AFC Norte: Pittsburgh celebra título divisional enquanto Ravens e Browns miram Wild Card
Matt Starkey/Cleveland Browns

Depois de 16 semanas, a NFL se prepara para a última corrida da temporada regular. Seja por playoffs ou uma escolha no Draft, cada confronto será decisivo e a AFC Norte é uma das divisões que mais podem impactar o destino de outras equipes.

  • Pittsburgh Steelers (12-3)

A volta de Ben Roethlisberger trouxe um alívio para os Steelers. Depois de um ano fora, a equipe voltaria a ter seu principal jogador em campo e não poderia ter acontecido de outra maneira. Durante as 12 primeiras semanas, Pittsburgh viveu o sonho de estar invicto em 11 jogos e acreditou ser possível ficar a temporada regular sem nenhuma derrota.

No entanto, o que foi visto pelo time do Heinz Field foram três derrotas que abalaram o foco do elenco. Além disto, algumas lesões e a falta de confiança em Big Ben acabou prejudicando o time que caiu da primeira melhor campanha para o terceiro lugar na AFC

Principais destaques:

Ben Roethlisberger - 3803 jardas, 33 touchdowns e dez interceptações

Juju Smith-Schuster - 91 recepções, 766 jardas e oito touchdowns

  • Baltimore Ravens (10-5)

Não foi um ano como os Ravens esperavam. Depois de Lamar Jackson brilhar em 2019 e levar para casa o troféu de MVP, a evolução do quarterback e, consequentemente, do time ficou estagnada e o que foi visto era um time dependente de corridas e que acabou prejudicando seus principais recebedores.

Mesmo assim, os Ravens sobreviveram, mas ainda não garantiram a vaga nos playoffs. Em uma divisão traiçoeira, um revés pode impactar e muito na briga pela pós-temporada. A expectativa é que o time consiga deslanchar quando a situação ficar perigosa a partir de janeiro.

Principais destaques:

Lamar Jackson - 2644 jardas, 23 touchdowns passados, sete touchdowns corridos e oito interceptações

Gus Edwards - 132 corridas, 663 jardas e seis touchdowns

  • Cleveland Browns (10-5)

Demorou, mas os Browns conseguiram aos poucos acharem um caminho para seguir. Em meio a anos de desconfianças, a equipe superou as expectativas e fez uma briga entre Pittsburgh e Baltimore dar espaço para mais uma franquia do Norte. Curiosamente, Cleveland ganhou ainda mais força quando sua principal estrela do ataque se machucou.

Com a ausência de Odell Beckham Jr., os Browns passaram a usar o jogo terrestre com muito mais frequência e deslancharam de vez. Mesmo com tropeços, a franquia conseguiu o desenvolvimento necessário principalmente com Baker Mayfield abrindo espaços e mostrando o que poderia ser feito.

Principais destaques:

Baker Mayfield - 3367 jardas, 25 touchdowns e oito interceptações

Nick Chubb - 176 corridas, 959 jardas e 11 touchdowns

  • Cincinnati Bengals (4-10-1)

Ter a primeira escolha do último Draft não foi o suficiente para que os Bengals dessem o salto de qualidade. Com Joe Burrow, o time criou boas alternativas, teve uma pequena margem de crescimento, mas sabe que o futuro aguarda boas escolhas para o time nos próximos anos.

A lesão de Burrow apenas ratificou o que já estava selado. Com uma das piores campanhas da temporada, Cincinnati terá novamente uma escolha alta no Draft que pode resultar em mais um nome para o futuro da equipe. Apesar de tudo, é possível enxergar bons e talentosos nomes que elevarão os Bengals ao ponto necessário.

Joe Burrow - 2688 jardas, 13 touchdowns e cinco interceptações

Joe Mixon - 119 corridas, 428 jardas e três touchdowns

VAVEL Logo