Teunissen surpreende,
vence em Bruxelas e veste a camisa amarela
Holandês venceu a primeira camisa amarela de 2019 (Tour de France/Divulgação)

Teunissen surpreende, vence em Bruxelas e veste a camisa amarela

Segunda etapa será um contra-relógio por equipes de 27,6 km, neste domingo (7)

ismailfilho
Ismail Filho

Finalmente a espera acabou e a 106ª edição Tour de France largou, neste sábado (06) em Bruxelas, na Bélgica. E o primeiro camisa amarela de 2019 é o holandês Mike Teunissen (Jumbo-Visma), que surpreendeu  para vencer a primeira etapa de 194,5 km com início e final na capital belga.

O especialista da Jumbo-Visma para o sprint final era o Dylan Groenewegen, mas o holandês foi para o chão num tombo generalizado no meio do pelotão com apenas 1,5 km para a linha de chegada. Com isso, Teunissen ficou livre para disputar centímetro por centímetro e bater o favorito Peter Sagan (Bora) num final marcado por uma leve subida.

Com a vitória e o bônus de tempo para o primeiro colocado, Teunissen assume a camisa amarela com quatro segundos de vantagem para Sagan. O atleta da Jumbo-Visma também faturou a camisa verde por pontos, mas na segunda etapa quem larga com ela vai ser o segundo colocado Peter Sagan.

E também teve um belga no pódio para fazer a festa da torcida local. Campeão olímpico no Rio de Janeiro em 2016, Greg van Avermaet (CCC) veste a camisa branca com bolinhas de melhor escalador porque ganhou o prêmio na subida do Mur de Grammont, de categoria 3, e faturou dois pontos.

A fuga

A última fuga do dia foi de Stéphane Rossetto (Cofidis). O francês atacou com 59 km para o final e manteve uma distância controlada pelo pelotão até os 10 km. Destaque para a Lotto Soudal, que liderou o pelo maior tempo a busca por Rossetto.

Acidentes

Um dos favoritos ao título, Jakob Fuglsang (Astana) se envolveu em uma queda com 18 km para a chegada. O dinamarquês sofreu escoriações nas costas, perna e cotovelo, além de um corte no supercílio. Mesmo com o sangue no rosto, Fuglsang contou com a ajuda em massa da sua equipe para escalar a caravana e retornar ao pelotão.

A equipe Ineos também confirmou que o atual campeão, Geraint Thomas, caiu no acidente com 1,5 km para a chegada. Porém, o britânico não teve maiores problemas e completou a prova.

2ª etapa

A caravana do Tour de France continua em Bruxelas neste domingo (7). A segunda etapa será um contra-relógio por equipes de 27,6 km pelas ruas da capital belga e que promete mudar drasticamente a classificação geral.

L'Etape Brasil

O Tour de France também oferece oportunidades para atletas amadores participarem da prova com a realização do L’Étape pelo mundo. A versão brasileira será disputada em 29 de setembro, na cidade de Campos do Jordão (SP), e terá até 3 mil participantes.

Com a chancela do tradicional Tour de France, o L’Étape Brasil mantém as características de uma parte da corrida francesa. Em 2018, ciclistas de todos os estados brasileiros inscreveram-se na prova, aberta também a atletas amadores.

Classificação da etapa:

1- Mike Teunissen (Jumbo - Visma): 4h 22' 47''

2 - Peter Sagan (Bora - Hansgrohe): m/t

3- Caleb Ewans (Lotto Soudal): m/t

4- Giacomo Nizzolo (Dimension Data): m/t

5 - Sony Colbrelli (Bahrain - Merida): m/t

 

Classificação geral:

1- Mike Teunissen (Jumbo - Visma): 4h 22' 47''

2- Peter Sagan (Bora - Hansgrohe): +4''

3- Caleb Ewans (Lotto Soudal): +6''

4- Giacomo Nizzolo (Dimension Data): +10''

5 - Sony Colbrelli (Bahrain - Merida): +10''

 

Classificação por pontos:

1- Mike Teunissen (Jumbo - Visma): 50 pts

2- Peter Sagan (Bora - Hansgrohe): 50 pts

3 - Sony Colbrelli (Bahrain - Merida): 33 pts

 

Classificação de melhor escalador:

1- Greg van Avermaet (CCC): 2 pts

2- Xandro Meurisse (Wanty - Gobert): 2 pts

 

Classificação do melhor jovem:

1- Caleb Ewans (Lotto Soudal): 4h 22' 43''

2- Amund Jansen (Jumbo - Visma): +4''

3- Wout Van Aert (Jumbo - Visma): +4''

VAVEL Logo