Eliminação brasileira marca primeira rodada do segundo dia do Taekwondo

Julia dos Santos começa o dia com derrota nos instantes finais e dá adeus ao torneio; Favoritos confirmam resultados e seguem na briga por medalhas

Eliminação brasileira marca primeira rodada do segundo dia do Taekwondo
Foto: Laurence Griffthis / Getty Images

O segundo dia de competições do taekwondo na Rio 16 colocou campeões mundiais no tatame, uma brasileira e determinou os classificados para as categorias de até 57kg feminino e 68 kgs no masculino.

A sequência da competição se dará ainda nesta quinta-feira, com as quartas-de-finais e semifinais durante o restante da tarde e as decisões durante a noite. Apenas essas duas categorias de peso serão competidas hoje.

Estreia de brasileira e combates equilibrados

O primeiro encontro do dia teve logo uma brasileira subindo no tatame. Suvi Mikkonen, da Finlândia, a nossa Julia Vasconcellos dos Santos estreiou, mas foi eliminada ainda na primeira fase. Num combate igual, equilibrado e muito disputado até o fim, a lutadora da casa perdeu por apenas um ponto e deu adeus após 10-9 ao fim dos rounds.

Na sequência dos combates, algumas lutadores chamaram a atenção. A belga Raheleh Asemani não deu chances para a panamenha Carolena Carstens e ganhou ainda no segundo round, após meter 13 a 1. Nas regras, uma margem de 12 pontos, aberta ainda durantes ops primeiros dois rounds, pode encerrar a luta.

Uma das favoritas, a japonesa Mayu Hamada atropelou a iraniana Rahma Ben Ali e venceu tranquila por 9 a 0. As pontuações são definidas através de onde os golpes com os pés e mãos são desferidos. Na cabeça, por exemplo, vale três pontos.

O Irã terá sua representante na reta final. No duelo mais equilibrado, Kimia Zenoorin venceu a croata Ana Zaninovic por 7 a 6, após manter um placar de 7 a 1 por muito tempo. Já a egípcia Hedaya Wahba não tomou conhecimento da colombiana Doris Patiño e meteu 13 a 0 ainda no segundo round.

Equilíbrio marca duelos masculinos

As lavadas que aconteceram no feminino foi diminuída no masculino. Isso porque o equilíbrio e o alto nível dos lutadores deram mais emoção e dinamismo aos combates.

Poucas lutas tiverem grande diferença. Sorte do russo Aleksey Denisenko, que bateu Edgar Contreras, da Venezuela, por 12 a 2. Servet Tazegul, da Turquia, ganhou fácil de Ignacio Morales, do Chile por 14 a 1. Essas lavadas foram alguns resultados que fugiram da realidade.

Os combates se seguirão nessa tarde e se encerrará na noite. Apenas dois pesos (57kgs feminino e 68kgs masculino) serão disputadas hoje e amanhã, novas duas categorias subirão ao tatame.

Resultados:

Masculino:
Edgar Contreras (VEN) 2 - 12 Aleksey Denisenko (RUS)
Servet Tazegül (TUR) 14 - 1 Ignacio Morales (CHI)
Balla Dièye (SEN) 12 - 15 Karol Robak (POL)
Jaouad Achab (BEL) 15 - 1 Maxemillion Kassman (PNG)
David Boui (RCA) Descl - 6 Lee Dae-Hoon (COR)
Ghofran Ahmed (EGI) 1 - 9 Ahmad Abughaush (JOR)
Filip Grgić (CRO) 3 - 4 Joel González (ESP)
Saúl Gutiérrez (ESP) 11 - 12 Temuujin Purevjav (MON)

Feminino:
Suvi Mikkonen (FIN) 10 - 9 Julia dos Santos
Nikita Glasnovic (SUE) 4 - 0 Caroline Marton (AUS)
Raheleh Asemani (BEL) 13 - 1 Carolena Carsten (PAN)
Jade Jones (GBR) 12 - 4 Naimme Bakkal (MAR)
Phannapa Harnsujin (TAI) 5 - 6 Eva Calvo (ESP)
Ana Zaninovic 6 - 7 Kimia Zenoorin (IRA)
Ben Ali (TUN) 0 - 9 Mayu Hamada (JAP)
Hedaya Wahba (EGI) 13 - 0 Doris Patiño (COL)