AFC Sul: briga por classificação aos playoffs e definição do
Draft
Foto: Donald Page/Tennessee Titans

O cenário da Conferência Americana está mais aberto. Embora três divisões tenham seus campeões e o Kansas City Chiefs já tenham obtido a melhor campanha da AFC na temporada regular – o que garante folga na primeira rodada dos playoffs, há uma disputa enorme por vaga na pós-temporada. Na AFC South, dois times brigam pela primeira colocação, o que dá a vantagem de jogar em casa na primeira leva dos confrontos eliminatórios, enquanto o Jacksonville Jaguars pode garantir a pior campanha de toda a liga em 2020 e ficar com a primeira escolha do Draft. Veja o cenário de cada equipe abaixo.

Tennessee Titans (10-5)

Os Titans estão empatados com os Colts na primeira colocação, mas os jogos vencidos na divisão são critérios de desempate favoráveis à franquia. Por isso, o time depende apenas de si diante de um adversário eliminado para ficar com o título divisional. Caso seja derrotado pelo Houston Texans, precisa torcer por derrota dos Colts para ficar em primeiro. Caso a franquia de Indianapolis vença e fique com o título da AFC South, uma derrota do Baltimore Ravens ou do Miami Dolphins colocam a equipe na pós-temporada mais uma vez.

QB Ryan Tannehill – 297/454 passes, 3603 jardas, 32 touchdowns, sete interceptações

S Kevin Byard – 107 tackles e um fumble forçado

Indianapolis Colts (10-5)

Os Colts tinham o cenário completamente favorável, dependente apenas dos próprios resultados para manter a liderança na divisão. Mas a virada sofrida no confronto contra o Pittsburgh Steelers complicou as coisas. A equipe vencia por 24 a 7 fora de casa e permitiu a virada por 28 a 24. Por isso, se quiser vencer a AFC South, precisa de uma vitória sobre Jacksonville Jaguars e uma derrota dos Titans contra Houston Texans. Se Tennessee vencer, a briga será por vaga no Wild Card e, nesse cenário, a franquia continua com a obrigação de ganhar seu jogo e torcer para derrota de uma das três equipes: Baltimore Ravens, Cleveland Browns ou Miami Dolphins.

QB Philip Rivers – 352/516 passes, 4005 jardas, 23 touchdowns e dez interceptações

LB Darius Leonard – 122 tackles, dois sacks, dois fumbles forçados e dois fumbles recuperados

K Rodrigo Blankenship – 30/33 field goals, 41/43 extra points e 131 pontos anotados

Houston Texans (4-11)

Com mudança na comissão técnica durante a temporada, Deshaun Watson teve um desempenho irregular, melhorado após a troca no comando, mas insuficiente para a equipe brigar por algo, uma vez que Titans e Colts foram dominantes. A franquia de Tennessee é a adversária derradeira na temporada 2020. Embora não tenha mais pretensões, pode causar grande influência tanto na briga pelo título da AFC South como pela vaga no Wild Card. Indianapolis Colts, Cleveland Browns, Baltimore Ravens e Miami Dolphins torcem para a equipe do Texas.

QB Deshaun Watson – 354/505 passes, 4458 jardas, 30 touchdowns e seis interceptações

LB Zach Cunningham – 151 tackles e três sacks

Jacksonville Jaguars (1-14)

A passos largos para ter a pior campanha da temporada de 2020 dentre todas as 32 franquias participantes da NFL, o Jacksonville Jaguars entra em campo sem nenhuma pretensão, mas pode incomodar caso vença o Indianapolis Colts, o que abriria espaço para uma disputa de outras equipes por vagas no Wild Card. O problema é que a equipe não se ajuda e a campanha retrata muito bem isso. Certamente a franquia da Flórida não vai abrir o jogo aos Colts, mas esbarra nas próprias limitações para sonhar com uma vitória. O Draft é logo ali.

QB Gardner Minshew II – 216/327 passes, 2259 jardas, 16 touchdowns e cinco interceptações

LB Joe Schobert – 132 tackles, um sack, um fumble forçado e dois fumbles recuperados

VAVEL Logo