Brasil garante ao menos medalha de bronze no boxe com Robson Conceição

Lutador do peso ligeiro (60kg) avançou às semifinais da categoria

Brasil garante ao menos medalha de bronze no boxe com Robson Conceição
Robson Conceição comemora vitória ainda no ringue da Rio 16 (Foto: Divulgação/Time Brasil)

O boxe masculino veio logo após as primeiras lutas do peso ligeiro feminino (57-60kg), trazendo as semifinais da categoria peso mosca ligeiro masculino (46-49kg). As lutas já definiam medalha, já que os perdedores de cada combate ficariam com o bronze, sem necessidade de lutar entre si para garantir uma medalha olímpica. O primeiro embate aconteceu entre Joahnys Argilagos, de Cuba, e Yuberjén Herney Martinez, da Colômbia. O algoz do brasileiro Patrick Lourenço fez excelente luta, apoiado pela torcida brasileira, que reagia de forma negativa às "firulas" do cubano.

O embate terminou com uma cena memorável. Assim que o resultado foi anunciado, o derrotado ajoelhou no chão, lamentando a derrota. O colombiano fez o mesmo gesto, apenas para levantar seu adversário, abraçando-o logo na sequência, pedindo os aplausos do público. Herney Martinez enfrentará o uzbeque Hasanboy Dusmatov, que venceu Nico Miguel Hernandez, dos Estados Unidos, por decisão unânime. Hernandez e Argilagos ficaram com as medalhas de bronze da categoria. A luta que define o ouro será disputada no próximo domingo (14), com horário programado para as 14h15.

Herney Martinez (à esq.) abraçado com Joahnys Argilagos ao fim do combate entre os dois (Foto: Divulgação/AIBA)
Herney Martinez (à esq.) abraçado com Joahnys Argilagos ao fim do combate entre os dois (Foto: Divulgação/AIBA)

A manhã ainda reservava a luta do brasileiro Robson Conceição, que buscava uma vaga para as semifinais da categoria do peso ligeiro masculino (60kg). Uma das maiores esperanças de medalha para o Brasil e credenciado pelo bronze no mundial de Doha, disputado no ano passado, Robson foi ovacionado pela torcida quando anunciado e enfrentava Hurshid Tojibaev, do Uzbequistão. O primeiro round foi dominado pelo brasileiro, que conseguiu vencer na visão de todos os juízes. O segundo round permaneceu bem equilibrado, com Robson demonstrando esquiva afiada, além de conectar melhores golpes, principalmente na hora de contragolpear. No fim, Tojibaev cresceu, mas o boxeador da casa continuou bem.

No último round, Robson administrou a vantagem que já tinha e, mesmo assim, a luta ficou mais franca, com vantagem para o brasileiro, que tinha mais agilidade e recursos que seu adversário. A agressividade ficou por conta do uzbeque, que tentava reverter a sua desvantagem. No entanto, Robson manteve-se inteiro na luta, sem perder a intensidade e, por decisão unânime dos juízes, conseguiu a vitória que lhe garante uma medalha. Sua próxima luta é contra Jorge Lazaros Álvarez e, mesmo se perder, já tem o bronze garantido. Robson tem luta programada para o domingo, às 12h30.