Acompanhe a coletiva de imprensa do UFC Rio 237
Foto: Divulgação UFC

Acompanhe a coletiva de imprensa do UFC Rio 237

Lendas da organização Anderson Silva e José Aldo estarão presentes no card principal

araujo_luis
Luis Araujo
Logo mais teremos as matérias com todas as declarações dadas pelos participantes do UFC Rio 237. 
Fim da coletiva no Copacabana Palace. 
Aldo sobre McGregor:
“Carreira brilhante, expandiu o esporte, mas não vejo essa luta acontecendo. Ele se aposentou, e na minha cabeça a revanche deveria ser imediata”.
José Aldo:
“Qualquer atleta brasileiro vibra bastante com uma vitória. Se tiver oportunidade vou correr novamente para a torcida, mas parece que a segurança estará reforçada”
Esse é o cinturão que Jéssica Andrade tentará levar para casa
Aldo sobre renovação com UFC:
“Estou aberta a novas propostas, to ouvindo e avaliando o que é melhor. Acho que é a hora da nova geração, mas estou analisando”.
UFC 239 terá Jon Jones defendendo cinturão contra Thiago Marreta, e Amanda Nunes enfrentando Holly Holm.
Minotouro:
“Antes de encerrar a carreira gostaria de enfrentar o Shogun, pois na nossa última luta não achei o resultado justo”. 
Aldo sobre internação:
“Pensei em sair da luta. Eu nem queria ficar no hospital, mas não conseguia botar o pé do chão. Estou me recuperando, um treino por dia, e espero na semana que vem estar 100%”
José Aldo:
“Lutar em casa é sempre maravilhoso. Desde o primeiro UFC no Rio acho que o evento avançou muito no Brasil”
Minotauro:
“Anderson Silva não pode estar presente hoje por compromissos, mas está confirmado no card.”
José Aldo:
“Tenho treinado bastante forte. Os antibióticos dificultam um pouco minha preparação, mas minha força de vontade é maior que isso tudo”
Tudo pronto para o inicio
Jéssica Bate-Estaca está presente na coletiva do UFC
Atual líder do ranking, atrás apenas do campeão Max Holloway, Aldo vem de duas grandes vitórias por nocaute técnico: sobre Jeremy Stephens, em julho de 2018, e sobre Renato Moicano, há pouco mais de um mês no UFC Fortaleza.  
O UFC® 237 também vai marcar a volta do ‘Rei do Rio’ José Aldo (28-4) à cidade maravilhosa. Ex-campeão peso-pena, o manauara já declarou que esse será seu último ano no UFC e que a conclusão perfeita para a sua carreira seria fazer suas lutas finais em casa. 
Além da tão sonhada oportunidade de conquistar o cinturão do UFC, Jessica também vai poder reencontrar a torcida brasileira. Sua última luta no país aconteceu em fevereiro de 2015, em Porto Alegre.
Com apenas uma derrota na divisão - para a então campeã Jedrzejczyk - Jessica acumulou vitórias sobre nomes como Claudia Gadelha, Karolina Kowalkiewicz, Tecia Torres e Joanne Calderwood até chegar a luta contra Namajunas. Além da tão sonhada oportunidade de conquistar o cinturão do UFC, Jessica também vai poder reencontrar a torcida brasileira. Sua última luta no país aconteceu em fevereiro de 2015, em Porto Alegre.
Já a brasileira Jessica "Bate-Estaca" vem em uma sequência impressionante de performances desde que desceu do peso-galo para o peso-palha, categoria onde hoje lidera o ranking. 
A polonesa ganhou o direito da revanche em abril do ano seguinte, no UFC 223, mas foi novamente derrotada, dessa vez por decisão unânime.
A americana se tornou campeã da divisão após chocar o mundo e destronar a até então imbatível Joanna Jedrzejczyk por nocaute técnico no UFC 217, em novembro de 2017. A polonesa ganhou o direito da revanche em abril do ano seguinte, no UFC 223, mas foi novamente derrotada, dessa vez por decisão unânime.
O evento pode garantir um novo cinturão para o Brasil. A paranense de Umuarama Jessica Andrade (19-6) enfrenta a atual dona do título peso-palha Rose Namajunas (9-3). 
O evento pode garantir um novo cinturão para o Brasil. A paranense de Umuarama Jessica Andrade (19-6) enfrenta a atual dona do título peso-palha Rose Namajunas (9-3). A americana se tornou campeã da divisão após chocar o mundo e destronar a até então imbatível Joanna Jedrzejczyk por nocaute técnico no UFC 217, em novembro de 2017. A polonesa ganhou o direito da revanche em abril do ano seguinte, no UFC 223, mas foi novamente derrotada, dessa vez por decisão unânime.
AGENDA DOS PRÓXIMOS EVENTOS
O último grande sucesso foi o UFC 224, em 12 de maio de 2018, quando Amanda Nunes defendeu seu cinturão de maneira espetacular contra Raquel Pennington.
A cidade já foi palco de duelos inesquecíveis envolvendo lutadores como José Aldo, Anderson Silva, Vitor Belfort, Ronda Rousey, entre outros.
As lendas da organização Anderson Silva e José Aldo também estarão presentes no card, que marca a décima passagem do UFC® pelo Rio de Janeiro.
O UFC® 237 será realizado na Jeunesse Arena, na Barra da Tijuca, com a campeã peso-palha Rose Namajunas colocando seu cinturão em jogo contra a desafiante, a brasileira Jessica Andrade, número 1 no ranking da divisão. 
O Ultimate anunciou na noite de 2 de fevereiro o retorno do evento ao Rio de Janeiro no dia 11 de maio, com o UFC 237.
Os fãs cariocas de MMA novamente terão a oportunidade de ver o octógono de perto. 
Como e onde assistir o UFC Rio 237
Acompanhe ao vivo tudo sobre a coletiva de imprensa do UFC Rio 237 na VAVEL BRASIL. 
VAVEL Logo