Em combate eletrizante, John Lineker vence John Dodson por decisão dividida no UFC Portland

Brasileiro e americano protagonizaram uma guerra em 25 minutos, com o paranaense tendo o braço erguido após o resultado anunciado por Bruce Buffer

Em combate eletrizante, John Lineker vence John Dodson por decisão dividida no UFC Portland
Foto: Josh Hedges/Getty Images

Após evento em Brasília, o UFC desembarcou no Noroeste dos Estados Unidos. O Moda Center, na cidade Portland, recebeu doze lutas no UFC Fight Night: Lineker vs Dodson. No combate principal, duelo entre pesos-galo registrou a maior emoção da noite. O brasileiro John Lineker obteve maior sucesso e, em território rival, derrubou por decisão dividida o ex-desafiante do peso-mosca, John Dodson e venceu a terceira na categoria nova.

Os dois atletas mostraram que estudaram um ao outro, sem arriscar diminuir a distância para conectar os socos. Quando Lineker colocava a mão, Dodson chutava na linha de cintura. O brasileiro também buscou golpes na linha divisória. Dodson, mais veloz, usou de seu jogo de pernas para não ficar próximo ao brasileiro, que se viu frustrado e reclamou do americano.

O terceiro round foi mais aberto e a troca de golpes começou a aparecer com mais frequência. Lineker teve melhores momentos acertando mais golpes e colocando mais potência nos socos limpos. Dodson continuou se movimentando para não virar alvo fixo. No assalto seguinte, o que se viu foi mais goleps do americano, mas sem Lineker desistir de partir para cima do adversário.

Diminuído o ritmo na luta. Os dois mostraram cansaço. Dodson ainda girava o octógono, mas com menor velocidade. Lineker, com olho avariado, teve ótimos momentos, mas passou sufoco em boa parte do round; John Dodson ainda buscou uma queda no último minuto, porém o resultado foi a favor do brasileiro.

Cowboy vence mais uma

Mais um brasileiro em ação, desta vez no co evento do noite, fez boa atuação e saiu com a vitória. O então peso-leve Alex Cowboy sofreu nos dois primeiros rounds, mas recuperou-se e nocauteou o ex-campeão da categoria no Bellator, o norte-americano Will Brooks no terceiro round e chegou a quinta vitória na organização. Como ficou longe de bater o limite da categoria, que é de 70kg, confirmou na entrevista pós luta que fará parte da categoria dos meio-médios (77kg).

O americano, um dos melhroes grapplers da divisão, alternou com o brasileiros a inversão com as costas na grade, levando vantagem por conseguir conectar algumas de suas tentativas de quedas. No segundo assalto, Brooks seguiu melhor, mantendo-se por cima do oponente sem deixar que o brasileiro avançasse posições. Só no round final que Cowboy imprimiu seu melhor jogo de pé, golpeando na costela do rival. No chão, acertou vários socos no americano até ser separado pro Herb Dean.

Nos meio-médios, Josh Burkman e o estreante Zak Ottow partiram pra luta na segunda luta da parte principal. Porém, o duelo não agradou aos fãs de Portland por cotna do desempenho de ambos. Por pontos e na decisão dividida, a vitória ficou para Ottow, que agora chega a 13° vitória na carreira com apenas três derrotas. Já Burkman anota o quarto revés em sete lutas desde que voltou ao UFC.

Abrindo o card principal, o mexicano Brandon Moreno venceu o americano Louis Smolka com uma guilhotina ainda no primeiro round. Estreante, o mexicano levou intensidade desde o primeiro segundo do duelo, derrotando um dos principais nomes da categoria dos moscas. "Me sinto muito feliz e não consigo acreditar. A estratégia era ser inteligente e quando tivesse a oportunidade, buscasse a posição.", falou o mexicano.

Quatro brasileiros estiveram no crad preliminar. Ketlen Vieira venceu a americana Kelly Faszholz sem sustos, mas de forma dividida. Elizeou Capoeira derrotou o japonês Keita Nakamura e Luiz Henrique "Frankenstein" finalizou com uma chave de braço o estreante dinamarquês Joachim Christensen. Hacran Dias, que não bateu o peso na sexta-feira, foi derrotado pelo americano Andre Fili.

Resultados do card preliminar:

Peso-meio-pesado: Luiz Henrique "Frankenstein" vence Joachim Christensen por finalização aos 4:43 minutos do segundo round;

Peso-pena: Andre Fili vence Hacran Dias por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27);

Peso-pesado: Shamil Abdurakhimov vence Walt Harris por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28);

Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira vence Keita Nakamura por decisão unãnime dos juízes (9-28, 29-28, 29-28);

Peso-médio: Nate Marquardt vence Tamdan McCroy por nocaute aos 4:04 minutos do segundo round;

Peso-meio-pesado: Ion Cutelaba vence Jonathan Wilson por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27);

Peso-pesado: Curtis Blaydes vence Cody East por nocaute técnico aos 2:02 minutos do segundo round;

Peso-galo feminino: Ketlen Vieira vence Kelly faszholz por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28).