Caleb Ewan se torna o
décimo ciclista a vencer em onze etapas do Tour de France
ASO/Tour de France

Caleb Ewan se torna o décimo ciclista a vencer em onze etapas do Tour de France

No retorno do dia de descanso, o 11º estágio da prova teve 167 km entre Albi e Toulouse

ismailfilho
Ismail Filho

O australiano Caleb Ewan (Lotto Soudal) bateu o holandês Dylan Groenewegen (Jumbo-Visma) numa chegada emocionante, nesta terça-feira (17), e se tornou o 10º ciclista diferente a vencer em 10 etapas individuais do Tour de France 2019 (houve um contra-relógio por equipes). No retorno do dia de descanso, o 11º estágio da prova teve 167 km entre Albi e Toulouse, com duas pequenas subidas na primeira metade, mas nada que atrapalhasse a vida dos velocistas.

Nascido em Albi, Lilian Calmejane (Total Direct Energie) saiu na fuga e foi acompanhando por, Aimé De Gendt (Wanty-Groupe Gobert), Anthony Perez e Stéphane Rossetto (Cofidis). Em resposta, Maxime Monfort (Lotto Soudal), Tony Martin (Jumbo-Visma) e Kasper Asgreen (Deuceninck-QuickStep) assumiram a ponta do pelotão e mantiveram controlada a diferença para os escapados, que não passou dos três minutos.

O grupo dos favoritos usou a etapa para se resguardar, sem grandes esforços, uma vez que as duríssimas subidas das montanhas dos Pirineus já começam nesta semana. Mesmo com todo o cuidado, Nairo Quintana (Movistar), Michael Woods (EF Education First), Richie Porte e a ex-camisa amarela Giulio Ciccone (Trek-Segafredo) se envolveram num acidente com aproximadamente 30 km para o final. Quintana e Porte conseguiram voltar ao pelotão, mas Ciccone chegou mais de 12 minutos depois. Por outro lado, Niki Terpstra (Total Direct Energie) teve um problema no ombro com a queda e precisou abandonar a prova.

Com a fuga já neutralizada, a Jumbo-Visma assumiu a ponta do pelotão nos últimos quatro minutos, principalmente com Wout Van Aert. Katusha-Alpecin e Bora-Hangrohe também apareceram na frente. Viviani ficou encaixotado e não teve apoio do seu trem de embalada, enquanto Ewan se posicionou na roda de Groenewegen. O holandês lançou o sprint primeiro, mas Caleb atacou de trás e venceu por uma diferença mínima.

Na disputa pelas camisas, não houve mudanças nesta terça-feira. Julian Alaphilippe (Deuceninck-QuickStep) manteve a ponta da classificação geral, enquanto Peter Sagan também continua na liderança por pontos.

12ª etapa

O pelotão do Tour de France finalmente vai reencontrar as duríssimas montanhas dos Pirineus na 12ª etapa, que acontece nesta quarta-feira (18). Serão 209,5 km entre Toulouse e Bagnères-de-Bigorre. A chegada não será no alto, porém, duas subidas de categoria 1 na parte final do percurso prometem dar emoção. A primeira delas é o Col de Peyresourde, com 13,2 km e 7% de inclinação média, seguido do Hourquette d’Ancizan, com 9,9 km à 7,5% de inclinação média. Também serão distribuídos bônus de tempo na escalada final.

L'Etape Brasil

O Tour de France também oferece oportunidades para atletas amadores participarem da prova com a realização do L’Étape pelo mundo. A versão brasileira será disputada em 29 de setembro, na cidade de Campos do Jordão (SP), e terá até 3 mil participantes.

Com a chancela do tradicional Tour de France, o L’Étape Brasil mantém as características de uma parte da corrida francesa. Em 2018, ciclistas de todos os estados brasileiros inscreveram-se na prova, aberta também a atletas amadores.

Classificação da etapa:

1- Caleb Ewan (Lotto Soudal): 3h51’26’’

2- Dylan Groenewegen (Jumbo-Visma): m/t

3- Elia Viviani (Deuceninck-QuickStep): m/t’’

4- Peter Sagan (Bora-Hansgrohe): m/t’’

5- Jens Debusschere (Katusha-Alpecin): m/t’’

Classificação geral:

1- Julian Alaphilippe (Deceuninck – Quick-Step): 47h18’41’’

2- Geraint Thomas (Ineos): +1’12’’

3- Egan Bernal (Ineos): 1’16’’

4- Steven Kruijswijk (Jumbo-Visma): 1’27’’

5- Emanuel Buchmann (Bora-Hansgrohe): 1’45’’

Classificação por pontos:

1- Peter Sagan (Bora - Hansgrohe): 257 pts

2- Elia Viviani (Deuceninck-Quick-Step): 184 pts

3- Sonny Colbrelli (Bahrain-Merida): 174 pts

Classificação de melhor escalador:

1- Tim Wellens (Lotto Soudal): 43 pts

2- Thomas De Gendt (Lotto Soudal): 37 pts

3- Giulio Ciccone (Trek – Segafredo): 30 pts

Classificação do melhor jovem:

1- Egan Bernal (Ineos): 47h19’57’’

2- Enric Mas (Deceuninck – Quick-Step): +30’’

3- David Gaudu (Groupama-FDJ): 3’16’’

MEDIA: 5VOTES: 1
VAVEL Logo