Defesas se sobressaem e Bears derrotam Seahawks
Foto: Reprodução/Twitter/Chicago Bears

Defesas se sobressaem e Bears derrotam Seahawks

Front seven de Chicago foi fundamental para o triunfo diante da equipe de Seattle

kelvin-queiroz
Kelvin Queiroz

Ao longo dos últimos anos, a NFL tem se tornado uma liga que prioriza e até favorece cada vez mais os ataques. Bem, não foi isso que vimos na noite desta segunda-feira (17) no Soldier Field. Os esquemas defensivos deram o tom da vitória do Chicago Bears sobre o Seattle Seahawks por 24 a 17.

Uma das grandes histórias do jogo, o prenúncio de um caos completo na fragilizada linha ofensiva dos Seahawks foi confirmado. Khalil Mack e companhia fizeram a festa no primeiro tempo com cinco sacks. Roquan Smith, linebacker que foi a oitava escolha geral do último draft, fez sua primeira partida como titular e também foi bem.

+ Não sabe onde achar jersey do seu time com desconto? Na Futfanatics tem! 

Assim como no jogo contra o Denver Broncos na semana passada, a iminente pressão a Russell Wilson acabou por prejudicar todo o sistema, que se tornou inoperante até o último quarto. Cinco das oito primeiras campanhas do ataque dos Seahawks resultaram em three and outs. Com apenas 25% de aproveitamento em terceiras descidas e 85 jardas ofensivas no primeiro tempo, Seattle parecia perdido em campo.

Só que Chicago também errava. Mitchell Trubisky lançou duas interceptações (as duas provocadas por Shaquill Griffin) e não conseguiu capitalizar quando foi à red zone. Ou seja, apesar de toda a ineficiência, Seattle foi para os vestiários perdendo apenas por uma posse: 10x3. O touchdown foi marcado por Trey Burton em uma jogada option com Trubisky.

Aliás, ao longo da partida Chicago mostrou conceitos interessantes em seu ataque, com jet sweeps e options utilizando Taylor Gabriel, um wide receiver. Muito disso se deve ao estilo do novo coordenador ofensivo Mark Helfrich. Helfrich era o head coach da universidade de Oregon, que usava e abusava dessas jogadas.

Na volta para a segunda etapa, os problemas ofensivos persistiam e Pete Carroll se via num caminho sem saída. Sua equipe só foi ter o avanço terrestre mais produtivo na quarta jogada do último período, quando Rashad Penny correu para 10 jardas. Só que o placar já apontava 17 a 3 a favor do time adversário. Antony Miller havia marcado seu primeiro touchdown na carreira.

Carroll então começou a ser mais agressivo nas chamadas e obrigar a Russell Wilson a fazer lançamentos mais perigosos. Deu certo no primeiro momento, quando Wilson liderou uma campanha de 75 jardas que acabou em um lindo passe na end zone para Tyler Lockett. Mas logo depois, no drive seguinte, veio o balde de água fria: Prince Amukamara interceptou o quarterback e selou a derrota dos Seahawks, que ainda tiveram tempo de marcar mais um TD com Will Dissly, seu segundo na temporada. Mas já era tarde demais: Chicago 24x17 Seattle.

 

 

 

 

 

 

 

VAVEL Logo

    Futebol Americano Notícias

    há 3 meses
    há 3 meses
    há 3 meses
    há 3 meses
    há 3 meses
    há 3 meses
    há 3 meses
    há 3 meses
    há 3 meses
    há 3 meses