda a dar ânimo, e a certeza de que é possível vencer Frankie Edgar, visto que já fizera isto no UFC 156, realizado em 2013.

Outro fator importante é a motivação. Se antes José Aldo já desejava a revanche contra McGregor, esta vontade aumentou ainda mais depois de ver o irlandês sofrendo uma derrota para Nate Diaz por finalização. Fez o atual detentor do cinturão dos penas perder uma certa aura que o cercava, humanizando-o e assim trazendo maior confiança em uma eventual revanche.

Porém, antes disto acontecer, é preciso bater Frankie Edgar. O lutador americano vem de uma sequência, com cinco vitórias consecutivas sobre atletas de alto nível: Charles Oliveira, BJ Penn, Cub Swanson, Urijah Faber e Chad Mendes. Estes dois últimos são os mais gabaritos, porém também já foram derrotados por José Aldo.

Dedé Pederneiras, treinador do brasileiro, já conhece muito bem o jogo de Frankie Edgar, que não mudou muito desde o primeiro embate entre os dois. Portanto, José Aldo a princípio já sabe quais são as melhores armas para vencer seu adversário de sábado. O fator psicológico vai ser de extrema importância neste confronto e determinar o vencedor.

UFC 200

9 de julho de 2016, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL (a partir de 23h de Brasília)

Peso-galo: Miesha Tate x Amanda Nunes

Peso-pesado: Brock Lesnar x Mark Hunt

Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Anderson Silva

Peso-pena: José Aldo x Frankie Edgar

Peso-pesado: Cain Velásquez x Travis Browne

CARD PRELIMINAR (a partir de 20h de Brasília)

Peso-galo: Cat Zingano x Julianna Peña

Peso-meio-médio: Johny Hendricks x Kelvin Gastelum

Peso-galo: TJ Dillashaw x Raphael Assunção

Peso-leve: Sage Northcutt x Enrique Marin

Peso-leve: Diego Sanchez x Joe Lauzon

Peso-médio: Gegard Mousasi x Thiago Marreta

Peso-leve: Jim Miller x Takanori Gomi