UFC 214: Daniel Cormier vs Jon Jones

UFC 214: Daniel Cormier vs Jon Jones
UFC 214: Daniel Cormier vs Jon Jones

Um grande abraço, muito obrigado pela presença e até a próxima.

Encerramos aqui mais uma transmissão do UFC. Desejamos uma ótima noite, um grande domingo e esperamos na próxima.

JON JONES! Um monstro! Retoma o cinturão! No aguardo, na espera, no tempo certo. CAMPEÃO NOVAMENTE!

MORTAL! A espera, o momento certo, o chute alto, matador. Cormier balançou, andou pra trás, tomou mais uma direta, um chute baixo, foi à grade, caiu no chão e uma chuva de golpes, matador!

3º Round: AAAAAAAAAACAAAAAAAAAAAAAABOOOOOOU! JON BONES JONES, NOVO CAMPEÃO DOS MEIO-PESADOS!

3º Round: DC é mais presente, quer mais o ataque.

3º Round: Cormier domina o centro e tenta entrar na aproximação.

3º Round: Jones mede distância nos chutes baixos.

3º Round: Vamos!

DC conectou ótimos golpes e tem encontrado brechas. Muito estudo e estratégia na batalha.

2º Round: Acabou.

2º Round: Minuto final.

2º Round: Quase Daniel dá uma rasteira no rival. Os dois caem e sobem.

2º Round: Jones parte para o clinch e DC se defende.

2º Round: DOIS ÓTIMOS diretos de DC! Jones sorri.

2º Round: Daniel consegue aproximação e senta a direita.

2º Round: Chute segue castigando Cormier.

2º Round: Sequência forte do DC na defesa de Jones.

2º Round: Cormier leva uma cabeçada sem querer e sangra. Juiz parou a luta.

2º Round: Quase Daniel dá o famoso rodo no Bones. 

2º Round: DC sofre com os chutes do rival.

2º Round: Jones conecta bom chute e quase entra para a queda.

2º Round: Segue a guerra.

Acabou. DC fechou melhor, conectando bons golpes e castigando o desafeto. Lutaça!

1º Round: Instantes finais.

1º Round: Cormier entra pouco na defesa. Distância longa para o rival.

1º Round: Daniel ligado na defesa alta.

1º Round: Cotoveladas do Bones. Sempre pesada.

1º Round: DC usando mais o clinch e contragolpes.

1º Round: Jones começa mais firme.

1º Round: DC com muito cuidado.

1º Round: Jones usa a envergadura pra golpear de longe.

1º Round:  Começo frenético!

1º Round: Põe pra baixo, Jon e DC sobe.

1º Round: Jones já começa chutando e querendo pressionar.

1º Round: É o evento principal e o pau vai quebrar.

John McCarthy é o árbitro.

Bruce Buffer. Iiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiit's time!!!!

Jones é mais novo, mais alto, mais leve e com muito mais envergadura.

Atual campeão, perdeu uma vez apenas para o rival de logo mais, já venceu Anderson Silva numa luta para preencher evento, invicto há quatro lutas e tenta seguir com o cinturão em casa.

E Cormier entrou correndo. Concentrado.

Hora de Daniel Cormier. "DC" tenta a revanche contra seu arquirrival.

Jon Jones. Ex-campeão do UFC, um dos maiores da história do MMA, ainda jovem, passou por problemas na justiça, no doping, mas está de volta. Um dos mais técnicos e monstruosos da história do MMA. Invicto há 13 lutas.

Jon "Bones" Jones entra e a torcida vai à loucura!

Luta principal, luta da noite, vale título dos meio-pesados.

Cercada de polêmicas, de rivalidade, de provocações, de brigas.... É a hora do segundo duelo.

Bem, amigos, agora é hora DA luta principal. Vale cinturão. É Daniel Cormier x Jon Jones.

Demian perde a segunda chance de cinturão. Agora é levantar a cabeça e seguir.

Decisão unânime e Tyron Woodley segue campeão.

Vamos para a decisão dos juízes.

Woodley fez o arroz com feijão, escapou de quedas, conectou e castigou o brasileiro e deve seguir campeão.

Acabou.

5º Round: Minuto final.

5º Round: Só um milagre para Demian fechar a luta.

5º Round: Metade já foi.

5º Round: Woodley não deixou o Demian chegar uma vez perto do chão.

5º Round: Demian parte para o ataque da queda e o americano escapa.

5º Round: Agora ou nunca para o brasileiro.

Acabou. Woodley controla a distância e vai caminhando pra confirmar o título.

4º Round: Minuto final.

4º Round: Pouca ação até aqui no round.

4º Round: Os contragolpes do americano minam a defesa do brasileiro.

4º Round: Demian precisa levar ao chão.

4º Round: Americano não tira os olhos das quedas do brasileiro.

4º Round: Vamos, Demian!

Fim de round. Novamente muito tático, mas sem tanta agressividade. O campeão vai mantendo o cinturão.

3º Round: Demian entra para a queda e vê a defesa do rival.

3º Round: Demian pouco incomoda em pé.

3º Round: A torcida vaia a luta.

3º Round: Woodley com sequência forte de socos e chutes.

3º Round: Pouca tentativa de queda do brasileiro.

3º Round: Americano parte mais ao ataque, mas a defesa do brasileiro foi bem feita.

3º Round: Tyron consegue fechar todas as quedas do brasileiro.

3º Round: Demian bem castigado na região dos olhos.

3º Round: Quem sabe nesse, Demian! Vamos!

Nessa, Woodley foi mais perigoso, conseguiu levar o brasileiro ao chão e conectou bons golpes.

2º Round: Acabou.

2º Round: Minuto final.

2º Round: Demian respira um pouco, mas ainda é perigoso.

2º Round: Woodley domina a luta e escapa das pegadas.

2º Round: Demian sofre e ainda não conseguiu a queda.

2º Round: Woodley ganha confiança e ganha a distância. Precisa ser mais intenso, Demian.

2º Round: Demian mais em pé, mas toma um direto e cai. Sente o brasileiro e o rival quer luta em pé.

2º Round: Direto do americano quase castiga o brasileiro. Perigoso....

2º Round: Vamos, Demian!

Demian com o olho esquerdo bem inchado, quase fechado. Woodley perigoso nos contragolpes.

Acabou.

1º Round: Instantes finais.

1º Round: Demian com mais calma para arriscar a queda.

1º Round: Luta mais estudada, mas americano com espaços para golpear em pé.

1º Round: Woodley consegue ganhar espaço na luta.

1º Round: Demian entrando demais na queda e pode tomar no contragolpe. Perigoso.

1º Round: Tyron solta o dedo no olho. Perigoso.

1º Round: São cinco rounds. Vamos ver o que virá.

1º Round: A luta será o brasileiro querendo a queda.

1º Round: Demian toma um contragolpe e castiga o olho esquerdo.

1º Round: Demian domina o centro e entra concentrado pra querer a queda.

1º Round: SÓ VAI, DEMIAN!

Herb Dean comanda a luta.

Bruce Buffer anuncia o co-main event.

O brasileiro é mais velho, mais alto, mas tem menor envergadura.

Vale título!

Tyron é o atual campeão, venceu nove rivais no 1º round e é um duro oponente.

O americano é saudado por seus torcedores locais. Muita concentração.

Agora quem entra é o campeão Tyron Woodley.

O brasileiro é o segundo maior finalizador da história do UFC. Já teve uma chance e perdeu o cinturão para Anderson Silva, nos médios.

Demian entra ao som de Numb, do Linkin Park.

Tyron Woodley x Demian Maia. Meio-médio. Vale cinturão.

E o brasileiro entra. É mais uma disputa de título. Chance de cinturão ao Brasil mais uma vez.

Depois de muito tempo querendo uma chance na disputa por título, o brasileiro ganha a oportunidade e agora tem a grande chance.

AGORA É HORA DE DEMIAN MAIA!

O cinturão é brasileiro. Cris, campeã! Com justiça e todos os méritos.

A americana resistiu por três rounds, mas não evitou o atropelamento. CRIS, CAMPEÃ MUNDIAL!!!!!!!!

CAMPEÃ MUNDIAL PESO-PENA! Um massacre, culminado por joelhadas e sequência forte que levou Evinger ao chão. 

3º Round: ACAAAAABOOOU! Cris Cyborg!

3º Round: AGORA VAI! Outro golpe firme e a americana cai. Parece ser questão de tempo.

3º Round: Cyborg controla a distância e entra firme no cruzado e balança no chute alto.

3º Round: Vamos lá!

Acabou. Menos intenso que o round anterior, mas ainda com atropelamento da brasileira. Impressionante.

2º Round: Minuto final.

2º Round: Cruzado da Cris entra e a americana segue em pé.

2º Round: Não dá pra descrever a raça da americana. Ela apanha de toda forma e ainda segue na luta.

2º Round: Evinger não escapa e ainda assim segue em pé.

2º Round: MINHA NOSSA, QUE CHUTE! Cris é soberana.

2º Round: Cyborg entra firme com direto. A americana tá viva ainda.

2º Round: Vamos!

Acabou! Cyborg foi muito, mas muito melhor, mas a americana conseguiu resistir. Impressionante.

1º Round: Minuto final.

1º Round: Cyborg começa com tudo e quase acabou com a luta num chute alto.

1º Round: Tudo bem com a Cris. Luta recomeça.

1º Round: Opa, dedo no olho da brasileira. Lita parada.

1º Round: Cris quer luta em pé e é muito melhor.

1º Round: Evinger segue no clinch tentando colocar no chão.

1º Round: A brasileira consegue se defender bem das quedas da rival.

1º Round: Evinger não encontra Cris em seus golpes.

1º Round: A brasileira amassa a rival! Mãos de pedra!

1º Round: Evinger tenta ir ao chão e a brasileira sai.

1º Round: CRIS PARTE PRA CIMA E JÁ BALANÇA A RIVAL!

1º Round: OPA! Direto de esquerda da brasileira e a rival caiu igual uma paçoca!

1º Round: VAMOS, CRIS!

Mike Beltran é o árbitro.

Vale cinturão e Bruce Buffer anuncia.

Cris é ex-campeã do Strikeforce, invicta há sete lutas e sempre conseguiu defender seus títulos.

A brasileira é favorita, mas terá uma rival pesada.

Hora de Cris Cyborg. Hora de Brasil no octógono.

Tonya é ex-campeã do Invicta, estreia no UFC e tem sete nocautes em suas oito vitórias.

Neste momento, Tonya Evinger entra para recepção do público.

É hora de Brasil no ringue. Brasil valendo título!

Agora vale cinturão!

Decisão unânime. Robbie Lawler vence o combate.

Vamos com a decisão dos juízes.

Lawler melhorou e foi mais perigoso no terceiro round. Pinta como favorito à vitória.

Acabou!

3º Round: Minuto final.

3º Round: Cerrone mina a defesa com jebs curtos e pontuais.

3º Round: Sequência lá e cá. Ótima luta e nada decidido.

3º Round: Esquiva de Cerrone tá em dia.

3º Round: Lawler começa melhor e tenta carimbar a vitória.

3º Round: Outro chute alto de Lawler. Intenso.

3º Round: Chute alto quase castiga Cerrone. Clinch.

3º Round: Agora ou nunca.

Acabou! Mais trabalhado, mais tático, mas com Cerrone melhor. Tudo igual. Lawler parece cansado.

2º Round: Minuto final.

2º Round: Sequência forte de Cerrone e Lawler novamente com defesa alta.

2º Round: Lawler entra mal no chute alto e quase leva o contra-golpe.

2º Round: Outro chute alto de Cerrone. Defesa sem tanta presença de Lawler.

2º Round: Cerrone entra no cotovelo cruzado. Castiga.

2º Round: Sequência forte de Cerrone e defesa pontual do rival.

2º Round: Começo mais estudado. Cerrone mais tático.

2º Round: Vamos seguir.

Fim de primeiro round! Meu Deus, que intensidade! Lawler saiu igual maluco, quase venceu, mas sofreu no chão e na reta final.

1º Round: MINHA NOSSA, QUE CHUTE DO CERRONE! Lawler defendeu no susto!

1º Round: Luta travado, mas Lawler escapa do chão e ainda entra bem de direita.

1º Round: Cerrone sangra na cabeça.

1º Round: Ótimo golpe de Lawler, mas Cerrone derruba e ficam no chão.

1º Round: Cerrone tenta mostrar serviço.

1º Round: Os dois ficam no clinch no centro do ringue.

1º Round: Lawler é intenso e conecta bons cruzados.

1º Round: Lawler não para e segue na pressão!

1º Round: Finalmente se acalmaram!

1º Round: Lawler é fulminante e Cerrone não consegue respirar!

1º Round: Lawler já partiu com tudo, senta a marreta, parte como louco e Cerrone sente.

1º Round: E começou!

Bruce Buffer anuncia John McCarthy como juizão.

Lutadores bem parecidos nas características corporais. Tudo muito igual.

4º maior dono de nocautes, ex-campeão do UFC. Lutaça!

Lawler, de San Diego, também entra no ginásio.

2º com mais vitórias na história do UFC e oito vitórias por finalização.

Donald Cerrone entra no ginásio!

É a hora de Peso-meio-médio: Robbie Lawler x Donald Cerrone

Em menos de um minuto de combate, o suíço Oezdemir carimbou a luta.

Oezdemir saiu do clinch, conectou um cruzado de esquerda, balançou o rival, acertou dois diretos no peito que levaram pra trás e outro direto em cheio! Manuwa caiu e o juizão já deu por encerrado!

MINHA NOSSA, NEM DEU PRA DIGITAR! FULMINANTE!

1º Round: ACAAAAAABOU! OEZDEMIR!!!!

1º Round: Iniciativa do inglês, mas guarda fechada e clinch na grade.

1º Round: Começou!

O juiz da luta será Jason Herzog.

Bruce Buffer anuncia. Chegou a hora das grandes batalhas.

Jimi Manuwa é o 5º com mais nocautes no meio-pesados e venceu 11 vezes no primeiro round.

Jimi Manuwa, inglês, terceiro colocado no ranking. Buscando a chance de uma luta por cinturão.

Os lutadores começam a se preparar. Momentos finais para o início do card principal.

Abaixo, a sequência de combates.

Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Jon Jones
Peso-meio-médio: Tyron Woodley x Demian Maia
Peso-pena: Cris Cyborg x Tonya Evinger
Peso-meio-médio: Robbie Lawler x Donald Cerrone

A primeira luta: Peso-meio-pesado: Jimi Manuwa x Volkan Oezdemir

Amigos, chegamos no momento do card principal. Momento épico da melhor edição do ano.

Outros dois duelos fecham o card principal. O ex-campeão meio-médio Robbie Lawler encara Donald Cerrone. Já nos meio-pesados poderá aparecer o novo desafiante ao título. O inglês Jimi Manuwa enfrenta o jovem suíço Volkan Oezdemir.

O terceiro título a ser disputado é o da rasa categoria dos penas feminino. Com a desistência da holandesa Germaine de Randamie, que deixou o cinturão de lado, cabe ao trono a vitoriosa entre Cris Cyborg e a americana Tonya Evinger.

CARD PRINCIPAL:
Peso meio-pesado: (c) Daniel Cormier x #1 Jon Jones
Peso meio-médio: (c) Tyron Woodley x #1 Demian Maia
Peso pena-feminino: Cris Cyborg x Tonya Evinger
Peso meio-médio: #3 Robbie Lawler x #6 Donald Cerrone
Peso meio-pesado: #3 Jimi Manuwa x #5 Volkan Oezdemir

CARD PRELIMINAR:
Peso-pena: #3 Ricardo Lamas x #15 Jason Knight
Peso casado: Aljamain Sterling x Renan Barão
Peso-pena: #9 Renato Moicano x #8 Brian Ortega
Peso-pena: Andre Fili x Calvin Kattar
Peso-pena feminino: Kailin Curran x Alexandra Albu
Peso-mosca: Eric Shelton x Jarred Brooks
Peso-leve: Josh Burkman x Drew Dober

No co main event deste sábado (29), outro título estará em jogo. O americano Tyron Woodley tentará defender seu cinturão pela terceira, desta vez encarando o paulista Demian Maia. Natural de Missouri, Woodley tem cartel 19-3-1 e vem de vitória apertada contra Stephen Thompson em março deste ano no UFC 209.

O duelo Daniel Cormier x Jon Jones ao vivo hoje deverá seguir para diversos âmbitos. Cormier é um wrestler olímpico condecorado mundialmente e mostra evolução na trocação. Já Jones é considerado um dos lutadores de MMA mais completos de toda sua história.

Em 2016, Jon Jones voltou ao octógono e venceu Ovince St Preux para ficar com o cinturão interino dos meio-pesados. A revanche contra Cormier deveria acontecer no UFC 200, há um ano, mas Jones foi pego em um caso envolvendo violação de doping. Jones já possui 22 vitórias. Seu único revés foi uma desclassificação contra Matt Hamill no distante 2009.

No UFC 187, em maio, Daniel Cormier voltou a ter uma chance pelo título contra Anthony Johnson. DC sofreu no início mas depois controlou o combate e finalizou Rumble no terceiro round. Desde então, Daniel lutou mais três vezes e o cinturão nunca mais saiu das mãos do atleta que treina na California. Cormier tem 19 vitórias e apenas uma derrota em seu cartel

Após falarem um mal do outro por muito tempo. Cormier e Jones vão subir ao octógono após dois anos e seis meses. No UFC 182 em janeiro de 2015, o então campeão Jon Jones foi superior ao rival e permaneceu com o título até abril do mesmo ano, quando ocasionou um acidente no estado de Albuquerque nos Estados Unidos. Jones fugiu do local sem socorrer as vítimas, entre elas uma grávida.

Boa noite leitor da VAVEL Brasil. A partir de agora você acompanhará o card principal do UFC 214 que contará com Daniel Cormier defendendo o cinturão dos meio-pesados contra Jon Jones. Demian Maia e Cris Cyborg vão lutar por títulos nesta noite em Anaheim, California.

Share on Facebook