Alaphilippe ganha
contra-relógio e mantém camisa amarela no Tour de France
ASO/Tour de France

Alaphilippe ganha contra-relógio e mantém camisa amarela no Tour de France

Atletas percorreram 27,2 km num percurso de contra-relógio individual 

ismailfilho
Ismail Filho

O ciclista Julian Alaphilippe comemorou o dia do aniversário de 100 anos da camisa amarela com uma vitória na 13ª etapa do Tour de France, nesta sexta-feira (19), e manteve a liderança na classificação geral antes da chegada das grandes montanhas dos Pirineus. Os atletas percorreram 27,2 km num percurso de contra-relógio individual que começou e terminou na cidade de Pau.

Quatro vezes campeão mundial de contra-relógio, o alemão Tony Martin (Jumbo-Visma) mostrou que não está em sua melhor forma e decepcionou. O primeiro ciclista a marcar um tempo de referência foi de Kasper Asgreen (Deuceninck-QuickStep), que terminou o percurso em 35’52’’.

Matej Mohoric (Bahrein-Mérida) e Nelson Oliveira (Movistar) chegaram a marcar melhores tempos no primeiro ponto intermediário, porém, foi Thomas De Gendt (Lotto Soudal) quem bateu Asgreen. A performance do belga foi tão boa que ele acabou ultrapassado apenas pelos dois últimos atletas a largar.

O dia também foi marcado por acidentes. Um dos favoritos, Stefan Küng (Groupama-FDJ) caiu numa curva ainda no início do percurso e deu adeus às chances de vencer. Maximilian Schachmann (Bora-Hansgrohe) também fazia bons tempos nos pontos intermediários, mas foi ao chão na parte final e teve muitas dificuldades para completar a etapa. No entanto, a situação mais preocupante aconteceu com o ganhador da 10ª etapa, de Wout Van Aert (Jumbo-Visma). O belga enganchou a perna na grade de proteção numa curva e também caiu. A imagem fortíssima da televisão mostrou o asfalto cheio de sangue e a lesão exposta. Van Aert foi atendido ainda no asfalto, mas precisou ser levado de ambulância para um hospital de Pau.

Entre os últimos ciclistas a saírem, Rigoberto Uran (EF Education First) foi o primeiro a chegar bem perto do tempo de De Gendt. O colombiano passou a linha de chegada menos de um segundo depois do belga. Mas a briga pela etapa entre Alaphilippe e o atual campeão Geraint Thomas (Ineos) foi o grande destaque do dia.

Thomas foi o penúltimo a largar e, ponto a ponto, foi pulverizando o tempo de De Gendt. O britânico finalizou o percurso com 22 segundo abaixo do belga, porém, logo na sequência, Alaphilippe apareceu embalado pela torcida francesa e fez o tempo 14 segundos do que o atleta da Ineos.

14ª etapa

Para quem estava esperando ação nas grandes montanhas, finalmente a caravana do Tour de France desembarca para a primeira etapa com chegada ao alto nos Pirineus. Serão apenas 117,5 km de muita explosão e disputas entre Tarbes e o alto do lendário Tourmalet, com os últimos 19 km com 7,4% de inclinação média. Para dificultar ainda mais a tarefa dos atletas, ainda tem o Col du Soulor, de categoria 1, antes do Tourmalet.

L'Etape Brasil

O Tour de France também oferece oportunidades para atletas amadores participarem da prova com a realização do L’Étape pelo mundo. A versão brasileira será disputada em 29 de setembro, na cidade de Campos do Jordão (SP), e terá até 3 mil participantes.

Com a chancela do tradicional Tour de France, o L’Étape Brasil mantém as características de uma parte da corrida francesa. Em 2018, ciclistas de todos os estados brasileiros inscreveram-se na prova, aberta também a atletas amadores.

Classificação da etapa:

1- Julian Alaphilippe (Deuceninck-QuickStep): 35’00’’

2- Geraint Thomas (Ineos): +14’’

3- Thomas De Gendt (Lotto Soudal): 36’’

4- Rigoberto Uran (EF Education First): +36’’

5- Richie Porte (Trek-Segafredo): +45’’

Classificação geral:

1- Julian Alaphilippe (Deceuninck – QuickStep): 53h01’09’’

2- Geraint Thomas (Ineos): +1’26’’

3- Steven Kruijswijk (Jumbo-Visma): +2’12’’

4- Enric Mas (Deuceninck-QuickStep): +2’44’’

5- Egan Bernal (Ineos): +2’52’’

Classificação por pontos:

1- Peter Sagan (Bora - Hansgrohe): 277 pts

2- Sonny Colbrelli (Bahrain-Merida): 191 pts

2- Elia Viviani (Deuceninck-Quick-Step): 184 pts

Classificação de melhor escalador:

1- Tim Wellens (Lotto Soudal): 54 pts

2- Thomas De Gendt (Lotto Soudal): 37 pts

3- Giulio Ciccone (Trek – Segafredo): 30 pts

Classificação do melhor jovem:

1- Enric Mas (Deceuninck – Quick-Step): 53h03’53’’

2- Egan Bernal (Ineos): +8’’

3- David Gaudu (Groupama-FDJ): 5’50’’

VAVEL Logo