Pedro Trouche conquista o título do Campeonato Brasileiro de Finn
Foto: Flávio Perez/On Board Sports

O atleta Pedro Trouche conquistou neste domingo (24), o título do 60º Campeonato Brasileiro de Finn, evento disputado no YCSA – Yacht Club Santo Amaro, em São Paulo (SP).

A competição foi definida na última prova na Represa do Guarapiranga, com os dois velejadores da ponta empatados na liderança da tabela. Pedro Trouche chegou em segundo lugar na regata final, deixando Maurício Bueno na quarta colocação. Era o resultado necessário para dar ao atleta profissional de vela seu primeiro título nacional da categoria Finn, por apenas um ponto de vantagem em relação o vice-campeão.

O Brasileiro de Finn contou com 25 atletas de três estados, um recorde para a categoria dos pesos-pesados no país. O título de Pedro Trouche quebra a sequência de Jorge Zarif, que dominou a classe desde a campanha olímpica para Pequim 2008.

“Foi uma regata para cardíaco, a primeira eu não fui bem e o Maurício Bueno me passou na tabela por 1 ponto. Na última, para ser campeão, precisava ganhar dele e colocar alguém entre a gente. Fiz um primeiro contra-vento perfeito na minha opinião, o barco estava uma máquina, só tenho a agradecer”, disse Pedro Trouche.

”A primeira regata eu tive um pouco de falta de sorte, mas tentei por a cabeça no lugar, fazer uma boa largada, velejar na frente, tentar proteger o Maurício Bueno e agora no final com o Ricardo também chegando muito forte, e é isso, um sonho. Estou muito feliz”.

O Brasileiro 2022 marcou o retorno de Pedro Trouche à classe. A última competição do velejador do Charitas na categoria foi em 2017. Nesse período, o velejador mais novo do campeonato de Finn, com 31 anos, fez história na categoria Star, conquistando inclusive o título da SSL Finals, nas Bahamas, ao lado de Jorge Zarif.

As duas regatas finais deste domingo (25) foram de barla-sota – entre bóias – com 4 milhas náuticas cada uma. O vento foi de Sudeste de 10 a 12 nós, um verdadeiro dia clássico da Represa do Guarapiranga. O vencedor da primeira prova foi Ricardo Santos (YCSA) e a segunda ficou com Pedro Lodovici (YCI).

Foram premiados no YCSA os primeiros colocados no geral, master, grand master, grand grand master, legend, jumbo (acima de 110kg) e pena (abaixo de 90 kg). A competição bateu recorde histórico de inscritos com 25, mais que o dobro da média anual de 12.

Quinto no geral, Robert Rittscher (YCP/SP) foi o vencedor na Grand Master, e na versão feminina a ganhadora foi Paola Prada (YCP/SP). A Master ficou para Maurício Bueno, o vice-campeão. Na Grand Grand Master, Arnaldo Cocchi Fernandes teve o melhor resultado entre seus pares. A Legend ficou com Jorge Rodrigues (ICRJ/RJ).

A próxima edição do Campeonato Brasileiro de Finn será no Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ) em abril de 2023. A classe definiu por unanimidade que em 2024, a competição nacional será no Iate Clube de Brasília.

Resultados finais após 8 regatas e 1 descarte

1°- Pedro Trouche (CNC/RJ) – 25 pontos
2°- Maurício Bueno (YCP/SP) – 26 pontos
3°- Pedro Lodovici (YCI/SP) – 28 pontos
4°- Fábio Vassel (ICRJ/RJ) – 34 pontos
5°- Robert Rittscher (YCP/SP) – 42 pontos
6°- Henrique Cabette (CCC/SP) – 59 pontos
7°- Ricardo Santos (YCSA) – 66 pontos
8°- Cristiano F. Ruschmann (YCSA/SP) – 95 pontos
9°- Eduardo de Costa e Silva (ICB/DF) – 110 pontos
10°- Arnaldo Cocchi Fernandes (ICRJ/RJ) – 111 pontos
11°- Paulo Picchetti (YCP/SP) – 112 pontos
12°- Bruno Ruthenberg (YCSA/SP) – 116 pontos
13°- Luis Rodrigues (YCP/SP) – 118 pontos
14°- Daniel Mendes de O. Silva (ICB/DF) – 119 pontos
15°- Gustavo Raulino (ICB/DF) – 122 pontos
16°- Tiago Cotrim Gerin de Moraes (ICRJ / RJ) – 126 pontos
17°- Jorge Rodrigues (ICRJ/RJ) – 137 pontos
18°- Bruno Caruso (YCP/SP) – 144 pontos
19°- Carlos Alberto de M. Aviz (ICB/DF) – 145 pontos
20°- Paola Prada (YCP/SP) – 150 pontos
21°- Marcos Fagundes (SPYC/SP) – 160 pontos
22°- Joacir C. de M. Júnior (ICB/DF) – 161 pontos
23°- Georgia Bruder (YCP/SP) – 161 pontos
24°-Rogério Guilger (CCSP/SP) – 162 pontos
25°-Marco Aurélio de Sá Ribeiro (ICRJ/RJ) – 165 pontos

 

 

VAVEL Logo