Jessica ‘Bate-Estaca’ prega respeito a Namajunas e revela: “Me considero zebra”
(Foto: Luis Araújo/VAVEL Brasil)

Jessica ‘Bate-Estaca’ prega respeito a Namajunas e revela: “Me considero zebra”

Brasileira fará luta principal do UFC 237, no Rio, pelo cinturão da categoria peso palha

yannrodrigues
Yann Rodrigues

Desafiante pelo cinturão do peso palha, a brasileira Jessica ‘Bate-Estaca’ Andrade concedeu coletiva de imprensa no Copacabana Palace na tarde desta quinta-feira (28). Foi a apresentação do UFC 237, que acontece no dia 11 de maio Rio de Janeiro, na Jeunesse Arena. 

A paranaense, tida como favorita para luta contra a americana Rose Namajunas, rechaçou o favoritismo e demonstrou respeito à campeã da categoria, lembrando as lutas de cada uma contra a polonesa Joanna Jędrzejczyk, ex-campeã da categoria.

“Eu me considero sempre a zebra. Inclusive, a Rose é a campeã. Ela venceu a Joanna e eu não consegui. Acredito que eu evoluí muito desde a luta com a Joanna até hoje. Desacredito da afirmação das pessoas que meu jogo é melhor que o dela, pois todos nós somos bons em alguma coisa. A única diferença é que eu tenho muita força, tenho a parte de chão boa também, sou agressiva, mas a Rose vem mostrando evolução das últimas lutas dela para cá. Eu entro como zebra, tenho isso dentro de mim, e eu luto melhor assim. Eu tenho que dar o meu melhor, por isso gosto de ser considerada a zebra. A Rose é a favorita. No dia, dentro do octógono, vamos mostrar a que viemos, tanto aqui quanto lá”

Jessica falou também sobre o crescimento das mulheres dentro da organização, citou Ronda Rousey, Amanda Nunes e frisou a honra de participar da luta principal do UFC Rio, reforçando que ela e Rose Namajunas são capazes de fazer uma grande luta para encerrar à noite. 

“Todas as mulheres podem ser o que quiserem. Estar no evento e ser a luta principal da noite é incrível. Isso mostra a nossa capacidade, o quanto evoluímos em um esporte que muitos achavam que era masculino. Ninguém imaginava que haveriam mulheres lutando e hoje a gente está no Brasil, com duas lutadoras incríveis, e já tivemos lutas maravilhosas como a da Ronda, da Amanda. É um card excelente e mostra o quanto estamos evoluindo. Nos temos capacidade, sim, de fazer uma grande luta e fechar o evento com chave de ouro”.

VAVEL Logo