Maior campeã, Índia se recupera e quebra invencibilidade da Argentina no hóquei masculino
Foto: Divulgação / Confederacion Argentina de Hockey

Pela terceira rodada do Grupo B do hóquei sobre a grama masculino nos Jogos Olímpicos Rio 2016, a Argentina teve parada dura contra a Índia, em jogo entre duas concorrentes às medalhas. Os asiáticos levaram a melhor com gols de Kangujam e Khadangbam. O desconto dos Leones foi marcado por Peillat, no placar final de 2 a 1 aos indianos.

Com o resultado, a Índia, detentora de oito medalhas de ouro, a última em 1980, reage na chave e soma duas vitórias e uma derrota para líder Alemanha. Já a Argentina conheceu a primeira derrota e caiu para o quarto lugar, no limite pela classificação às quartas de final. Os Leones acumulam uma vitória, um empate e um revés.

O primeiro gol do jogo surgiu após 8 minutos de bola rolando. Chinglensana Kangujam colocou na rede argentina para abrir o placar.

Os argentinos começaram a pressionar no segundo período, mas as chegadas não resultavam em gols. A Índia acumulou cartões amarelos, com a exclusão de atletas por cinco ou mais minutos, de acordo com o árbitro, mas os Leones não obtiveram êxito nesses minutos.

A Índia, por sua vez, aproveitou bobeada da saída de bola argentina para ampliar o marcador. Após a roubada, o passe foi para Khadangban, que foi preciso para arrematar no ângulo e fazer 2 a 0. Os Leones ficaram nervosos e abalados com o segundo tento e tiveram dificuldades para retomar as ações ofensivas.

O último quarto começou e a Argentina seguiu em cima. O camisa 2 Peillat aproveitou um corner curto para diminuir a diferença e recolocar a Albiceleste em chances na partida: 2 a 1. Com 6 minutos por jogar, Agustin Mazzili teve grande chance na área, mas finalizou para fora, de forma muito próxima da trave.

A restar 4 minutos, Vivaldi fechou o ângulo em ataque pela esquerda e fez grande defesa para evitar que os indianos matassem o jogo. A pressão argentina já não se encaixava e a Índia conquistou saídas velozes em contra-ataque, para aproveitar a desorganização defensiva da albiceleste. Consumindo os últimos instantes com a retenção da bola, os indianos seguraram o marcador favorável em 2 a 1.

VAVEL Logo