Robson Conceição consegue vaga na final do boxe após vencer tricampeão mundial

Robenílson de Jesus acabou eliminado nas oitavas de final da categoria peso galo

Robson Conceição consegue vaga na final do boxe após vencer tricampeão mundial
Robson Conceição comemora sua vitória contra o cubano Lazaro Alvarez (Foto: Yuri Cortez/AFP/Getty Images)

Logo no começo desse domingo de dia dos pais, quem foi ao Riocentro assistir aos combates do boxe teve grandes emoções. As lutas da nobre arte traziam dois brasileiros para o ringue. Robenílson de Jesus foi o primeiro, lutando pelas oitavas de final da categoria peso galo (56kg), contra o estadunidense Shakur Stevenson. Depois de vencer o argelino Fahem Hammachi, lutava contra um adversário que não tinha subido ao ringue ainda, mas que já era uma das grandes promessas da competição, tendo apenas 19 anos e já sendo comparado a Floyd Mayweather. 

O brasileiro não conseguiu fazer boa luta, parecendo muito inseguro na hora de partir para cima e encaixar os golpes contra Stevenson, mesmo tentando uma reação no fim do segundo round e no início do terceiro, acabou sendo inferior em relação ao seu adversário, golpeando menos e sofrendo para conseguir impôr seu jogo. Apesar disso, os juízes deram o segundo round para o brasileiro, com a decisão ficando toda para o último assalto. Robenílson conseguiu ser mais eficaz logo no começo, mas o estadunidense reverteu rapidamente, garantindo a vitória por decisão unânime.

A seguir, tivemos Robson Conceição indo ao ringue para enfrentar o cubano Lazaro Jorge Alvarez pela semifinal do peso ligeiro (60kg). Seu adversário vinha de uma das maiores potências do boxe mundial e chegava credenciado pelos três títulos mundiais que têm em sua carreira. No entanto, Robson tinha todo o apoio da torcida e não se intimidou com o cartel do oponente. O combate foi extremamente parelho, sem muita vantagem para nenhum dos dois boxeadores. O primeiro round pareceu ter ligeira vantagem para o brasileiro, que golpeava de forma mais eficiente. No entanto, dois dos juízes pontuaram vitória por 10-9 para o cubano.

No segundo round, o baiano parecia estar dando tudo de si para conseguir garantir a vitória no segundo assalto e levar a decisão para o terceiro e último. Trabalhando muito bem sua esquiva, Robson conseguiu andar para a frente, dominar o centro do ringue e golpear mais, levando o round na opinião dos três juízes. O último assalto reservou grandes emoções para quem assistia à luta. Com muito equilíbrio, o brasileiro sofreu um corte faltando 35s para o fim e, após o tratamento do cutman, partiu para cima numa trocação franca e um ritmo alucinante, conseguindo golpear demais o adversário. No fim, vitória por decisão unânime para o Brasil e muita comemoração por parte da torcida e do próprio boxeador. A luta final está programada para terça-feira (16), às 19h15.