Robson Conceição assina com gigante do boxe profissional e projeta título mundial até 2018

Boxeador disputará sua primeira luta profissional no dia 5 de novembro

Robson Conceição assina com gigante do boxe profissional e projeta título mundial até 2018
Da esquerda para a direita, temos: Sérgio Batarelli, Todd DuBoef, Robson Conceição e Luiz Dórea (Foto: Gabriel Menezes/VAVEL Brasil)

A vida do boxeador Robson Conceição nunca mais será a mesma depois dos Jogos Olímpicos Rio 2016, quando chegou como um dos favoritos a conquistar uma medalha na categoria dos pesos leves (até 60kg), confirmou esse favoritismo e deu ao Brasil sua primeira medalha de ouro olímpica no esporte. Logo após sua vitória, o atleta revelou que tinha a intenção de se profissionalizar. O fato foi consumado e hoje (9), Robson foi apresentado como mais novo lutador da empresa Top Rank, em coletiva de imprensa sediada no Rio de Janeiro.

Considerada uma das maiores empresas responsáveis pelo gerenciamento de carreiras de boxeadores, a Top Rank tem como principal atleta o filipino Manny Pacquiao, multicampeão mundial e considerado um dos melhores pugilistas da atualidade. Outro destaque da empresa é o brasileiro Esquiva Falcão, medalhista de prata em Londres 2012 e amigo pessoal de Robson Conceição, que falou sobre sua relação com Esquiva: "Sempre tive uma boa relação com ele. Já viajamos juntos, brincamos muito juntos. Aprendi bastante com ele e acho que posso dizer que ele também aprendeu muito comigo. Posso dizer que ele me influenciou porque via o bom tratamento que ele recebia aqui na Top Rank", afirmou o boxeador.

A coletiva de imprensa contou também com a presença de Luiz Dórea, técnico de boxe, Sérgio Batarelli, empresário de Robson e o presidente da Top Rank, o americano Todd DuBoef, que abriu a coletiva falando sobre a maneira como descobriu o talento do brasileiro: "Alguém me falou sobre o Robson, disseram que ele tinha talento, então resolvi me manter informado. Essa é a continuação do nosso investimento no boxe mundial. O Brasil deveria se orgulhar do Robson", disse DuBoef, que afirmou posteriormente que o boxeador era um dos heróis nacionais que o Brasil têm e que podem carregar a bandeira do país.

O contrato de Robson Conceição será válido por cinco anos e garante ao atleta a disputa de pelo menos seis lutas por ano, sendo que o número pode variar de acordo com sua vontade ou seu desempenho. Sua estreia no boxe profissional está marcada para o dia 5 de novembro, numa preliminar do combate entre Manny Pacquiao e Jessie Vargas, em oportunidade que o brasileiro classificou como "um sonho". Segundo DuBoef e o empresário Sérgio Batarelli, o calendário do pugilista também incluiria uma luta em janeiro e março de 2017, mas ainda sem confirmação.

Luiz Dórea também revelou que Robson passará a lutar no peso superpena (até 59kg), de forma a se adaptar para que a busca por um cinturão seja feita na categoria dos penas (até 57kg). A expectativa de todos os envolvidos é de que o brasileiro esteja disputado títulos mundiais em até dois anos, mas o presidente da Top Rank fez ressalvas de que o caminho pode ser acelerado, caso o atleta prefira: "Existem atletas, como Vasyl Lomachenko, que são agressivos, preferem chegar disputando títulos. Eu prefiro um caminho mais lento, definido com mais calma, mas é o atleta quem decide", declarou DuBoef.