Romero nocauteia Luke Rockhold no UFC 221 e se aproxima de revanche contra Whittaker

Mesmo vencendo, Romero não pode ostentar o cinturão interino dos médios, pelo qual valia a luta, já que falhou em bater o peso para o combate

Romero nocauteia Luke Rockhold no UFC 221 e se aproxima de revanche contra Whittaker
Foto: Jeff Bottari/Getty Images

 

O UFC realizou evento na cidade de Perth, na Austrália, neste sábado (11). Na luta principal do UFC 221, Yoel Romero nocauteou Luke Rockhold a 1min28seg, no terceiro round.

O card principal ainda teve a vitória de Curtis Blaydes, sobre Mark Hunt, e as vitórias dos donos da casa Tai Tuivasa, Jake Matthews e Tyson Pedro, sobre Cyril Asker, Li Jingliang e Saparbek Safarov, respectivamente. No card preliminar, Jussier Formiga finalizou Ben Nguyen e venceu a segunda seguida no UFC.

Na luta principal, o cubano Yoel Romero encarou o ex-campeão Luke Rockhold pelo cinturão interino dos médios. Como Romero falhou em bater o peso para a disputa do título, apenas Rockhold estava elegível para ostentar a coroa em caso de vitória. 

Com sua vitória, o cubano apenas cresce seu status de desafiante, sem poder obter o cinturão. Romero voltou a vencer no UFC, após ser derrotado por Robert Whittaker. Já Rockhold perdeu a segunda luta em seus últimos três compromissos no Ultimate.

O primeiro round foi de intensidade gradativa. Os atletas começaram mais comedidos, com a iniciativa sendo tomada por Rockhold. O americano buscou mais o centro do octógono no começo da luta, tentando combinações por cima, mas com mais efetividade nos chutes nas pernas de Romero ao longo do round. O cubano tentou alguns movimentos, mas também ficou mais efetivo nos chutes.

O round dois teve um começo frenético de Romero. O cubano partiu para cima de Rockhold e o atingiu com uma sequência pesada e rápida de golpes, abalando o americano. Ao longo do round, a luta foi diminuindo a temperatura, mas teve um segundo momento bom para Romero, com outra sequência de golpes importante aplicada em Rockhold. O americano ainda buscou golpes de encontro na parte final do round.

No terceiro round, a luta parecia que se manteria em um ritmo morno. Rockhold buscava acertar Romero em movimentação de contragolpeador, mas o cubano acertou um direto em Rockhold, sem chances de recuperação pois Romero completou com um uppercut para nocautear o já caído adversário.

Outros resultados do evento
Card principal

Peso-pesado: Curtis Blaydes venceu Mark Hunt por decisão unânime (30-26, 30-26, 29-27).
Peso-pesado: Tai Tuivasa venceu Cyril Asker por nocaute técnico a 2min18seg do round 1.
Peso-meio-médio: Ryan Matthews venceu Li Jingliang por decisão unânime (30-26, 30-26, 29-28).
Peso-meio-pesado: Tyson Pedro venceu Saparbek Safarov por finalização (kimura) a 3min54seg do round 1.

Card preliminar
Peso-leve: Dong Hyun Kim venceu Damien Brown por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28).
Peso-médio: Israel Adesanya venceu Rob Wilkinson por nocaute técnico a 3min37seg do round 2.
Peso-pena: Alexander Volkanovski venceu Jeremy Kennedy por nocaute técnico a 4min57seg do round 2.
Peso-mosca: Jussier Formiga venceu Ben Nguyen por finalização (mata-leão) a 1min43seg do round 3.
Peso-leve: Ross Pearson venceu Mizuto Hirota por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).
Peso-galo: José Alberto Quiñónez venceu Teruto Ishihara por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28).
Peso-meio-médio: Luke Jumeau venceu Daichi Abe por decisão unânime (29-28, 29-27, 28-27).

Peso-leve: Dong Hyun Kim venceu Damien Brown por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28).
Peso-médio: Israel Adesanya venceu Rob Wilkinson por nocaute técnico a 3min37seg do round 2.
Peso-pena: Alexander Volkanovski venceu Jeremy Kennedy por nocaute técnico a 4min57seg do round 2.
Peso-mosca: Jussier Formiga venceu Ben Nguyen por finalização (mata-leão) a 1min43seg do round 3.
Peso-leve: Ross Pearson venceu Mizuto Hirota por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).
Peso-galo: José Alberto Quiñónez venceu Teruto Ishihara por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28).
Peso-meio-médio: Luke Jumeau venceu Daichi Abe por decisão unânime (29-28, 29-27, 28-27).