Renan Barão e José Aldo vencem no UFC 169
O brasileiro Renan Barão consolida seu título em cima do americano Urijah Faber (Foto/Reprodução: NewsMMA)
Devido a mais uma lesão de Dominick Cruz, Renan Barão foi coroado de vez como o campeão linear da categoria peso-galo do UFC. Em sua primeira defesa esperava-se uma luta difícil na revanche contra Urijah Faber, mas bastaram  três minutos e 42 segundos para o brasileiro derrotar o queridinho dos americanos por nocaute técnico, mesmo gerando reclamações por parte do adversário.
 
Em meio ao evento que entrou para a história como o de maior número de lutas decididas pelos jurados, que ao todo foram dez, Barão não deu chances para Faber e venceu de forma rápida e eficaz.
 
Barão apostou em golpes potentes já de início e em pouco tempo deixou o americano fora de si. Mesmo voltando ao combate o rival do brasileiro foi para o chão. O campeão não perdeu tempo, confiante na vitória aplicou uma série de golpes na lateral da cabeça de Faber. Como o americano não estava se defendendo devidamente, o árbitro Herb Dean optou por terminar a luta e consagrar o lutador brasileiro.
 
E antes da luta principal, o co-evento do UFC 169 trouxe mais um brasileiro ao octógono para a disputa pelo cinturão da categoria peso-pena. O sangue latino de Ricardo Lamas deu trabalho, mas não foi suficiente para derrotar o então campeão José Aldo, que dominou grande parte do duelo.
 
Com pequena vantagem nos quatro rounds, Aldo foi para o último momento do combate mais conservador e Lamas, mais agressivo para o tudo ou nada. Com tranquilidade, o brasileiro levou o americano para a grade e de surpresa o levou para o chão. Por cima, na guarda de Lamas, o campeão manteve o rival com as costas no chão, o pressionando na grade até conseguir a montada.
 
Faltando pouco para o fim da luta, Ricardo tentava aplicar golpes, mas o brasileiro anulava seus movimentos e diminuía os espaços, se defendendo com os joelhos no peito do americano e travando seus braços. Lamas conseguiu apoio para acertar cotoveladas de cima para baixo, mas Aldo conseguiu se defender bem do americano, que soltava golpes desesperados até o fim da luta.
 
Assim, a excelente defesa de Aldo resistiu aos fortes golpes de Lamas e venceu por decisão unânime com a mesma pontuação entre os jurados (49-46). Com uma atuação tranquila, somando agora 24 vitórias e apenas uma derrota na carreira, o brasileiro assume o domínio total de sua categoria no UFC. 
VAVEL Logo