Resultado Tampa Bay Lightning x Chicago Blackhawks, pelo jogo 1 da Final da Stanley Cup (1-2)
Live LoaderVAVEL Live SmallLive Match

Nossa transmissão do Jogo 1 das finais da Copa Stanley termina por aqui: Placar final, Tampa Bay 1, Chicago 2.

A equipe da Flórida abriu o placar cedo, com apenas 4 minutos de jogo, com Killorn. O time, no entanto, fez um terceiro período apático e Chicago se aproveitou disso para virar a partida e sair da Amalie Arena liderando a série final por 1 a 0.

O próximo encontro das duas equipes será no sábado, às 20h.

20' FINAL DE JOGO EM TAMPA! O Chicago Blackhawks vence de virada a equipe do Tampa Bay Lightning, por 2 a 1, e sai na frente na disputa pelo título da Stanley Cup.

19' Ben Bishop se encaminha para o banco. Tampa Bay com seis jogadores de linha e sem goleiro, na expectativa do gol de empate.

18' Com dois minutos faltando para o fim do jogo, Tampa Bay pressiona. Corey Crawford, contestado no começo da pós-temporada, tem uma atuação excelente.

16' O Chicago Blackhawks continua no ataque. O time domina o terceiro período após duas boas jogadas do jovem finlandês Teuvo Teravainen.

15' GOOOOOOOOL DE CHICAGO! Vermette se aproveita de desarme feito por Teravainen e vira o jogo para o time de Illinois. 2 a 1.

15' O momento da partida é de Chicago. O Lightning não lembra em nada a equipe que começou a partida dominando o adversário.

13' GOOOOOOOL DE CHICAGO! Teravainen bate de longe, e conta com uma ajuda de Marcus Kruger, que atrapalhou a visão do goleiro Ben Bishop. Jogo empatado em Tampa.

12' UUUH! Ryan Callahan dispara sozinho no contra-ataque, e Crawford faz uma defesa complicada. O camisa 50 dos Hawks mantém a esperança do empate viva.

10' Faltando apenas 10 minutos para o apito final, a superioridade dos Blackhawks na posse do disco não se traduz em chances de gol. O time erra muitos disparos. Já o Lightning apenas se defende, e mal consegue passar da linha vermelha.

9' O esquema defensivo de Tampa Bay está funcionando muito bem. Mesmo quando um zagueiro perde a posse do puck, sempre tem outro mais recuado para fazer a cobertura.

9' Corey Crawford ainda não teve de trabalhar na terceira etapa. Chicago começa a se aproveitar de pequenos erros da defesa do time da casa.

7' Boa chance para o Chicago Blackhawks. Marian Hossa num breakaway força Bishop a fazer outra boa defesa. São 15 defesas na partida.

6' Blackhawks jogando melhor na etapa final, mas a defesa de Tampa Bay não mostra sinais de ser furada.

3' Chicago passa mais tempo no campo de ataque, mas não cria nada muito perigoso. Jogadas com frequência acabam em uma longa troca de passes seguidas por uma defesa ou um giveaway.

A defesa do Tampa Bay Lightning continua se destacando na partida. Stralman, Hedman e Coburn estão atuando muito bem.

0' Começa o terceiro e último período em Tampa.

Os goleiros de ambas as equipes são os destaques até aqui.

A segunda etapa do jogo 1 das finais da Stanley Cup foi mais equilibrada. Chicago até que começou melhor, devido à duas oportunidades no powerplay. Mas no final, era Tampa Bay que jogava melhor, com muito perigo levado por sua primeira linha.

20' Termina o segundo período.

19' DE NOVO! Mais uma vez Stamkos, mais uma vez Crawford. O goleiro de Chicago está tendo um ótimo segundo período.

19' QUE DEFESA! Em um breakaway, Steven Stamkos solta um foguete, com Crawford fazendo a defesa com os pads.

Bishop vem sendo o principal nome do jogo para o Lightning. Victor Hedman também vem se destacando.

16' Ben Bishop faz outra boa defesa em tiro de Brad Richards. O público na Amalie Arena aplaude o goleiro de Tampa Bay.

16' Acaba a penalidade. Ambos os times com cinco jogadores.

15' QUASE! No slot, Killorn se atrapalha com o puck e perde a chance de fazer seu segundo no jogo.

14' POWERPLAY PARA TAMPA BAY. Kris Versteeg tromba com o goleiro Ben Bishop e fica de castigo por dois minutos. Goaltender interference. A penalidade é questionável; o winger dos Blackhawks tropeçou em Hedman.

12' O penalty kill do Lightning é muito efetivo. Os Blackhawks enfrentam muita dificuldade em atacar. A penalidade acaba e ambas as equipes estão com cinco atletas de linha patinando novamente.

10' POWERPLAY PARA CHICAGO. Tampa Bay comete um erro na troca de jogadores e fica com seis no rinque. Terceira oportunidade dos visitantes com a vantagem numérica na partida.

8' Chicago levando mais perigo com alguns wrap-arounds, mas não consegue finalizar. Tampa Bay possui um time rápido com contra-ataques explosivos.

6' O jogo segue truncado. A defesa de Chicago melhorou bastante na segunda etapa. Brent Seabrook leva perigo à meta de Bishop com um forte slap shot.

4' O segundo período começa mais equilibrado. Brad Richards teve outra chance perigosa para os Hawks que parou na luva de Ben Bishop. Os donos da casa ainda dominam os hits, no entanto;

2' Termina a vantagem numérica dos Blackhawks, e Tampa Bay já parte para o contra-ataque com Stamkos, que força Crawford a fazer boa defesa.

2' Chicago tenta atacar, mas o penalty kill do Lightning está muito bem.

0' POWERPLAY PARA CHICAGO. Mal começa a segunda etapa, e Alex Killorn vai para a jaula por high sticking em Saad.

Vai começar o segundo período em Tampa.

Vale ressaltar que o time da Flórida está invicto na pós-temporada após marcar o primeiro gol da partida.

O primeiro período teve um jogo bem físico, mas com domínio do Tampa Bay Lightning. A equipe tem mais hits e mais disparos a gol, e está na frente do placar, com uma bela deflection de Alex Killorn.

20' Ben Bishop faz uma boa defesa no disparo de Kane, no momento em que toca a buzina na Amalie Arena, e o primeiro período é encerrado, com vitória parcial de Tampa Bay por 1 a 0.

19' Powerplay encerrado. Chicago melhor nos minutos finais.

19' Os Blackhawks pecam na finalização. Teravainen perdeu uma boa chance no slot após um belo passe de Hossa.

O Chicago Blackhawks cria algumas boas chances no final do primeiro período. O playmaker do time, Marian Hossa, é a principal arma até o momento.

17' Jonathan Toews perde uma boa chance logo no começo do powerplay.

17' POWERPLAY PARA CHICAGO. Jason Garrison, por um cross-checking desnecessário. Dois minutos de vantagem numérica para a equipe de Illinois.

15' Chicago parece tentar reagir. Johnny Oduya com um bom disparo, mas defendido por Ben Bishop.

Coburn foi adquirido em uma troca com o Philadelphia Flyers em março deste ano. O preço foi de duas picks (1st e 3rd), além do defensor Radko Gudas.

14' Coburn impede um breakaway dos Blackhawks ao deitar no gelo para bloquear um passe de Marian Hossa.

13' Outro giveaway perigoso da defesa dos Blackhawks. Anton Stralman ainda consegue dar um hit efetivo em Brandon Saad para prevenir um contra-ataque.

12' E Corey Crawford não tem descanso. O arqueiro de Chicago fez três boas defesas em sequência. A defesa dos Blackhawks comete muitos erros que podem custar caro.

12' Antoine Vermette vence o faceoff para os Hawks. O time ainda troca passes na zona de defesa.

11' O Chicago Blackhawks mal apareceu no jogo. Tem apenas dois disparos a gol contra sete dos donos da casa.

10' QUASE! O taco de Hjalmarsson quebra, resultando em uma excelente chance de gol para Boyle, que força Crawford a fazer uma bela defesa.

08' Termina a vantagem numérica para o Lightning. O time continua dominando os adversários, que mal conseguem sair de sua zona de defesa.

06' POWER PLAY PARA TAMPA BAY. Andrew Shaw punido por tripping.

06' O Tampa Bay Lightning vai dominando o jogo até aqui.

04' GOOOOOOOOOL DE TAMPA BAY! Com o puck no ar, Alex Killorn, de costas, abre o placar na Amalie Arena. As assistências foram de Anton Stralman e Valteri Filppula.

03' Chicago reage com Patrick Kane, que em um breakaway obriga Bishop a fazer uma boa defesa.

02' Tampa Bay começa o jogo fazendo pressão. Alex Killorn perdeu uma boa chance logo no primeiro minuto de jogo.

01' Killorn leva perigo ao gol de Crawford.

Começa o jogo na Amalie Arena!

Cedric Paquette e Ryan Callahan costumam jogar nas linhas mais defensivas da equipe da Flórida.

A escolha da linha titular do Tampa Bay Lightning é interessante, especialmente considerando que o capitão e astro do time, Steven Stamkos, não começa jogando.

Como esperado, Crawford e Bishop serão os goleiros titulares.

Já o Lightning vem de Killorn, Paquette e Callahan. Hedman e Stralman são os defensores para o início do jogo.

Saad, Toews e Kane começam o jogo pelos Blackhawks, com Oduya e Seabrook na defesa.

A esperança de gols do time da Flórida cai sobre suas duas primeiras linhas, responsável por 45 dos 55 gols marcados nos playoffs.

O duelo entre os goleiros será interessante. Tanto Corey Crawford quanto Ben Bishop não tiveram números espetaculares na temporada, mas lideram a offseason em shutouts, com 3 cada.

Bryan Bickell está fora da partida. O left-winger canadense dará lugar a Versteeg.

As linhas das duas equipes ainda não foram completamente confirmadas.

O técnico do Chicago Blackhawks, Joel Quenneville, confirmou que o winger Kris Versteeg jogará hoje.

As duas equipes já estão fazendo o trabalho de aquecimento em Tampa.

A partida terá início às 21h e será disputada no Amalie Arena, casa do Tampa Bay Lightning. É o Jogo 1 da decisão da Stanley Cup, com cobertura da VAVEL Brasil.

Já o Chicago Blackhawks também precisou de sete jogos para derrotar o Anaheim Ducks pelo placar de 4 a 3. Finalista com méritos, após classificar-se dentro da cada do líder da conferência.

Nas quartas de final, um passeio contra o Minnesota Wild. Chicago Blackhawks não teve dificuldade e varreu a série por 4 a 0.

Na abertura dos playoffs, o Nashville Predators foi a vitima da vez. Derrotado por 4 a 2 ante o Chicago Blackhawks.

O Tampa Bay Lightning chega à decisão após derrotar o New York Rangers na final da conferência pelo placar de 4 a 3. Foi necessário o Jogo 7 para conhecermos o finalista.

Maior campeão da NHL, o Montreal Canadiens também não foi páreo para o Tampa Bay Lightning e deu adeus nas quartas de final, onde foi derrotado no somatório de 4 a 2.

Na abertura dos playoffs, o Detroit Red Wings foi a vitima da vez. Mesmo forçando o Jogo 7, acabou derrotado por 4 a 3 para o Tampa Bay Lightning.

O maior campeão da Copa Stanley é o Montréal Canadiens, com 24 títulos. Participantes da final, o Chicago Blackhawks já levantou o troféu cinco vezes, enquanto o Tampa Bay Lightning sagrou-se vencedor em uma oportunidade.

O torneio é disputado desde 1893, sendo uma das taças em disputa há mais tempo. O campeão de 2013-14 é o Los Angeles Kings.

A Copa Stanley (Stanley Cup, no original em inglês) é o troféu dado à equipe vencedora da NHL, principal liga de hóquei no gelo do mundo.

Boa noite, amante de hóquei! Acompanhe agora a partida entre Tampa Bay Lightning e Chicago Blackhawks, válida pela final da Stanley Cup. Fique conosco!

VAVEL Logo