Julio Jones x Malcolm Butler: duelo aéreo na busca pelo anel do Super Bowl LI
(Foto: Editoria de arte/VAVEL.com)

No próximo domingo (5) será decidido o campeão da temporada de 2016 da NFL. O Super Bowl 51 irá coroar o New England Patriots ou o Atlanta Falcons, vencedores de suas conferências. Duelo que será marcado por encontro entre prováveis vencedores do prêmio de MVP, por treinadores com características distintas e também por atletas com status de coadjuvantes.

Entre eles está dois jogadores que são encarados como peças-chave no quebra-cabeças que acontecerá no NRG Stadium, em Houston: Julio Jones, wide receiver dos Falcons e Malcolm Butler, cornerback dos Patriots e apenas um deles sairá vencedor.

Quintorris "Julio" Jones nasceu em 3 de fevereiro de 1989 e chegou a NFL em 2011 após excelente passagem na Universidade de Alabama, saindo para os Falcons na sexta escolha geral do draft daquele ano após conquistar diversos prêmios ainda no College. Logo na primeira temporada foram 54 recepções, 989 jardas e anotou oito touchdowns.

Antes mesmo da aposentadoria do lendário recebedor dos Falcons, Roddy White, o camisa 11 da equipe já havia tomado conta de ser o recebedor número 1 do time. Com 1,91m e 100 kg, Jones é considerado por muitos o melhor jogador da posição na NFL.

Possível título de Atalnta passa por Jones (Foto: Kevin Cox/Getty Images)
Possível título de Atalnta passa por Jones (Foto: Kevin Cox/Getty Images)

Nascido na pequena Wicksburg, em Mississippi, Malcolm Terel Butler nasceu em março de 1990 e tem 1,81 e 86 kg, jogou por West Virginia no College Football e só entrou na liga nacional com 24 anos de idade sem vir pelo draft, mas sendo contratado pelo New England Patriots em 2014 após as escolhas. E logo na primeira temporada sua conseguiu o anel de Super Bowl ao bater o Seattle Seahawks com uma interceptação sua no final da partida.

Números bons e jogo coletivo

É inquestionável a influência de ambos os jogadores para as unidades de seus times, principalmente em 2016 quando as equipes fizeram campanhas positivas e com duelos dominantes também na parte individual.

Apesar de ser apenas o 28° na NFL em número de touchdowns (6), Jones foi o segundo melhor em jardas totais (1.409), quarto em médias de jardas por recepção (17) e o vice-líder em recepções para mais de 20 jardas (27). O ex- Crimson Tide teve seu melhor jogo ainda na semana 4, quando obteve 12 recepções, 300 jardas e um TD contra o Carolina Panthers.

Butler não conseguiu nenhum touchdown de defesa em 2016. Tão pouco liderou a liga em interceptações, mas é considerado pro diversos especialistas o melhor defensor de terceira linha em diversos aspectos específicos como cobertura em zona e marcação individual.

Butler pode repetir glória de dois anos atrás (Foto: Getty Images)
Butler pode repetir glória de dois anos atrás (Foto: Getty Images)

O camisa 26 empatou em 11° na NFL em número de roubos de bola, com 4 e forçou um fumble. Malcolm também foi o 14° entre os cornerbacks com mais tackles e ajudou New England a ficar como a 12° melhor defesa contra o jogo aéreo (3.806 totais).

Quem leva vantagem

No alinhamento dos snaps ofensivos de Atlanta e defensivos de New England, Jones e Butler ficarão cara a cara na maioria dos instantes da partida. Julio Jones usa de sua força para conseguir ganhar na marcação individual logo na linha de scrimmage e aposta em explosão para não ser pego após a recepção concluída. Butler, mesmo menor, possui mais velocidade e se, com ajuda dos safeties, suprimir o rival sem completar as rotas, mostra grandes chances de sair vencedor da batalha.

Jones pode vencer este duelo particular se conseguir fazer o que costumeiramente tenta nas partidas: desvencilhar do marcador no primeiro momento após o início da jogada e usar da altura em passes acima das coberturas simples ou duplas. Vamos esperar o duelo derradeiro no próximo domingo.

VAVEL Logo