Super Bowl LI: caminho do New England Patriots à final da NFL
Fotomontagem: Editoria de Arte/VAVEL Brasil

24 de junho de 2015. Tom Brady e New England Patriots têm apelação anulada pela NFL e o quarterback seria suspenso pelas quatro primeiras semanas da temporada 2016/17. Motivo? O caso deflategate – ocorrido em janeiro de 2016 quando a franquia teria esvaziado as bolas da final de conferência diante do Indianapolis Colts.

Até o início da temporada regular, torcedores dos Patriots aguardavam uma novidade sobre o caso, mas nada ocorreu. Sem Tom Brady, New England teria que iniciar o ano sem seu principal líder.

5 de fevereiro de 2017. Pela sétima vez, mesmo sem atuar durante toda a temporada, Brady leva os Patriots ao Super Bowl LI diante do Atlanta Falcons. A grande decisão ocorre às 21h30 (horário de Brasília) no NRG Stadium.

Bill e Brady querem repetir 2014/15 e voltarem a vencer o Super Bowl | Foto: Tom Pennington/Getty
Bill e Brady querem repetir 2014/15 e voltarem a vencer o Super Bowl | Foto: Tom Pennington/Getty

Semana 1-4: com Garoppolo e Brissett, apenas uma derrota

Logo na primeira semana, o quarterback reserva Jimmy Garoppolo teve uma prova de fogo enfrentando o Arizona Cardinals fora de casa. Resultado: 23 a 21 para os visitantes, com Jimmy lançando para 264 jardas. Arizona teve um field goal no último minuto, mas Chandler Catanzaro errou o chute.

Diante do Miami Dolphins, mais problemas para New England. Garoppolo teve boa atuação na vitória por 31 a 24, mas saiu com uma lesão no ombro ainda no segundo quarto. O quarterback perderia as duas partidas sequentes, contra o Houston Texans e o Buffalo Bills.

Sob o comando de Jacoby Brissett, os Patriots golearam a franquia texana por 27 a 0 no Gillette Stadium. Foi a primeira partida de NE sem sofrer pontos desde 2012. Contra os rivais de divisão na semana seguinte, o terceiro QB sofreu com a defesa dos Bills, ocasionando uma derrota por 16 a 0 dentro de casa.

Sem Brady, Garoppolo e Brisset tiveram tempos de jogo, sofrendo apenas uma derrota em quatro jogos | Foto: Fred Kfoury III/Icon Sportswire via Getty
Sem Brady, Garoppolo e Brisset tiveram tempos de jogo, sofrendo apenas uma derrota em quatro jogos | Foto: Fred Kfoury III/Icon Sportswire via Getty

Semana 5-10: retorno de Brady, triunfos e derrota para Seattle

O tão aguardado retorno de Brady ocorreu diante do limitado Cleveland Browns. Sem surpresas, New England venceu por 33 a 13 com 406 jardas e três touchdowns de seu quarterback.

Fazendo sua estreia em 2016 dentro de casa na semana seguinte, o Cincinnati Bengals foi a vítima da vez para os comandados de Bill Belichick. Em partida monstruosa de Rob Gronkowski - com 162 jardas e um touchdown. Ao fim, vitória por 35 a 17.

Aproveitando a ausência do lesionado Ben Roethlisbergher, New England viajou ao Heinz Field para enfrentar o Pittsburgh Steelers na Semana 7. Destaque para o running back LeGarrette Blount correndo para 127 jardas e anotando dois touchdowns, ajudando os Patriots a vencer por 27 a 16.

Na Semana 8, novamente o Buffalo Bills era o adversário de New England. Anotando 27 pontos em cinco posses consecutivas, Tom Brady e cia. foram para a bye week com moral após triunfo por 41 a 25 diante do rival da AFC Leste.

Adversário do Super Bowl XLIX, o Seattle Seahawks conseguiu a revanche pela derrota na final de 2015 vencendo por 31 a 24. Em seu penúltimo jogo antes de ser colocado na injury reserve, Gronkowski perdeu a oportunidade de recepcionar um touchdown que empataria o confronto nos minutos finais, ocasionando a primeira derrota de Brady na temporada.

Gronk reclama com arbitragem, mas nada feito; vitória de Seattle em pleno Gillette Stadium | Foto: Jim Rogash/Getty
Gronk reclama com arbitragem, mas nada feito; vitória de Seattle em pleno Gillette Stadium | Foto: Jim Rogash/Getty

Semana 11-14: quatro triunfos seguidos e quebra de recorde de Brady

A derrota diante dos Seahawks expôs algumas falhas na franquia de New England, mas sem pensar no passado, Bill Belichick e cia. viraram a chave já pensando no San Francisco 49ers. Retornando à Bay AreaBrady anotou quatro touchdowns no triunfo por 30 a 17.

Fora de casa diante do rival New York Jets, os Patriots sofreram para vencer no MetLife Stadium. Vitória por 22 a 17 com touchdown de Malcom Mitchell faltando menos de dois minutos para o fim do clássico da AFC Leste.

Alcançando o 201º triunfo na carreira, Tom Brady se tornou o recorde da posição de quarterback no quesito, ultrapassando Peyton Manning. O número foi alcançado após vitória diante do Los Angeles Rams por 26 a 10.

Na semana seguinte - já chegando ao fim da temporada regular, Patriots e Baltimore Ravens reeditaram a decisão da Conferência Americana de 2012/13. No Gillette Stadium, um touchdown no último quarto de 79 jardas de Chris Hogan garantiu mais um resultado positivo para os Patriots.

TD de Hogan garantiu vitória dos Patriots diante dos Ravens | Foto: Rob Carr/Getty
TD de Hogan garantiu vitória dos Patriots diante dos Ravens | Foto: Rob Carr/Getty

Semana 15-17: invencibilidade e mando de campo nos playoffs

Diante do atual campeão Denver Broncos, New England venceu fora de casa por 16 a 3; atuação defensiva de gala, forçando três turnovers e garantindo o trinfo no Sports Authority Field at Mile High.

As duas semanas seguintes - encerrando a temporada regular, foram diante dos rivais Jets e Dolphins. Contra New York, uma avalassadora vitória por 41 a 3, culminando no 200º triunfo de Bill Belichick na NFL. Diante dos Dolphins, resultado positivo por 35 a 14 na Flórida, garantindo o mando de campo durante toda a pós-temporada.

Edelman e cia. construíram vitória em Miami e garantiram mando de campo nos playoffs | Foto: Doug Murray/Icon Sportswire via Getty
Edelman e cia. construíram vitória em Miami e garantiram mando de campo nos playoffs | Foto: Doug Murray/Icon Sportswire via Getty

Divisional Round e final de conferência: reencontro com Texans e duelo diante dos Steelers

Reencontrando o adversário da goleada na Semana 3, Patriots e Houston Texans duelaram em Foxboro por uma vaga na final da Conferência Americana. Não foi tão fácil quanto durante a temporada regular, mas Dion Lewis se destacou com três touchdowns - um de recepção, um de corrida e outro de kickoff, garantindo o resultado de 34 a 16 diante da franquia liderada por Brock Osweiler.

Diante do Pittsburgh Steelers, um dos confrontos mais aguardados da temporada. Como a defesa pararia o trio BBB da Pensilvânia? Com atuação segura do front seven e da secundária, Big BenAntonio Brown Le'Veon Bell - que saiu lesionado logo no início do confronto, não demonstraram seu melhor jogo.

Em atuação de gala de Brady com 384 jardas - seu recorde em pós-temporada, os Patriots venceram por 36 a 17 diante dos Steelers, retornando ao Super Bowl após dois anos.

Patriots quer o quinto anel do Super Bowl; todos foram conquistados entre 2001 e 2015 | Foto: Jim Rogash/Getty
Patriots quer o quinto anel do Super Bowl; todos foram conquistados entre 2001 e 2015 | Foto: Jim Rogash/Getty

Entre 2001 e 2015, são quatro títulos do Super Bowl em quatorze anos. Em 2017, a franquia de Bill Belichick vai em busca do quinto anel. Mas para isso, New England deverá parar o potente ataque do Atlanta Falcons comandado por Matt RyanJulio Jones e cia.

As respostas de todas as perguntas que antecipam uma das finais mais aguardadas da NFL serão conhecidas neste domingo. Falcons e Patriots prometem um duelo de muitos pontos e enorme emoção. Cotados ao prêmio de MVP, Matty Ice e Brady conduzirão suas franquias com excelência na busca pelo título mundial.

VAVEL Logo