Super Bowl LI: Tom Brady se torna recordista em participações na final da NFL
(Foto: Editoria de arte/VAVEL.com)

Desde a década de 1980, a paixão pelo futebol americano já corria nas veias de Tom Brady. Nascido na Califórnia, acompanhava os jogos do San Francisco 49ers. Como qualquer um que fosse fã do esporte àquela época, tinha Joe Montana como ídolo e inspiração. Não poderia ter sido diferente com Brady, que se espelhou no que foi considerado por muito tempo o melhor de todos os tempos e acabou tomando para si o título.

Brady fez carreira no College Football jogando de 1995 a 1999 na Universidade de Michigan. De lá, foi draftado em 2000 pelo New England Patriots, de onde nunca saiu. Em suas duas primeiras temporadas, não começou como o quarterback principal da equipe, mas, mesmo assim, mostrou o potencial que teria na posição. Seu status de titular veio na pós-temporada de 2001, após ajudar o time na conquista do Super Bowl XXXVI.

A partir daí, a estrela de Brady começou a brilhar. Desde que começou a jogar, o New England não deixou de disputar os playoffs uma só vez. Foram 14 campeonatos divisionais, e é o quarterback que mais tem vitórias em pós-temporadas: 24, contra nove derrotas. O Super Bowl LI será o sétimo de Tom Brady conduzindo seu time. Das seis participações anteriores, quatro vezes levantou o Troféu Vince Lombardi e, por três edições foi eleito o melhor jogador da partida.

Nos dois últimos anos protagonizou a polêmica do Deflategate, o escândalo no qual a equipe teria murchado bolas na partida da final da AFC, contra o Indianapolis Colts, em que Brady teria sido cúmplice. Em 2015 a decisão foi que ele seria punido não participando das quatro primeiras semanas da temporada-regular. No ano seguinte, a justiça retomou o processo e tornou a puni-lo com a suspensão de quatro jogos no início da temporada de 2016.

Nada disso parece ter abalado Brady, pelo contrário. Ele é do tipo de jogador que levanta ainda mais forte de uma queda, e deixou isso bem claro para todos os fãs da NFL nas duas últimas temporadas. Apesar de não ter chegado ao Super Bowl em 2015/16, foi longe e manteve a qualidade, os Patriots foram a equipe que ficou invicta por mais tempo na temporada. Neste ano, perderam apenas duas partidas ao longo da temporada: a primeira, na semana quatro, para o Buffalo Bills e, na semana 10, para os Seahawks. Brady completou 291 passes, marcou 28 touchdowns e foi interceptado apenas duas vezes.

O duelo contra os Falcons no Super Bowl LI não será tão simples quanto pode parecer e quanto os fãs dos Patriots podem esperar. Brady tem diante de si um grande adversário. Matt Ryan mostrou-se gigante ao longo da temporada e voou mais longe do que se esperava. O que ninguém pode negar é que será um grande jogo. Brady pode encher uma das mãos de anéis e dar mais um passo em busca do título de melhor de todos os tempos. Mas, mesmo que isso não aconteça, é importantíssimo reconhecer a grandeza deste que já é uma lenda do esporte e um dos maiores nomes que temos. 

VAVEL Logo