Quintana reage e vence 18ª etapa; Alaphilippe mantém camisa amarela
do Tour de France
Foto:Tour de France

Quintana reage e vence 18ª etapa; Alaphilippe mantém camisa amarela do Tour de France

Percurso desta quinta-feira teve 208 km entre Ebrun e Valloire

ismailfilho
Ismail Filho

O colombiano Nairo Quintana ressurgiu das cinzas para vencer a 18ª etapa do Tour de France, nesta quinta-feira (25), e recuperar cinco minutos em relação ao grupo dos principais favoritos ao título. O atleta da Movistar retornou a figurar no grupo dos dez melhores na classificação geral. Enquanto isso, Julian Alaphilippe (Deceuninck-QuickStep) mostrou agressividade e se superou na última descida do dia para manter a camisa amarela.

O único ciclista do grupo de elite que conseguiu desgarrar foi Egan Bernal (Ineos), que atacou no alto do Col du Galibier, abriu 32 segundos para os adversários e assumiu a segunda colocação com 1’30’’ de desvantagem para Alaphilippe.

Finalmente as decisivas e duras montanhas dos Alpes chegaram. O percurso da etapa desta quinta-feira teve 208 km entre Ebrun e Valloire, com três super subidas a mais de 2 mil metros de altitude. A primeira delas, o Col de Vars, de categoria 1, teve 9,3 km a 7,5% de inclinação média.

Na sequência, duas escaladas fora de categoria: Col d’Izoard, com 14,1 km e 7,3% de inclinação média e o Galibier, com 23 km a 5,1% de inclinação média. No entanto, os últimos 19 km da prova foram em descida, o que deu mais emoção ainda e mexeu com o pelotão.

Da principal fuga do dia, apenas Quintana, Romain Bardet (AG2R), Alexey Lutsenko (Astana), Lennard Kamna (Sunweb) e Damiano Caruso (Bahrein-Merida) resistiram na frente. O colombiano tinha mais de nove minutos atrás para o camisa amarela e o pelotão tentou manter uma distância segura de aproximadamente cinco minutos.

No entanto, na sequência, os ciclistas do grupo principal preferiram se marcar e não apertaram o ritmo. Melhor para o atleta da Movistar, que atacou sozinho e não foi alcançado mais.

Compatriota de Quintana, o colombiano Egan Bernal foi o primeiro a acelerar no pelotão. Ele atacou na escalada do Galibier, mas não foi seguido pelos demais. Pouco depois, seu companheiro de equipe e atual campeão, Geraint Thomas (Ineos), também aumentou o ritmo e colocou Julian Alaphilippe em apuros. Os demais atletas do grupo principal conseguiram alcançar Thomas, mas o camisa amarela ficou para trás.

Porém Alaphilippe foi agressivo na descida do Galibier, assumiu riscos nas curvas perigosas e conseguiu se reconectar com o pelotão em mais uma demonstração de coragem neste Tour de France. Superando todas as expectativas, o francês manteve a camisa amarela por mais um dia e tem mais duas etapas de montanha para confirmar ou não o título.

Bardet foi o segundo colocado na etapa e está muito longe na classificação geral, mas tomou a camisa branca de bolinhas vermelhas de Tim Wellens (Lotto Soudal). O francês passou na segunda colocação no alto do Izoard e do Galibier, somando 60 pontos na disputa de rei da montanha.

Foi realmente um grande dia para mim, e foi dentro da estratégia da equipe. Eu estava pronto para isso. É uma vitória linda, e em um palco como esse, com esse tipo de perfil, isso me deixa emocionado”, relatou Quintana.

19ª etapa

A 19ª etapa do Tour de France, nesta sexta-feira (26), promete ser ainda mais emocionante. Serão apenas 126,5 km entre Saint-Jean-de-Maurienne e Tignes, mas cinco subidas categorizadas: duas de categoria 3, uma de categoria 2, uma de categoria 1 e uma fora de categoria. Diferente do 17º estágio, o final será em subida, com 7,4 km à 7% de inclinação média no Montée de Tignes.

Além disso, os ciclistas também vão escalar o Col de I’Iseran com 37,5 km para a linha de chegada, onde chegarão a altitude de 2.770 metros – a maior deste Tour.

L'Etape Brasil

O Tour de France também oferece oportunidades para atletas amadores participarem da prova com a realização do L’Étape pelo mundo. A versão brasileira será disputada em 29 de setembro, na cidade de Campos do Jordão (SP), e terá até 3 mil participantes.

Com a chancela do tradicional Tour de France, o L’Étape Brasil mantém as características de uma parte da corrida francesa. Em 2018, ciclistas de todos os estados brasileiros inscreveram-se na prova, aberta também a atletas amadores.

Classificação da etapa:

1- Nairo Quintana (Movistar): 5h34’15’’

2- Romain Bardet (AG2R): +1’35’’

3- Alexey Lutsenko (Astana): +2’28’’

4- Lennard Kamna (Sunweb): +2’58’’

5- Damiano Caruso (Bahrein-Merida): +3’00’’

Classificação geral:

1- Julian Alaphilippe (Deceuninck – QuickStep): 75h18’49’’

2 - Egan Bernal (Ineos): +1’30’’

3- Geraint Thomas (Ineos): +1’35’’

4- Steven Kruijswijk (Jumbo-Visma): +1’47’’

5- Thibaut Pinot (Groupama-FDJ): +1’50’’

Classificação por pontos:

1- Peter Sagan (Bora - Hansgrohe): 309 pts

2- Elia Viviani (Deceuninck-QuickStep): 224 pts

3- Sonny Colbrelli (Bahrain-Merida): 203 pts

Classificação de melhor escalador:

1- Romain Bardet (AG2R): 86 pts

2- Tim Wellens (Lotto Soudal): 74 pts

3- Damiano Caruso (Bahrain-Merida): 60 pts

Classificação do melhor jovem:

1- Egan Bernal (Ineos): 75h20’19’’

2- David Gaudu (Groupama-FDJ): +17’07’’

3- Enric Mas (Deceuninck – Quick-Step): +48’11’’

VAVEL Logo