Urijah Hall diz que consegue tirar o lado bom de suas atuações apáticas anteriores

Mostrando tranquilidade pouco vista entre os lutadores, Urijah Hall já está em Las Vegas para a luta deste sábado (5), no UFC 175, contra o brasileiro Thiago Marreta. Mesmo vindo de vitória sobre o já aposentado Chris Leben no UFC 168 em dezembro passado, o jamaicano ainda não fez as pessoas esquecerem as apáticas atuações anteriores, contra Kelvin Gastelum, na final do TUF 17, e contra John Howard, no UFC Shogun x Sonnen, exibições essas inesperadas depois dos combates que fez no reality show, mandando todos seus adversários para o hospital após as lutas, sendo apelidado de "homem ambulância".

"Acho engraçado e legal ser chamado de 'Homem Ambulância'. Acho que foi porque coloquei muita gente dentro de uma ambulância, não?", comentou Hall.

Sobre as críticas que recebeu durante os maus resultados, o peso-médio declarou que superou a má fase e que trouxe boas coisas para seguir com a carreira.

"Após perder a final do TUF e a luta contra o John (Howard), eu comecei a me questionar e a pensar sobre o que estava fazendo e se era tão bom quanto eu achava. Você acaba aprendendo a não se cobrar tanto. Só posso dizer que tirei o lado bom de tudo isso e vi quem são os meus verdadeiros amigos. Percebi quem estava lá para me apoiar e quem só queria me usar para embarcar na fama, no nome, ou o que fosse.", comentou o lutador.

Em agosto do mês passado, quando Hall perdeu para John Howard, Dana White não aliviou o jamaicano de críticas.

"Eu adoro o Uriah Hall. Eu tenho uma excelente relação com esse garoto. Ele é um dos seres humanos mais bacanas que você pode conhecer, mas ele não é um lutador, cara! Preste atenção, você é um cara legal e eu entendo, mas a gente não está aqui para ficar se cumprimentando dentro do octógono, nós não estamos aqui para apertar as mãos. Isso você faz depois que a luta termina. Você está aqui para lutar", criticou o chefão.

Segundo Urijah, esse clima foi deixado de lado e ele mantém uma relação amistosa com o mandatário: "Eu e Dana temos uma ótima relação. Eu adoro aquele cara. Nós nos encontramos ontem (terça-feira) à noite, mas ele é o meu chefe, precisa ser honesto comigo e talvez eu precisasse ouvir o que ele disse".

Contra Thiago Marreta, participante do TUF Brasil 2, Hall fará a segunda luta do card principal do UFC 175.

UFC 175
5 de julho de 2014, em Las Vegas (EUA)
CARD PRINCIPAL
Peso-médio: Chris Weidman x Lyoto Machida
Peso-galo: Ronda Rousey x Alexis Davis
Peso-pesado: Stefan Struve x Matt Mitrione
Peso-médio: Uriah Hall x Thiago Marreta
Peso-galo: Russell Doane x Marcus Brimage
CARD PRELIMINAR
Peso-galo: Urijah Faber x Alex Caceres
Peso-meio-médio: Ildemar Marajó x Kenny Robertson
Peso-médio: Chris Camozzi x Bruno Carioca
Peso-galo: Rob Font x George Roop
Peso-médio: Luke Zachrich x Guilherme Bomba
Peso-médio: Kevin Casey x Bubba Bush

VAVEL Logo