Italiano Elia Viviani vence primeira etapa no sprint do Tour de France
ASO / Tour de France

Italiano Elia Viviani vence primeira etapa no sprint do Tour de France

Foram 213,5 km de prova entre as cidades de Reims e Nancy

ismailfilho
Ismail Filho

Pelo segundo dia seguido a equipe Deceuninck-Quick-Step dominou a quarta etapa do Tour de France, nesta terça-feira (09), e faturou a vitória após 213,5 km entre as cidades de Reims e Nancy. O italiano Elia Viviani aproveitou o grande trabalho dos companheiros na embalada final para conquistar seu primeiro triunfo. Sem nenhuma surpresa, Julian Alaphilippe, também da Deceuninck – Quick-Step, manteve a camisa amarela e segue na liderança da classificação geral.

O vento marcou presença, mas não afetou a dinâmica do estágio plano. Michael Schär (CCC), Frederik Backaert e Yoann Offredo (Wanty-Groupe Gobert) saíram na principal fuga do dia e abriram, no máximo, 3’40’’ de vantagem. O pelotão controlou os atletas da frente com destaque para os trabalhos de Maxime Monfort (Lotto Soudal), Tony Martin (Jumbo-Visma) e Yves Lampaert (Deceuninck-Quick-Step).

O pelotão chegou a diminuir a vantagem da fuga para 40’’ ainda com 40 km para o final e diminuiu o ritmo. Foi quando Schär e Backaert atacaram no grupo da frente. Offredo não resistiu e acabou absolvido pelo grupo de elite. No entanto, os escapados foram neutralizados com facilidade.

Com o pelote compacto, as equipes brigaram cabeça por cabeça para posicionar bem seus melhores velocistas, mas apenas a Deceuninck – Quick-Step conseguiu organizar seu trem de embalada. Até mesmo o camisa amarela Julian Alaphilippe ajudou, mas foi o argentino Maximiliano Richeze que foi o último a sair da frente de Elia Viviani. O italiano aproveitou a indecisão dos seus principais adversários e bateu o martelo na linha de chegada.

“Não posso acreditar ainda que venci. Esse era o grande objetivo do ano. Perdemos a primeira chance de vestir a camisa amarela (na primeira etapa, em Bruxelas). Mas eu acho que depois da sensacional jornada de Julian (Alaphilippe) ontem (terça-feira, 08), é um momento em que mudamos. Hoje fizemos um trabalho perfeito, vocês viram como foi o sprint, só preciso agradecer a equipe, eles foram realmente inacreditáveis. Estou muito feliz. Vence no Tour de France significa muito para mim”, declarou Viviani antes de subir ao pódio.

Peter Sagan (Bora-Hansgrohe) ficou encaixotado atrás dos outros velocistas, mas conseguiu passar na quarta colocação e manteve a camisa verde na classificação por pontos. A surpresa ficou por conta do norueguês Alexander Kristoff (UAE-Emirates), que terminou na segunda colocação. Por outro lado, o holandês Dylan Groenewegen (Jumbo-Visma) decepcionou mais uma vez e não conseguiu ser competitivo no sprint.

Todos os favoritos na classificação geral completaram a etapa com o mesmo tempo e não houve mudanças nas primeiras posições na briga pela camisa amarela.

Quinta etapa

A organização do Tour de France disse antes do início da prova que esta seria uma das edições mais difíceis de todos os tempos. E para confirmar a tese, a etapa desta quarta-feira (10) promete não dar moleza para os ciclistas. Serão 175,5 km entre Saint-Dié-Des-Vosges e Colmar. Porém, no meio do percurso serão duas subidas de categoria 3 e outras duas montanhas de categoria 2.

L'Étape Brasil

O Tour de France também oferece oportunidades para atletas amadores participarem da prova com a realização do L’Étape pelo mundo. A versão brasileira será disputada em 29 de setembro, na cidade de Campos do Jordão (SP), e terá até 3 mil participantes.

Com a chancela do tradicional Tour de France, o L’Étape Brasil mantém as características de uma parte da corrida francesa. Em 2018, ciclistas de todos os estados brasileiros inscreveram-se na prova, aberta também a atletas amadores.

 

Classificação da etapa:

1- Elia Viviani (Deceuninck – Quick-Step): 5h09’20’’

2- Alexander Kristoff (UAE – Emirates): m/t

3- Caleb Ewan (Lotto Soudal): m/t

4- Peter Sagan (Bora – Hansgrohe): m/t

5- Dylan Groenewegen (Jumbo - Visma): m/t

 

Classificação geral:

1- Julian Alaphilippe (Deceuninck – Quick-Step): 14h41’39’’

2- Wout van Aert (Jumbo – Visma): +20’’

3- Steven Kruijswijk (Jumbo – Visma): +25’’

4 – George Bennett (Jumbo – Visma): +25’’

5 – Michael Matthews (Sunweb): +40’’

 

Classificação por pontos:

1- Peter Sagan (Bora - Hansgrohe): 104 pts

2- Elia Viviani (Deuceninck – Quick-Step): 81 pts

3- Michael Matthews (Sunweb): 75 pts

 

Classificação de melhor escalador:

1- Tim Wellens (Lotto Soudal): 7 pts

2- Xandro Meurisse (Wanty - Gobert): 3 pts

3- Greg van Avermaet (CCC): 2 pts

 

Classificação do melhor jovem:

1- Wout van Aert (Jumbo – Visma): 14h41’59’’

2- Egan Bernal (Ineos): +20’’

3- Enric Mas (Deceuninck – Quick-Step): +26’’

VAVEL Logo