Miocic domina Ngannou e mantém cinturão no UFC 220; Cormier nocauteia Oezdemir

Daniel Cormier não teve grandes problemas para vencer Volkan Oezdemir no segundo round, na luta co-principal do UFC 220, em Boston (EUA)

Miocic domina Ngannou e mantém cinturão no UFC 220; Cormier nocauteia Oezdemir
Foto: Jeff Bottari/Getty Images

A cidade de Boston, nos EUA, recebeu o UFC 220, neste sábado (20). Na luta principal, Stipe Miocic dominou Francis Ngannou sem grandes percalços e venceu por decisão unânime dos jurados (50-44 triplo). Miocic agora é o campeão peso-pesado com maior número de defesas de cinturão bem-sucedidas - três. O evento ainda teve, na luta co-principal, a tranquila vitória de Daniel Cormier sobre Volkan Oezdemir, por nocaute técnico, a 2min do round 2. 

Os brasileiros do UFC 220 saíram derrotados. No card principal, Thomas Almeida foi nocauteado por Rob Font, enquanto Francimar Bodão perdeu por pontos para Gian Villante. No card preliminar, Alexandre Pantoja foi superado por Dustin Ortiz, por pontos, enquanto Gleison Tibau foi nocauteado por Islam Makhachev.

Na luta principal, Miocic buscou ser estratégico e levar Ngannou para o solo no primeiro round. De início, não conseguiu, sendo alvejado por um uppercut perigoso e por tentativas de golpes pesados por parte do desafiante. Ao longo do round, o campeão conseguiu manter Ngannou distante de seu raio de ação, e enfim conseguindo quedas importantes para pontuar e cansar o desafiante.

O round dois começou com troca intensa de golpes de ambos atletas. Porém, Miocic novamente buscou a luta agarrada no momento de maior risco no round. O campeão derrubou Ngannou e o pressionou na tela enquanto o camaronês tentou sair da posição de desvantagem.

Stipe Miocic partiu para o jogo agarrado logo no começo do terceiro round. Da mesma forma como terminou o segundo segmento de luta, o campeão travou Ngannou na tela. Mas, ao voltar de pé a luta, o camaronês acertou bom golpe no campeão, que voltou a derrubar o desafiante e iniciou um ataque de ground and pound que durou até o fim do round.

O quarto round iniciou com mais uma queda de Miocic. O campeão bateu por cima enquanto Ngannou buscava respirar em meio ao cansaço. Repetindo o mesmo dos dois rounds anteriores, Miocic travou e pressionou Ngannou na tela, para cansá-lo ainda mais. O campeão manteve o ground and pound até o fim do round.

O último round repetiu o roteiro dos anteriores. Miocic buscando jogo agarrado, pressionando Ngannou na grade. Na metade final do quinto round, a luta voltou a ficar de pé, com pouca ação efetiva. 

Na luta co-principal, o desafiante Oezdemir tomou a iniciativa no combate no primeiro round. Pressionando Cormier com combinações, o suíço tentou surpreender o campeão na primeira parte de luta. Contudo, o ritmo foi sendo intensificado na troca de golpes, o que gradualmente favoreceu Cormier. O campeão mostrou mais potência nos golpes, mesmo sob trocação franca. Ao final do round, Cormier ainda derrubou Oezdemir e martelou o desafiante no ground and pound.

O segundo round foi um passeio de Daniel Cormier. O campeão conseguiu derrubar Oezdemir logo no primeiro minuto, com progressão para a posição de montada. Assim, DC fez uso do ground and pound para abalar Oezdemir a ponto do árbitro intervir para encerrar a luta.

Outros resultados do evento
Card principal

Peso-pena: Calvin Kattar venceu Shane Burgos por nocaute técnico a 32s do round 3.
Peso-meio-pesado: Gian Villante venceu Francimar Bodão por decisão dividida (30-27, 28-29, 30-27).
Peso-galo: Rob Font venceu Thomas Almeida por nocaute técnico a 2min24seg no round 2.

Card preliminar
Peso-pena: Kyle Bochniak venceu Brandon Davis por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28).
Peso-meio-médio: Abdul Razak Alhassan venceu Sabah Homasi por nocaute a 3min47seg no round 1.
Peso-mosca: Dustin Ortiz venceu Alexandre Pantoja por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).
Peso-pena: Julio Arce venceu Dan Ige por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).
Peso-pena: Enrique Barzola venceu Matt Bessette por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28).
Peso-leve: Islam Makhachev venceu Gleison Tibau por nocaute a 57s do round 1.