Caleb Ewan ganha segunda etapa do Tour de France em 2019 antes das montanhas dos Alpes
Foto: Divulgação/Tour de France

Caleb Ewan ganha segunda etapa do Tour de France em 2019 antes das montanhas dos Alpes

A 17ª etapa, nesta quarta-feira (23), será uma transição para as montanhas dos Alpes

ismailfilho
Ismail Filho

Caleb Ewan (Lotto Soudal) bateu o trem de embalada da equipe Deceuninck-QuickStep para vencer – a segunda neste ano – a 16ª etapa do Tour de France, nesta terça-feira (23). Com um percurso plano de 177 km com início e fim na cidade de Nîmes, o estágio prometia ser tranquilo para o pelotão após o segundo dia de descanso. Só prometia. Elia Viviani (Deceuninck-QuickStep) teve dois embaladores até o final, mas errou no tempo do sprint e o australiano veio de trás para ficar com a vitória.

Além do vento cruzado na parte final da prova, que exigiu atenção dos ciclistas, alguns dos considerados favoritos sofreram acidentes. Foi o caso do atual campeão e segundo colocado na classificação geral, Geraint Thomas (Ineos), que foi ao chão numa curva antes dos 50 km. O britânico bateu o joelho e ombro esquerdo, mas não sofreu nenhuma fratura e continuou. Mesma sorte não teve o capitão da equipe Astana, o dinamarquês Jakob Fuglsang, que precisou abandonar o Tour após outra queda.

Paul Ourselin (Total Direct Energie), Stéphane Rossetto (Cofidis), Lukasz Wisniowski (CCC), Alexis Gougeard (AG2R), Lars Bak Ytting (Dimension Data) saíram na principal fuga do dia, mas o pelotão sempre manteve uma diferença controlada. Os escapados foram alcançados em definitivo com 2 km para a chegada, já dentro de Nîmes.

Todos os melhores classificados na briga pela camisa amarela passaram com o mesmo tempo e não houve mudanças. Peter Sagan chegou na quarta colocação e somou mais pontos para manter a camisa verde com ótima vantagem para Elia Viviani.

A QuickStep passou e eu perdi mais algumas posições do que eu queria. Eu estudei esse final antes e pensei em todos os cenários. E um dos cenários era se eu estivesse muito longe. Eu acho que se vocês verem, eu tive que começar o sprint muito antes dos outros ciclistas", analisou Ewan.

17ª etapa

A 17ª etapa, nesta quarta-feira (23), será uma transição para as montanhas dos Alpes. Serão 200 km entre Pont du Gard e Gap, com uma subida de categoria 3 com 8,9 km para a linha de chegada que promete mexer com o pelotão.

L'Etape Brasil

O Tour de France também oferece oportunidades para atletas amadores participarem da prova com a realização do L’Étape pelo mundo. A versão brasileira será disputada em 29 de setembro, na cidade de Campos do Jordão (SP), e terá até 3 mil participantes.

Com a chancela do tradicional Tour de France, o L’Étape Brasil mantém as características de uma parte da corrida francesa. Em 2018, ciclistas de todos os estados brasileiros inscreveram-se na prova, aberta também a atletas amadores.

Classificação da etapa:

1- Caleb Ewan (Lotto Soudal): 3h57’08’’

2- Elia Viviani (Deceuninck-QuickStep): m/t

3- Dylan Groenewegen (Jumbo-Visma): m/t

4- Peter Sagan (Bora-Hansgrohe): m/t

5- Niccolò Bonifazio (Total Direct Energie): m/t

Classificação geral:

1- Julian Alaphilippe (Deceuninck – QuickStep): 64h57’30’’

2- Geraint Thomas (Ineos): +1’35’’

3- Steven Kruijswijk (Jumbo-Visma): +1’47’’

4- Thibaut Pinot (Groupama-FDJ): +1’50’’

5- Egan Bernal (Ineos): +2’02’’

Classificação por pontos:

1- Peter Sagan (Bora - Hansgrohe): 309 pts

2- Elia Viviani (Deceuninck-QuickStep): 224 pts

3- Sonny Colbrelli (Bahrain-Merida): 203 pts

Classificação de melhor escalador:

1- Tim Wellens (Lotto Soudal): 64 pts

2- Thibaut Pinot (Groupama-FDJ): 50 pts

3- Thomas De Gendt (Lotto Soudal): 37 pts

Classificação do melhor jovem:

1- Egan Bernal (Ineos): 64h59’32’’

2- David Gaudu (Groupama-FDJ): 13’31’’

3- Enric Mas (Deceuninck – Quick-Step): +42’00’’

VAVEL Logo