Stipe Miocic aguarda novo oponente e promete: "Vou manter esse cinturão por muito tempo"

Americano quase é guilhotinado, porém se recupera e nocauteia Alistair Overeem

Stipe Miocic aguarda novo oponente e promete: "Vou manter esse cinturão por muito tempo"
(Foto: Getty Images)

Depois de vencer o holandês Alistair "the Reem" Overeem por decisão nocaute técnico (4m27s do primeiro round) e manter o cinturão, pelo UFC 203, em Cleveland, Ohio, Stipe Miocic espera novo adversário para a disputa pelo cinturão. 

"Ele me colocou de bunda no chão. Você já levou soco dele? Ele chuta muito duro. Ele é um cara muito duro, enfrentou os melhores do mundo, mas eu vou manter esse cinturão por muito tempo" - disse Miocic, bastante empolgado, após a luta. Ele tinha muitos motivos para comemorar: venceu não só um ex-campeão do Strikeforce, Dream e K-1, como acabou com a sina dos pesos-pesados de perderem cinturões lutando em casa, como aconteceu com Cain Velásquez no México e com Fabricio Werdum no Brasil.

Apoiado em êxtase pela torcida, Miocic buscou a luta desde o início, soltando diversos socos, enqaunto The Reem circulava e buscava a melhor oportunidade para golpear e com pouco mais de um minuto, ela veio: o holandês conectou um cruzado de esquerda que fez o campeão cair sentado. Overeem buscou uma guilhotina, mas Miocic conseguiu escapar e voltar a ficar de pé. 

A queda e a guilhotina deram ainda mais força para o americano. Overeem correu, mas não conseguiu fugir. Miocic acertou cruzados bastante potentes, e o desafiante pareceu sentir. Por alguns momentos, o holandês esteve encurralado e sob risco de um nocaute. No entanto, sobreviveu aos maus momentos e acertou alguns perigosos chutes e ganchos. No último minuto do primeiro round, um chute baixo mau dado por Overeem acabou dando a Miocic a oportunidade de derrubá-lo com um single leg. Por cima no solo, não tinha para ninguém: o campeão acertou diretos seguidos até obter o nocaute técnico.

Apesar de ter congratulado Miocic, Overeem não engoliu a derrota, e acusou o dono da casa de ter batido em desistência no momento da guilhotina. "Eu senti que ele bateu. Eu achei que ele bateu, mas o árbitro não viu. A luta continuou, foi uma infelicidade, ele me venceu hoje, mas acho que sou o melhor homem. Ele claramente bateu"

Por causa dessa acusação, o comentarista e entrevistador do UFC, Joe Rogan, pediu replay do momento da eventual batida de Miocic, e após analize do lance, foi decidido que a batidade de desistência não aconteceu, o que rendeu vaias ao holandês. 

"Eu só lembro de assinar o cheque e todas essas coisas boas, e eu ouvi vaias", explicou Miocic. "Eu perguntei o que eles (a multidão) estavam vaiando, porque sabia que ele (Overeem) estava falando, e eles me disseram que ele disse que eu bati em desistência. Não me lembro de ter batido, eu só lembro de ter socado o rosto dele várias vezes até ele estar inconsciente."

Enquanto a organização seu próximo adversário, Stipe Miocic vai aproveitar bastante o tempo com seu cinturão.

CARD PRINCIPAL 
Peso-pesado: Stipe Miocic venceu Alistair Overeem por nocaute técnico aos 4m27s do R1
Peso-pesado: Fabricio Werdum venceu Travis Browne por decisão unânime (29-28, 29-27, 30-27)
Peso-meio-médio: Mickey Gall venceu CM Punk por finalização aos 2m14s do R1
Peso-galo: Jimmie Rivera venceu Urijah Faber por decisão unânime (triplo 30-27)
Peso-palha: Jéssica Bate-Estaca venceu Joanne Calderwood por finalização aos 4m18s do R1

CARD PRELIMINAR 
Peso-galo: Bethe Correia venceu Jessica Eye por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Peso-médio: Brad Tavares venceu Caio Monstro por decisão dividida (29-28, 28-29, 30-27)
Peso-leve: Nik Lentz venceu Michael McBride por nocaute técnico aos 4m17s do R2
Peso-leve: Drew Dober venceu Jason Gonzalez por nocaute técnico a 1m45s do R1
Peso-leve: Yancy Medeiros venceu Sean Spencer por finalização aos 49s do R2